domingo, 30 de junho de 2013

Nico Rosberg vence o GP da Inglaterra.


Nico Rosberg conquista sua segunda vitória no campeonato, em uma prova bastante movimentada em Silverstone. A corrida poderia ter tido outros vencedores, pois os compostos da Pirelli utilizados no GP da Inglaterra, deixou alguns pilotos na mão. Lewis Hamilton foi a primeira vítima, após um furo do pneu traseiro, o inglês que liderava a prova perdeu a chance de vencer em casa.

Felipe Massa, Jean Eric-Vergne e Sergio Perez, também tiveram problemas, fato que fez com que o carro de segurança fosse acionado para limpar a pista. O líder do campeonato Sebastian Vettel, liderava a corrida até a volta 42, quando um problema no câmbio arruinou seus planos, tendo que abandonar. Com isso, a primeira posição caiu no colo de Rosberg que soube administrar a vantagem sobre Webber até a volta final.


Fernando Alonso que largou em décimo, fez novamente uma excelente prova, agressivo o tempo todo chegou ao pódio no final. Lewis Hamilton em corrida de recuperação terminou em 4º, Kimi Raikkonen foi o 5º e Felipe Massa, que conseguiu uma incrível largada onde ultrapassou seis carros, chegou em 6º, o brasileiro que teve um pneu furado, caiu para o final do pelotão, mas imprimiu um ritmo forte e recuperou várias posições, saindo de Silverstone com um ótimo resultado.


Adrian Sutil, Daniel Ricciardo, Paul di Resta e Nico Hulkenberg completaram o top 10. Vale destacar o excelente resultado da Force Índia, pois Paul di Resta largou em último, após sofrer punição por irregularidades na classificação. No mundial de construtores, a Red Bull também permanece na liderança. Mas a Mercedes pulou para o 2º lugar: 48 pontos separam as duas equipes. Promessa de grandes emoções daqui a uma semana no GP da Alemanha. Será que a equipe Pirelli Mercedes vence novamente? Confira o resultado final do GP da Inglaterra: 


Alonso critica os pneus Pirelli.


Fernando Alonso décimo no grid para a corrida deste domingo, não escondeu a decepção quanto ao desempenho de seu carro durante o final de semana em Silverstone. Para o espanhol não é normal ver a Ferrari fora do (Q3), fato que aconteceu com o brasileiro Felipe Massa e por pouco não foi com ele.

“Nós não fomos competitivos o suficiente hoje, mas nós faremos todo o possível para conseguir um bom resultado. O carro não teve grandes mudanças nas últimas quatro ou cinco provas. As novas peças não tem alcançado o ganho esperado, enquanto que as outras equipes tem evoluído, fazendo um trabalho fantástico” - concluiu.

Os compostos da Pirelli escolhidos pela fabricante para o GP da Inglaterra, segundo Alonso, favorece a duas equipes em particular, ou seja, na visão do piloto da Ferrari, RBR e Mercedes têm mais chances na corrida. É esperar para ver como a Ferrari irá reagir na prova.  

sábado, 29 de junho de 2013

Lewis Hamilton é pole para o GP da Inglaterra.


Em Silverstone que é casa de Lewis Hamilton o piloto da Mercedes conquistou sua 28ª pole na carreira, o inglês voou na sessão de classificação realizada neste sábado e conseguiu superar o companheiro de equipe Nico Rosberg que completou a dobradinha para o time alemão. Sebastian Vettel até que tentou desbancar o time de Ross Brawn, mas Hamilton foi absoluto hoje, restou ao líder do campeonato a terceira posição.

Mark Webber foi o 4º, mesma posição que ele havia conseguido no último treino livre, já o escocês Paul di Resta fez um excelente treino e largará em 5º, outra boa surpresa foi o 6º lugar no grid para o australiano Daniel Ricciardo, que desde o primeiro treino livre na sexta-feira onde liderou, esteve entre os mais rápidos em todas as condições de pista, andou rápido no molhado e também com o piso seco, será que ele esta mostrando trabalho para conseguir a tão sonhada vaga na RBR?


A Force Índia que conta com motores Mercedes também colocou Adrian Sutil entre os 10, o alemão largará em 7º, à frente de Romain Grosjean, Kimi Raikkonen e Fernando Alonso, apenas o 10º, mas isto não quer dizer que o espanhol ficará brigando apenas por pontos amanhã, o piloto da Ferrari em condições de corrida é um caso a parte, certamente é candidato ao pódio.

Treino: O (Q1), como quase sempre eliminou os dois carros da Marussia e Caterham, além de Valtteri Bottas, da Williams e do mexicano Esteban Gutierrez, piloto que ainda não mostrou a que veio. Já o (Q2), foi um pouco mais equilibrado, mas mesmo assim a McLaren não conseguiu avançar para a parte final do treino, os dois carros ficaram fora do (Q3). Jean Eric-Vergne, Nico Hulkenberg, Pastor Maldonado com o fraco desempenho de seus carros não tinham o que fazer.


O brasileiro Felipe Massa que não teve muito tempo em pista com sua Ferrari por causa da batida na sexta-feira e problemas com o motor no sábado, largará em 12º e terá que fazer uma corrida de recuperação amanhã, quem sabe dá certo! Para a corrida a RBR continua como favorita, pois o consumo de pneus em Silverstone deverá afetar mais os carros da Mercedes, no entanto, correndo em casa Lewis Hamilton poderá surpreender. O GP da Inglaterra acontece neste domingo a partir das 21:00 horas, horário do Japão. Giedo Van der Garde, perdeu 5 posições no grid por causa da batida com Hulkenberg no Canadá e largará em último.

Atualização: Paul di Resta foi excluído da classificação porque seu carro estava abaixo do peso mínimo exigido pelo regulamento e terá que largar em último.

Confira o grid de largada para o GP da Inglaterra:

1 - Lewis Hamilton (Mercedes) 1:29s607
2 - Nico Rosberg (Mercedes) 1:30s059
3 - Sebastian Vettel (RBR) 1:30s211
4 - Mark Webber (RBR) 1:30s220
5 - Paul di Resta (Force Índia) 1:30s736
6 - Daniel Ricciardo (Toro Rosso) 1:30s757
7 - Adrian Sutil (Force Índia) 1:30s908
8 - Romain Grosjean (Lotus) 1:30s955
9 - Kimi Raikkonen (Lotus) 1:30s962
10 Fernando Alonso (Ferrari) 1:30s979

Eliminados na segunda parte do treino: (Q2)

11 Jenson Button (McLaren) 1:31s649
12 Felipe Massa (Ferrari) 1:31s779
13 Jean-Eric Vergne (Toro Rosso) 1:31s785
14 Sergio Perez (McLaren) 1:32s082
15 Nico Hulkenberg (Sauber) 1:32s211
16 Pastor Maldonado (Williams) 1:32s359

Eliminados na segunda parte do treino: (Q1)

17 Valtteri Bottas (Williams) 1:32s664
18 Esteban Gutierrez (Sauber) 1:32s666
19 Charles Pic (Caterham) 1:33s866
20 Jules Bianchi (Marussia) 1:34s108
21 Max Chilton (Marussia) 1:35s481 
22 Giedo Van der Garde (Caterham) 1:35s858

Fotos Getty, Sutton e LAT

Mercedes domina o último treino livre em Silverstone.


A dupla da Mercedes dominou o terceiro e último treino livre para o Grande Prêmio da Inglaterra, na sessão realizada neste sábado no circuito de Silverstone com pista seca, o alemão Nico Rosberg manteve o bom desempenho de ontem e cravou a melhor volta em 1:31s487, ele foi apenas um décimo melhor que o companheiro Lewis Hamilton, os dois carros da RBR apareceram na sequência.

Ontem após os treinos, Rosberg dizia que o carro não tinha o balanço ideal e tanto ele quanto Hamilton não acreditavam em um bom resultado na classificação, mas hoje parece que as coisas mudaram e agora a dupla é favorita a pole. Em corrida a situação é outra, pois o time austríaco tem uma pequena vantagem. O francês Romain Grosjean, rápido em treinos e com atuações medianas em corridas, marcou o quinto tempo, ficando à frente do surpreendente Daniel Ricciardo, com a Toro Rosso.


Fernando Alonso discreto em todo final de semana foi apenas o sétimo, Kimi Raikkonen o oitavo e dupla da Force Índia, com Adrian Sutil e Paul di Resta completaram o top 10. A decepção continua sendo os carros da McLaren, que ficaram longe dos melhores tempos, além de Felipe Massa, que terminou em 15º, a equipe Ferrari irá trocar o motor do carro, mas o brasileiro não perderá posições no grid de largada. Confira os melhores tempos do 3º treino livre em Silverstone:   


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Webber encerrará sua carreira na Fórmula 1.


Mark Webber reuniu a imprensa na última quinta-feira (27), à tarde no circuito de Silverstone, para anunciar que deixará a Fórmula 1 no final desta temporada. O australiano irá se juntar a Porsche e correrá as 24 Horas de Le Mans e provas do Mundial de Endurance da FIA (WEC), na categoria LMP1. A mudança de categoria já era notícia no meio esportivo a algum tempo.

Webber: “O momento é perfeito para mim, disse ele durante a conferência de imprensa da FIA. Estou muito animado para começar um novo capítulo da minha carreira com um dos mais respeitados fabricantes do mundo, que é a Porsche. Espero terminar minha última temporada na Fórmula 1 em grande estilo. Eu não me arrependo da minha escolha, guardo minha motivação intacta até o Brasil, com a intenção de obter bons resultados”.


Piloto com 205 GPs disputados até agora, sendo vencedor por 9 vezes, o australiano conquistou ao longo de sua carreira 36 pódios, largou na pole 11 vezes e está em sua 12ª temporada na F1, mas após o polêmico GP da Malásia deste ano, onde a “briga” entre ele e o companheiro de equipe Sebastian Vettel ganhou proporções maiores, Webber que tinha a intensão de parar, resolveu mesmo deixar à F1, porém, ele ressaltou que a decisão já estava tomada antes do episódio.

Para Webber, a Porsche tem um passado glorioso nas corridas como construtor e ele está ansioso para seu novo desafio, após o fim da temporada 2013 da F1. A equipe RBR disse que não tem pressa para escolher o substituto de Webber, o nome de Kimi Raikkonen é apontado como favorito a vaga, mas existe a possibilidade de promover um dos pilotos da Toro Rosso, Daniel Ricciardo ou Jean Eric-Vergne, os dois já demonstraram que vão lutar pela chance, andando forte nos treinos livres em Silverstone.

Rosberg fecha a sexta-feira na frente em Silverstone.


O alemão Nico Rosberg fez o melhor tempo na segunda sessão de treinos livres para o Grande Prêmio da Inglaterra, no treino realizado na tarde desta sexta-feira, com condições de pista relativamente seca. A dupla da RBR veio logo atrás, com Mark Webber e Sebastian Vettel.

Os pilotos que por causa das condições climáticas não foram à pista no treino da manhã, aproveitaram bem a sessão e deram várias voltas. Paul di Resta com a Force Índia marcou o quarto tempo. Entre os pilotos que correm em 'casa', Lewis Hamilton foi o melhor deles, marcando o quinto tempo, já o australiano Daniel Ricciardo, líder pela manhã com a Toro Rosso, foi o sexto, o jovem piloto é um dos cotados para a “vaga” na RBR no próximo ano, ele seria um dos possíveis candidatos ao lugar do compatriota Webber, que deixará a categoria no final deste ano.


O piloto francês Jean-Eric Vergne assinou o sétimo tempo, há um décimo de seu companheiro de equipe. Romain Grosjean terminou em nono lugar, quatro posições à frente de Kimi Raikkonen. Completando o top 10, Fernando Alonso, que aparentemente treinou visando a corrida de domingo. Felipe Massa teve problemas na suspensão e bateu no início do treino, este é o quarto acidente desde o GP de Mônaco. Confira os melhores tempos em Silverstone:  


Ricciardo é o mais rápido no primeiro treino livre em Silverstone.


A chuva forte sem interrupção no circuito de Silverstone, nesta manhã, dificultou a avaliação de pilotos e equipes no primeiro treino livre para o GP da Inglaterra. Poucos pilotos foram à pista para marcar tempos, a melhor volta acabou ficando com o australiano Daniel Ricciardo, da Toro Rosso, seguido por: Hulkenberg e Maldonado.

Dos 11 pilotos que marcaram tempo, o brasileiro Felipe Massa foi o último, no entanto, as condições da pista não eram boas e não era necessário arriscar. Os pilotos voltam à pista na sessão das 22:00 horas, horário do Japão. Confira os tempos em Silverstone:


quinta-feira, 27 de junho de 2013

Infiniti Q50 sedan.


A Infiniti anunciou desta quarta-feira (26), que o novo modelo Q50 sedan exclusivo para o mercado dos EUA, deverá chegar as lojas no início de julho e estará disponível em duas versões de motorização. O primeiro deles será equipado com motor V6 de 3.7 litros, já o modelo com o propulsor hibrido será V6 de 3.5 litros.


O Infiniti Q50 também é equipado com o sistema de intuição. Este novo sistema permite ao motorista ligar várias configurações do carro para a chave inteligente. A Infiniti também equipa o Q50 com o sistema InTouch, que inclui duas telas sensíveis ao toque com uma variedade de funções multimídia. Estima-se que no mercado americano o preço do Q50 será a partir de $36.700 mil dólares, indo até $48.150 USD na versão AWD.  

terça-feira, 25 de junho de 2013

Com vitória na corrida final, Gianluca Petecof conquista 3º lugar no SKB 12.


Paulista subiu ao pódio na última prova antes do Brasileiro de Kart, e agora foca na preparação para a principal competição nacional. O fim de semana foi de muito trabalho e bons resultados para Gianluca Petecof, que disputou a 12ª edição do Super Kart Brasil no tradicional kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos (SP). As disputas foram acirradas nas oito classes que foram à pista e com a vitória na bateria final, Petecof garantiu o 3º lugar na categoria Júnior Menor, que teve 14 concorrentes.

Faltando pouco menos de três semanas para o Brasileiro de Kart - mais importante campeonato nacional, que acontece entre 8 e 13 de julho em Serra (ES), os pilotos aproveitaram o SKB para desenvolver o equipamento e testar os últimos acertos em condições de corrida. Além do alto nível, o formato da competição é interessante, pois conta com duas classificações e quatro provas.


Gianluca começou com o pé direito, marcando a volta mais rápida na tomada de tempos do sábado, e largou da pole position na primeira bateria. Porém, com a temperatura ambiente bem mais alta na hora da corrida, o kart não teve o mesmo rendimento e o paulista terminou em 5º, mesma posição em que completou a segunda corrida. No domingo, o piloto da equipe ONS Motorsport fez bons tempos na classificação, garantindo o 3º lugar no grid de largada para a corrida 3, em que ficou em 5º após 12 voltas. Petecof fechou sua participação com chave de ouro ao vencer a prova final. Largando em 2º, ele se manteve entre na briga pela ponta e na metade da corrida assumiu a liderança e recebeu a bandeirada em primeiro.


Na soma dos resultados das quatro baterias, Gianluca subiu ao pódio na 3ª posição, cumprindo o objetivo traçado. O evento foi válido também pela sétima e oitava etapas do Campeonato Paulista, em que Petecof terminou em 5º e 2º lugares, respectivamente.

Gianluca Petecof:

“Vínhamos de uma boa sequência e esperávamos um resultado positivo, então o sentimento é de objetivo cumprido. A equipe ONS fez um grande trabalho, junto com a Birel, RBC Preparações e meu coach Dennis Dirani, e estamos satisfeitos com o desenvolvimento do kart. Evoluímos bastante na tomada de tempos, que era um ponto a melhorar, e isso dá ainda mais confiança para o Brasileiro”.

Fotos Jackson de Souza - Fonte Eversports

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Fórmula Renault: Bruno Bonifácio completa etapa de Moscou na 8ª posição.


Uma das mais disputadas categorias de base do automobilismo mundial, a Fórmula Renault Eurocup completou neste domingo (23), a terceira etapa da temporada, em Moscou. Assim como no dia anterior, a segunda corrida da rodada teve poucas mudanças de posições, já que o circuito russo é bem travado e quase não tem pontos de ultrapassagem. Correndo pela primeira vez nessa pista, Bruno Bonifácio largou em 9º e terminou as 17 voltas em 8º, novamente na zona de pontuação.

O paulista não teve o melhor de seu carro na segunda tomada de tempos, realizada pela manhã (horário local), e marcou o 5º tempo no grupo B. Assim, Bruno abriu a quinta fila no grid de largada. Uma confusão na primeira volta entre o 2º e 3º colocados acabou influenciando no resultado final da corrida. Depois de um toque com Oliver Rowland, Pierre Gasly rodou e saiu na pista, e ao tentar retornar, tocou novamente com outro adversário e teve de abandonar a prova - causando a entrada do safety car e lhe custando também a perda da liderança do campeonato.


Rowland, por sua vez, conseguiu ultrapassar Esteban Ocon, que tinha largado na pole, para vencer a prova e assumir o 1º lugar na tabela. Ocon e Ignazio D'Agosto completaram o pódio. Bonifácio acompanhou o ritmo dos ponteiros durante toda a corrida, mas não conseguiu ultrapassá-los.

No sábado, o piloto da Prema Powerteam largou em 6º lugar e terminou na mesma posição em uma prova que não houve alteração entre os seis primeiros. Pontuando nas duas corridas da etapa, Bruno somou mais 12 pontos e ocupa a 9ª posição na classificação geral, faltando oito corridas para o fim do campeonato.

A quarta etapa da Fórmula Renault Eurocup está marcada para os dias 20 e 21 de julho, no Red Bull Ring, na Áustria. Antes disso, Bonifácio disputa a quarta rodada da Fórmula Renault Alps, competição que também disputa de forma integral, em Monza, na Itália, nos dias 6 e 7 de julho.


Bruno Bonifácio:

“Foi um fim de semana difícil para nós, sofremos um pouco por ser a nossa primeira vez aqui em Moscou. É bem complicado para ultrapassar nessa pista, por isso a posição de largada é muito importante, e não conseguimos tirar o melhor do carro nas tomadas de tempos. Mas conseguimos pontuar nas duas corridas da etapa e subir uma posição na classificação, e isso foi muito positivo. Todos os pilotos estão próximos e ainda faltam muitas corridas, então o campeonato está aberto e continuamos na briga”.

domingo, 23 de junho de 2013

World Series: 8º em Moscou, Pietro Fantin comemora pontos e evolução do carro.


Curitibano fez grandes mudanças no carro ao longo da etapa e ficou satisfeito com melhor desempenho e acerto mais favorável ao seu estilo de pilotagem. O sentimento é de objetivo alcançado para Pietro Fantin na quinta etapa da World Series. Neste domingo (23), o curitibano completou a segunda corrida em Moscou na 8ª posição, após largar em 11º, terminando assim na zona de pontuação e sendo o segundo melhor entre os estreantes (rookies) da categoria.

Além de pontuar pela segunda vez na temporada, Fantin destacou a grande evolução ao longo do fim de semana, o que, segundo ele, será fundamental na briga por melhores resultados na segunda metade do campeonato. Há algumas etapas, o piloto da equipe Arden Caterham vinha tendo problemas com o acerto de seu carro, mas fez uma grande mudança após a primeira corrida, e conseguiu aproveitar o ritmo mais competitivo para estar no top-10.


Na tomada de tempos deste domingo, Pietro registrou o 11º tempo, em sessão marcada por duas bandeiras vermelhas. Com boa largada, ele manteve-se no pelotão intermediário até entrar para o pit-stop, na sexta volta - logo após a abertura da janela. O curitibano conseguiu se posicionar bem ao voltar em 17º e, conforme os outros pilotos faziam suas paradas, ganhou posições e ainda fez algumas ultrapassagens para cruzar a linha de chegada em 9º. Com a punição de Daniil Move (por ter queimado a largada), Fantin herdou a 8º posição.

No dia anterior, o brasileiro enfrentou mais dificuldades. Na classificação, as condições de pista estavam bem diferentes dos treinos livres, e Fantin não conseguiu tirar o melhor do carro, garantindo a 21ª colocação no grid. A primeira prova da rodada não teve pit-stops e como o circuito russo é bem travado, não oferece muitas possibilidades de ultrapassagem. Assim, o brasileiro concluiu as 33 voltas em 18º.


A próxima etapa da Fórmula Renault 3.5 está marcada para os dias 20 e 21 de julho, no Red Bull Ring, na Áustria.

Pietro Fantin:

“Fizemos uma grande mudança no carro, e fiquei bem satisfeito com o resultado desse fim de semana. Na corrida de hoje (domingo), fizemos um bom pit-stop e estávamos competitivos. Além de pontuado novamente e estar entre os melhores rookies - que são nossos objetivos no ano -, conseguimos desenvolver o carro e deixá-lo melhor para o meu estilo de pilotagem, e isso é algo muito importante que vamos levar para as próximas etapas”.

Fotos Paolo Pellegrini - Fonte Eversports

sábado, 22 de junho de 2013

Fórmula Renault: Com 6º lugar em Moscou, Bruno Bonifácio sobe para 6º no campeonato.


A primeira corrida da etapa russa da Fórmula Renault Eurocup não teve muita emoção, mas teve saldo positivo para Bruno Bonifácio. Neste sábado (22), o paulista largou em 6º lugar, mesma colocação que completou as 18 voltas, em uma prova que não viu mudanças de posições entre os seis primeiros, e somou importantes pontos para o campeonato.

Correndo pela primeira vez no circuito de Moscou, Bonifácio começou bem os treinos livres na sexta-feira, terminando o dia com o 8º tempo, a apenas 0.333s do primeiro colocado, e satisfeito com o desempenho de seu carro. Na primeira tomada de tempos, realizada nesta manhã (horário local), Bruno foi o 3º mais rápido no grupo B, garantindo assim o 6º posto no grid de largada.

Na corrida, os pilotos do pelotão da frente apresentaram ritmos parecidos e, como já esperado devido às características da pista - que é bem travada -, não houve muitas ultrapassagens entre os 35 carros do grid. Com o 6º lugar, Bruno somou oito pontos e subiu da 10ª para a 6ª posição na classificação geral do campeonato.


Neste domingo, os pilotos retornam à pista para mais uma sessão classificatória e para a segunda corrida da rodada, que também terá 25 minutos mais uma volta de duração.

Resultado da primeira corrida em Moscou:

1 - Pierre Gasly - Tech 1 - 18 voltas
2 - Oliver Rowland - Manor MP - 5s397
3 - Steijn Schothorst - Kaufmann - 12s969
4 - Esteban Ocon - ART Junior - 13s215
5 - Luca Ghiotto - Prema - 15s285
6 - Bruno Bonifácio - Prema - 15s816
7 - Matthieu Vaxiviere - Tech 1 - 18s208
8 - Alexander Albon - KTR - 19s576
9 - Mikko Pakari - Fortec - 20s104
10 Nyck De Vries - Koiranen - 21s154
11 Jake Dennis - Fortec - 21s893
12 Alex Baron - ART Junior - 23s651
13 Andrea Pizzitola - ART Junior - 27s467
14 Javier Merlo - Manor MP - 29s450
15 Benjamin Bailly - RC Formula - 30s295
16 Kevin Joerg - Jenzer - 32s341
17 Gustav Malja - Kaufmann - 33s064
18 Oscar Tunjo - Kaufmann - 33s514
19 William Vermont - ARTA - 34s251
20 Ed Jones - Fortec - 34s658
21 Simon Tirman - ARTA - 37s647
22 Egor Orudzhev - Tech 1 - 38s680
23 Jack Aitken - Manor MP - 43s217
24 Hans Villemi - Atech Reid - 43s863
25 Ignazio D'Agosto - KTR - 44s359
26 Victor Franzoni - Koiranen - 45s060
27 Konstantin Tereshchenko - Interwetten - 45s469
28 Levin Amweg - Jenzer - 48s286
29 Aurelien Panis - RC Formula - 50s585
30 Leo Roussel - ARTA - 54s745
31 Denis Korneev - Jenzer - 58s125 
32 Yu Kanamaru - KRT - 1:07s043

sexta-feira, 21 de junho de 2013

SKB 12: Gianluca Petecof mira top-5 na Júnior Menor em Interlagos.


Paulista se prepara para Campeonato Brasileiro e aposta em bom rendimento para buscar lugar no pódio. O Super Kart Brasil é uma das competições que reúnem mais pilotos para disputas de alto nível, e neste fim de semana (22 e 23) não será diferente na 12ª edição do evento, que acontece no tradicional kartódromo de Interlagos (SP). Destaque no primeiro semestre na categoria Júnior Menor, Gianluca Petecof busca o top-5 na última prova oficial antes do Campeonato Brasileiro.

O paulista tem um forte retrospecto no campeonato, que considera um de seus favoritos. Gianluca venceu de forma invicta o SBK 7, na Aldeia da Serra, quando corria na categoria Super Cadete, e detém o recorde de piloto mais jovem a vencer no evento. Neste ano, já foram realizadas três edições do SKB, em Interlagos, Aldeia da Serra e Itu, no interior de São Paulo. Na última delas, o piloto da equipe ONS Motorsport chegou a liderar uma das provas e marcou a melhor volta em três delas.


Para Petecof, o formato do SKB é muito interessante e positivo na preparação para o Brasileiro de Kart, principal campeonato nacional, que acontece entre 8 e 13 de julho em Serra (ES). Com duas classificações e quatro baterias, ele terá bastante tempo de pista para trabalhar no acerto do equipamento.

A programação no sábado e domingo em Interlagos é idêntica, com a tomada de tempos das 8:15 às 8:20. Em cada dia, duas corridas são disputadas por cada categoria, intercaladas com as outras classes. (Todos os horários são pelo fuso de Brasília).


Gianluca Petecof:

“Estamos satisfeitos com nossa evolução ao longo do primeiro semestre e o SKB em Interlagos será a última oportunidade para checarmos o rendimento do equipamento em condições de corridas antes do Brasileiro. É uma competição que gosto bastante e acredito que as disputas serão bem acirradas e temos chances de brigar pelo top-5”.

Fotos Jackson de Souza - Fonte Eversports

Pietro Fantin disputa quinta etapa da World Series em Moscou.


Curitibano confia em carro competitivo e tem objetivo de buscar boa posição de largada para corridas no técnico circuito russo. Depois de passar por Itália, Espanha, Mônaco e Bélgica, a Fórmula Renault 3.5 - também conhecida como World Series - chega à Rússia neste fim de semana (22 e 23) para a quinta etapa da temporada. A rodada dupla em Moscou marca a metade do campeonato e também a estreia de Pietro Fantin neste circuito.

Essa será a segunda vez consecutiva que o autódromo Moscow Raceway recebe uma etapa da World Series. O traçado de 3.995 metros de extensão tem como principal característica as curvas de baixa velocidade, sendo assim uma pista bem técnica e com poucos pontos de ultrapassagem. Por isso, para o curitibano, será muito importante buscar uma boa posição de largada visando o top-10 e a zona de pontuação. Como preparação para esse desafio, Fantin fez algumas sessões no simulador da equipe Arden Caterham.

Na corrida de domingo, os 26 pilotos da categoria terão de fazer uma parada obrigatória para troca de pneus entre as voltas 5 e 17, o que pode movimentar a prova, já que abre mais opções para estratégia. Essa será a segunda corrida do calendário com esse formato, que também foi usado na segunda prova da etapa de Spa-Francorchamps. A previsão para todo o fim de semana é de tempo estável e temperaturas ambiente na casa dos 20 graus.


As atividades de pista na Rússia começam nesta sexta-feira (21), com dois treinos livres. No sábado, há uma classificação e uma corrida de 44 minutos mais uma volta, assim como no domingo.

Pietro Fantin:

“Treinei no simulador da equipe e deu pra perceber que a pista é bem travada, então acho que não terão muitas ultrapassagens durante as corridas, por isso, é muito importante buscar boas posições de largada. Meu objetivo é aproveitar ao máximo os treinos e pegar boas referência para a classificação, que é um ponto que preciso melhorar na minha performance. A equipe acredita que vamos ter um carro competitivo e eu estou animado também”.

Fotos Dutch Photo Agency - Fonte Eversports

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Novo desafio para Bruno Bonifácio na Fórmula Renault será em Moscou.


Terceira etapa do campeonato Eurocup será realizada na Rússia e, apesar de não conhecer a pista, paulista acredita em forte desempenho. Fazendo uma primeira temporada muito boa na Fórmula Renault, Bruno Bonifácio terá um novo desafio na terceira etapa do campeonato Eurocup, que acontece neste fim de semana (22 e 23) na Rússia. O paulista, que já conquistou duas vitórias e subiu ao pódio em outras três oportunidades neste ano, acredita que pode brigar pelas primeiras posições na rodada dupla em Moscou.

Essa será a primeira vez de Bruno e também da esquadra italiana Prema Powerteam no circuito russo de 3.995 metros de extensão, mas o paulista confia no trabalho da equipe e no retrospecto das etapas anteriores para buscar um bom resultado. Além disso, o piloto dedicou um tempo para a preparação no simulador, para se ambientar à nova pista.


Com o 3º lugar na última etapa em Spa-Francorchamps, Bonifácio entrou no top-10 da classificação geral do campeonato, e faltando dez corridas para o fim da temporada, permanece forte na briga pelo título.

Em Moscou, os pilotos terão direito a dois treinos livres de 40 minutos cada na sexta-feira (21). No sábado e no domingo a programação é igual, com uma sessão classificatória dividida em dois grupos e uma corrida de 25 minutos mais uma volta de duração.

Bruno Bonifácio:

“Vai ser um desafio diferente, porque não conheço a pista, então vou ter de tentar pegar a mão do traçado o mais rápido possível para começarmos a trabalhar no acerto do carro. Acho que as equipes que já correram em Moscou no ano passado terão mais informações no começo, mas nossa performance está muito boa, e acredito que teremos ritmo competitivo para buscar um resultado positivo para o campeonato”.

Fotos Prema Powerteam 

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Após Jerez, GT Open chega à metade do campeonato com Bhai Tech na liderança entre as equipes.


Esquadra italiana também está na briga pelo título de pilotos, com Suzuki e Pantano em 3º e Razia e Van Der Drift em 5º lugar. Após a quarta etapa do campeonato, na Espanha, o International GT Open chega a metade da temporada com a disputa bem acirrada entre os carros da categoria GTS (GT3). A Bhai Tech ocupa a liderança entre as equipes, depois de ter conquistado duas dobradinhas na rodada em Nurburgring, sendo a primeira com a vitória de Luiz Razia e Chris Van Der Drift e a segunda com o triunfo de Rafael Suzuki e Giorgio Pantano, e pontuado também em Portimão e Jerez. Entre os pilotos, a situação está ainda mais apertada. Com sete vencedores diferentes em oito corridas, oito duplas estão separadas por 10 pontos. Com o 4º lugar em Jerez, Suzuki e Pantano subiram para a 3ª posição na tabela, e estão a cinco pontos dos líderes, enquanto Razia e Van Der Drift ocupam a 5ª colocação.

Um dos principais fatores para o equilíbrio se deve aos handicaps aplicados às duplas que sobem ao pódio. O vencedor de cada corrida tem de ficar parado nos boxes por 15 segundos a mais que o tempo regular (entre 65 e 75 segundos, dependendo da duração da prova e do tamanho do pit-lane). O 2º e 3º colocados têm de pagar 10 e 5 segundos, respectivamente. Porém, os handicaps são cumulativos, até que a dupla fique fora do pódio; e nesse caso, é descontado o maior handicap. Por causa do resultado na Alemanha, cada uma das duplas da Bhai Tech tinha de pagar 25 segundos (15 referentes à vitória mais 10 pelo 2º lugar) a mais na parada da primeira corrida em Jerez, o que acabou sendo determinante para o resultado final.


As altas temperaturas marcaram a etapa espanhola no último final de semana. Após bom desempenho nos treinos livres da sexta-feira, as duas duplas da Bhai Tech não obtiveram o melhor rendimento dos McLaren MP4-12C durante as tomadas de tempos. No sábado, as duas duplas faziam uma boa corrida de recuperação, e já estavam no top-5, mas foram penalizados por não cumprirem o tempo preciso determinado para a parada.

No domingo, o saldo foi positivo para Rafael Suzuki e Giorgio Pantano. Mesmo com um handicap de 10 segundos, a dupla ítalo-brasileira conseguiu completar a corrida na 4ª posição e subiu para 3º no campeonato. Luiz Razia e Chris Van Der Drift também tinham de pagar 10 segundos de handicap, e já estavam em 6º lugar, quando após um toque, o brasileiro teve sua suspensão traseira danificada, rodou há duas voltas do fim e não pôde terminar a corrida.


A próxima rodada do GT Open acontece em pouco menos de um mês, nos dias 13 e 14 de julho, em Silverstone, na Inglaterra.

Roberto Costa, diretor técnico da Bhai Tech:

“Tivemos um bom ritmo durante as duas corridas do fim de semana, apesar de que os motores turbo dos McLaren sofreram muito com as altas temperaturas e a pressão ao nível do mar em Jerez. Depois das dobradinhas em Nurburgring, tínhamos um grande handicap e isso também influenciou nos resultados. Giorgio e Rafael fizeram uma corrida inteligente no domingo, fazendo voltas muito rápidas quando não estavam no tráfego. Infelizmente, a outra dupla teve um problema no fim que os impediu de também completar uma boa corrida de recuperação”.

Créditos FotoSpeedy

Rafael Câmara vence etapa na Granja Viana.


Pernambucano se manteve na liderança do campeonato e entra na fase final de preparação para Brasileiro no Espírito Santo. Rafael Câmara encerrou com destaque o primeiro semestre de 2013. O piloto venceu a quinta etapa da Copa São Paulo de Kart, disputada no último sábado (15), ampliou a vantagem na liderança da competição, e agora se concentra para a principal disputa nacional, o Campeonato Brasileiro de Kart, que acontece entre 8 e 13 de julho em Serra (ES).

O piloto de apenas oito anos, largou em primeiro lugar na categoria Mirim - que corre no mesmo grid da Cadete - na primeira das duas provas, no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP). Após rodar na primeira volta, Câmara fez uma prova de recuperação e conseguiu alcançar a 2ª posição no final. Na segunda corrida, Rafael fez disputa de gente grande. O piloto liderou com folga em sua categoria e competiu lado a lado com os competidores da Cadete, vencendo a prova e ficando em segundo no geral.


No geral da etapa, Câmara subiu mais uma vez no lugar mais alto do pódio e chega à metade do campeonato na liderança da Copa São Paulo. Essa foi a última corrida que o piloto da Sabiá Racing fez antes de disputar pela segunda vez o Brasileiro de Kart, e ele aprovou o desempenho de seu kart, mas ainda vai trabalhar bastante para chegar totalmente preparado no Espírito Santo em pouco mais de três semanas.

Rafael Câmara:

“O kart estava muito bom. Rodei na primeira volta da primeira corrida, mas me recuperei e fui passando vários pilotos. Não consegui ganhar essa, mas na segunda prova eu fui muito bem e venci. Agora vou ficar quase um mês me preparando para Brasileiro, e acredito que podemos ir bem lá também”.

Fotos Jackson de Souza - Fonte Eversports

terça-feira, 18 de junho de 2013

GT Open: Com 4º lugar em Jerez, Rafael Suzuki e Giorgio Pantano sobem no campeonato.


Paulista e italiano acertaram na estratégia e conseguiram gerenciar o handicap extra no pit stop para conquistar bom resultado na etapa espanhola. Rafael Suzuki e Giorgio Pantano fizeram uma ótima corrida no último domingo (16), em Jerez, no International GT Open. Com a 4ª posição ao fim da segunda corrida da etapa espanhola, a dupla ítalo-brasileira somou seis pontos e subiu para a 3ª colocação na tabela geral da categoria GTS (para carros GT3), na rodada que marcou a metade do campeonato.

Pelo regulamento da categoria, por causa da vitória e do 2º lugar conquistados em Nurburgring, eles tiveram que parar por 10 segundos a mais, além dos 65 regulares, durante a troca de pilotos na segunda corrida. Giorgio Pantano largou em 5º lugar, mas perdeu algumas posições na primeira curva para evitar um contato. O italiano ficou preso atrás de alguns adversários que estavam um pouco mais lentos, mas assim que a janela de pit stops abriu e os pilotos começaram a parar, ele conseguiu fazer boas voltas antes de entregar para Rafael Suzuki. O paulista retornou à pista na 6ª posição e fez duas belas ultrapassagens para completar as 31 voltas em 4º lugar.


Apesar de não subir ao pódio, Suzuki e Pantano somaram os pontos referente ao 3º lugar, já que o segundo colocado corre no Campeonato Espanhol de GT e não pontua para o GT Open, e agora ocupam a 3ª posição na classificação geral, a apenas cinco pontos da liderança. A Bhai Tech manteve o 1º lugar entre as equipes.

No sábado (15), a corrida também foi movimentada para a dupla. Principalmente na primeira tomada de tempos, realizada por Suzuki, o McLaren MP4-12C não teve o rendimento esperado e o brasileiro teve de largar da 11ª posição. Rafael fez um bom primeiro stint, assim como Pantano depois que assumiu para a segunda parte da corrida, mas por não cumprirem o tempo preciso determinado para a parada obrigatória, foram penalizados com 40 segundos no tempo total, já que não puderam pagar o drive-through, pois a corrida foi encerrada com bandeira vermelha oito minutos antes do previsto, pois um carro pegou fogo após ter problemas no motor.

A quinta etapa do GT Open está marcada para os dias 13 e 14 de julho, no tradicional circuito de Silverstone, na Inglaterra.


Rafael Suzuki:

“No geral foi um fim de semana muito positivo, pois conseguimos um bom resultado e pontos importantes mesmo com o handicap extra que tivemos de pagar. Não tínhamos o carro mais rápido na etapa, mas toda a equipe fez um ótimo trabalho, acertamos na estratégia para a corrida de domingo e saímos bem posicionados para a segunda metade do campeonato”.

Resultado da 2ª corrida do GT Open em Jerez (categoria GTS):

1 - Toril-Van Der Zande (Mercedes SLS) - Seyffarth - 27 voltas
2 - Giao-Da Veiga (Audi R8) - Novadriver - a 7s922
3 - Di Guida-Bleekemolen (Porsche 997) - Autorlando - a 21s574
4 - Suzuki-Pantano (McLaren MP4-12C) - BhaiTech - a 28s396
5 - Beretta-Lyons (Ferrari 458 GT3) - AF Corse - a 30s979
6 - Costantini-Camathias (Ferrari 458 GT3) - Ombra - a 37s550
7 - Rosell-Mavlanov (Ferrari 458 GT3) - Russian Bears - a 40s748
8 - Laursen-Magnussen (Ferrari 458 GT3) - Kessel - a 40s789
9 - Figueiredo-Campanico (Audi R8) - Novadriver - a 41s137
10 Pier Guidi-Skryabin (Ferrari 458 GT3) - Esta - a 57s118
11 Francesco Castellacci (Ferrari 458 GT3) - Kessel - a 1:05s503
12 Sdanewitsch-Rugolo (Ferrari 458 GT3) - AF Corse - a 1:05s892
13 Calari-Zampieri (Ferrari 458 GT3) - Kessel - a 1:24s634
14 Bontempelli-De Marco (Ferrari 458 GT3) - Kessel - a 1:29s081
15 Villalba-Gutierrez (Ginetta G55) - Villalba - a 1:45s740
16 Earle-Kremer (Ferrari 458 GT3) - Kessel - a 1 volta
17 Maleev-Ladygin (Ferrari 458 GT3) - Russian Bears - a 1 volta 
18 Van Der Drift-Razia (McLaren MP4-12C) - BhaiTech - a 2 voltas

Créditos FotoSpeedy

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Fórmula 4: Gustavo Lima termina etapa de Snetterton em 5º lugar.


Após melhor tomada de tempos na temporada, acidente na primeira corrida obrigou brasiliense a largar no fim do pelotão, mas conseguiu se recuperar e completar duas provas no top-10. Gustavo Lima ficou satisfeito com seus resultados nas corridas deste domingo (16), válidas pela Fórmula 4 Inglesa. O brasiliense terminou a terceira prova da etapa de Snetterton com o 5º lugar, além de ter completado a segunda prova no top-10, depois de ter largado no fim do pelotão.

Na manhã de sábado, Lima garantiu o 7º lugar no grid de largada da primeira corrida da rodada tripla. Com ritmo forte, o piloto da HHC Motorsport tomou um toque enquanto brigava pela 4ª posição e rodou. Voltando em 10º, foi novamente tocado e então obrigado a abandonar a prova com o carro danificado.


Como a primeira corrida define o grid de largada da segunda, Gustavo teve de começar em 19º, e conseguiu conquistar 10 posições para terminar no 9º lugar. A ordem de largada da terceira corrida é determinada pela melhor volta de cada piloto nas corridas anteriores, e o brasiliense marcou o 8º tempo entre os 22 concorrentes. A última prova do fim de semana foi a mais disputada, e com todos os pilotos com ritmo muito próximo, Lima cruzou a linha de chegada em 7º, mas após os dois primeiros colocados serem desclassificados por irregularidade técnica, ele ficou com a 5ª posição.

A quarta etapa da Fórmula 4 está marcada para os dias 6 e 7 de julho, no autódromo de Outlon Park.


Gustavo Lima:

“Ficamos bem satisfeitos com o desempenho na etapa, nosso ritmo estava muito bom. Infelizmente não pude completar a primeira corrida, e isso fez com que largássemos atrás. Acredito que o mais importante foi avançar 10 posições na segunda prova e na terceira todos os pilotos estavam com um ritmo muito parecido, mas também fizemos um bom trabalho. No geral foi um resultado positivo e sei que estamos evoluindo para as próximas etapas”.

Resultado da 2ª corrida (10 primeiros):

1 - Struan Moore, Hillspeed, 8 voltas
2 - Raoul Hyman, HHC Motorsport, a 2s305
3 - Falco Wauer, Team KBS, a 5s030
4 - Seb Morris, Hillspeed, a 6s233
5 - Charlie Robertson, HHC Motorsport, a 6s649
6 - Jake Hughes, Lanan Racing, a 6s719
7 - James Fletcher, Team KBS, a 7s587
8 - Ross Gunn, Motionsport, a 10s248
9 - Gustavo Lima, HHC Motorsport, a 12s932
10 Jack Barlow, Sean Walkinshaw Racing, a 14s061

Resultado da 3ª corrida (10 primeiros):

1 - Jake Hughes, Lanan Racing, 10 voltas
2 - James Fletcher, Team KBS, a 2s704
3 - Jake Dalton, Mark Godwin Racing, a 3s353
4 - Seb Morris, Hillspeed, a 3s996
5 - Gustavo Lima, HHC Motorsport, a 4s585
6 - Falco Wauer, Team KBS, a 10s251
7 - Jack Barlow, Sean Walkinshaw Racing, a 13s344
8 - Struan Moore, Hillspeed, a 14s206
9 - Pietro Fittipaldi, Mark Godwin Racing, a 14s328 
10 Diego Menchaca, Mark Godwin Racing, a 16s566

Fotos Jakob Ebrey - Fonte Eversports