terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Matheus Iorio conquista pódio nas 500 Milhas de Kart.


Depois da vitória na última etapa da F3 Brasil Light, onde fez sua primeira temporada em competições de carro, Matheus Iorio encerrou a temporada 2014 com corridas de kart e novamente conquistou um bom resultado. O paulista subiu ao pódio com o 4º lugar na famosa prova das 500 Milhas, realizada no último sábado (13) no kartódromo do Parque Beto Carrero World, em Penha (SC).

Iorio integrou os dois karts da tradicional equipe Spirit Sports, que também teve Marco Cozzi, Adriano Pizzonia, João Pretto e Nelson Rangel como pilotos. A prova teve a participação de 53 karts e 631 voltas em 11h45 de duração. O paulista pilotou durante quatro stints de mais de uma hora cada e teve atuação destacada quando uma forte chuva caiu, e ele chegou a ser o mais rápido da pista, recuperando muitas posições para colocar sua equipe entre as seis melhores. Esse foi o segundo pódio de Matheus em três participações na corrida.


O piloto de 17 anos também disputou a categoria Shifter, de karts com marcha, que contou com a participação de pilotos estrangeiros com títulos mundiais, e teve duas corridas no fim de semana. Na final, que aconteceu domingo, Iorio estava na sexta posição, quando foi tocado por um adversário, caindo para último, mas conseguiu se recuperar e cruzou a linha de chegada em 12º.

Após o desafio no kart, Matheus ainda tem mais um compromisso no ano e participará de treinos da Fórmula 3 nesta semana, intensificando sua preparação para a temporada 2015 da categoria.


Matheus Iorio:

“Foi um fim de semana bem intenso, e as corridas foram muito legais. Nas 500 Milhas, tivemos alguns problemas na estratégia das paradas, mas voltamos à briga quando começou a chover. Eu estava bem rápido na chuva, consegui recuperar várias posições e nossa equipe terminou em P4. Na final da Shifter, estava perto do top 5 depois de largar mais para trás, mas fui tocado por outro piloto e precisei fazer uma corrida de recuperação para chegar em 12º. De qualquer maneira, foi uma ótima forma de concluir o ano nas pistas, e não vejo a hora de iniciar a próxima temporada”.

Fonte e Fotos: Eversports - divulgação

Rafael Suzuki encerra temporada com pódio nas 500 Milhas de Kart e já foca em 2015.


A temporada 2014 de corridas terminou com um pódio para Rafael Suzuki. Nas 500 Milhas de Kart, prova que aconteceu no último sábado (13) no Kartódromo do Parque Beto Carrero World, em Penha (SC), o piloto da Stock Car integrou pelo quinto ano consecutivo o time Hanier Racing, formado por Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone e André Nicastro, e conquistou o 2º lugar após quase 12h de prova. A equipe vencedora foi a comandada por Cristian Fittipaldi, Vitor Meira, Danilo Dirani, Felipe Fraga, Pedro Piquet e Adibe Marques com o kart #2.

A tradicional prova que reúne grandes nomes do automobilismo contou com 53 karts e teve um total de 631 voltas, das quais Suzuki pilotou por quase 200, debaixo de muito sol. A corrida também foi marcada por fortes pancadas de chuva, mas durante toda a corrida o kart #72, que largou na 13ª posição, brigou pela vitória, inclusive liderando boa parte da disputa, e cruzou a linha de chegada sete voltas à frente do terceiro colocado.


Com 14 participações em 18 edições do evento, Rafael já conquistou uma pole-position e cinco pódios (quatro deles pela equipe de Barrichello), com destaque para a vitória em 2013. Agora, antes de alguns dias de descanso, o piloto volta a focar seus trabalhos já pensando na temporada 2015 da Stock Car, quando fará seu segundo ano na principal categoria do automobilismo brasileiro.

Rafael Suzuki:

“Terminar a temporada com esse pódio é excelente. Brigamos pela vitória quase a corrida inteira e por alguns detalhes não conseguimos, mas está de bom tamanho, a equipe esteve muito bem o tempo todo e nós mantivemos 100% da intensidade durante toda a prova para compensar um pouco de falta de performance do motor. A corrida foi bem desgastante por causa do calor, então é otimo ver a recompensa. Agora é pensar na Stock Car, que já começa dia 07 de fevereiro com os treinos oficiais”.

Fotos: Rodrigo Barbosa - Fonte: Eversports

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Hitech Racing completa temporada 2014 satisfeita com primeira experiência nas 500 Milhas de Londrina.


Dentre tantas experiências novas vividas pela Hitech Racing Brazil na temporada 2014, uma das mais marcantes foi a participação, no último fim de semana (11 a 13 de dezembro), nas 500 Milhas de Londrina, uma das principais provas do endurance brasileiro. Depois de disputar de forma intensa os campeonatos da F3 Brasil, Brasileiro de Turismo e Mercedes-Benz Challenge, a equipe sediada em Pinhais, no Paraná, fez sua estreia em corridas de longa duração. O desafio foi encampado por um rol de pilotos experientes e campeões em edições passadas: Beto Richa, Paulo e Lorenzo Varassin, que guiaram o protótipo MRX Itajui, o mais rápido da pista desde o primeiro dia de treinos. Contudo, problemas elétricos e mecânicos no carro encerraram de forma prematura a jornada da equipe e impediram que o trio lutasse por mais uma vitória em Londrina.

Embora a Hitech Racing tenha feito sua estreia nas 500 Milhas de Londrina, o time contou com pilotos, mecânicos e engenheiros com bastante experiência na corrida, o que ajudou muito desde o início das atividades de pista com o MRX Itajui, que voltou a mostrar o forte desempenho que o fez campeão das clássicas 12 Horas de Tarumã em 2013. Governador do Estado do Paraná e amante do automobilismo, Beto Richa disputou várias vezes a prova e sagrou-se vencedor em 2012, enquanto Paulo e Lorenzo Varassin foram bicampeões, em 2005 e 2006. O experiente trio conquistou a pole-position e abriu a disputa com todas as condições de lutar por mais um triunfo no Autódromo Internacional Ayrton Senna.


Paulo Varassin abriu a corrida com o protótipo #37 e imprimiu um ótimo ritmo antes de entregar a condução do carro para Beto Richa, que também mostrou ser muito rápido na pista. Perto da terceira hora de prova, porém, problemas começaram a comprometer a corrida da Hitech Racing. Uma falha na bomba de combustível do MRX Itajui fez a equipe perder sete voltas nos boxes para reparos. Depois do conserto realizado, foi a vez de Lorenzo Varassin assumir o volante e buscar recuperar terreno perdido. Entretanto, um problema no alternador fez o protótipo ficar parado na pista. O piloto ainda conseguiu levar o carro aos boxes, e os mecânicos trabalharam para colocar o MRX de volta à pista, mas a equipe não teve alternativas e, pouco depois, abandonou a disputa em Londrina.


Apesar da decepção por não conseguir vencer a corrida depois de ótimo desempenho nos treinos e nas sessões classificatórias, Rodrigo Contin destacou a estreia da Hitech Racing no endurance e também pela participação destacada dos pilotos, mecânicos e engenheiros. O chefe da equipe de Pinhais ficou muito feliz por estar num evento de ótima atmosfera, destacou o empenho e o bom trabalho de Paulo e Lorenzo Varassin, que representaram a Hitech Racing no Mercedes-Benz Challenge e também elogiou o desempenho e a participação de Beto Richa, que agregou experiência à equipe e foi rápido enquanto esteve na pista. Na visão de Contin, o trabalho em conjunto foi a chave para um bom fim de semana que, se não resultou em vitória, trouxe mais um aprendizado para o time, que pretende voltar a disputar outras provas de endurance.


Rodrigo Contin:

“Terminamos a temporada 2014 com mais uma experiência inédita para a Hitech Racing. Fazer parte de uma prova de longa duração como as 500 Milhas de Londrina é muito importante para a nossa história, esses últimos dias aqui foram de muito aprendizado, de muito trabalho por parte de todos nós. No endurance não basta ser rápido, é preciso ser constante e ter pela frente o mínimo possível de problemas, porém enfrentamos algumas quebras que não nos permitiram lutar pela vitória. Mas só posso dar os parabéns ao Beto Richa, Paulo e Lorenzo Varassin pelo empenho na pista, parabéns também aos mecânicos e engenheiros que fizeram da equipe um dos destaques do fim de semana. Voltamos para casa satisfeitos com o que mostramos na pista, e isso nos dará mais força e motivação para a temporada 2015”.

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

sábado, 13 de dezembro de 2014

F1 2015: Pilotos confirmados para a próxima temporada.


Após os anúncios dos pilotos da McLaren, o grid para a temporada 2015 da Fórmula 1 está completo. Serão nove equipes no grid, como a Marussia faliu e a Caterham ainda busca uma solução, provavelmente teremos apenas 18 carros no grid. O Brasil terá novamente dois pilotos no grid: Felipe Massa e Felipe Nasr. Que venha logo 2015! 

Segue a lista completa abaixo:

Mercedes - Lewis Hamilton e Nico Rosberg
Infiniti Red Bull Racing - Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat
Williams - Felipe Massa e Valtteri Bottas
Ferrari - Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen
McLaren-Honda - Fernando Alonso e Jenson Button
Force Índia - Nico Hulkenberg e Sergio Perez
Toro Rosso - Max Verstappen e Carlos Sainz Jr.
Lotus - Romain Grosjean e Pastor Maldonado
Sauber - Felipe Nasr e Marcus Ericsson

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Alonso e Button serão a dupla de pilotos da McLaren em 2015.


Enfim, a novela sobre a formação da dupla de pilotos para a temporada 2015 da Fórmula 1 pela McLaren, teve seu desfecho na última quinta-feira (11), o time de Woking anunciou que o britânico Jenson Button teve seu contrato renovado por mais dois anos e a seu lado terá um novo companheiro, o espanhol Fernando Alonso que trocou a Ferrari por sua antiga equipe. A expectativa em ter o dinamarquês Kevin Magnussen como titular não se concretizou, porém, o jovem piloto continuará na equipe no cargo de reserva.

Fernando Alonso retorna a McLaren após deixar a equipe no final da temporada de 2007 de forna polêmica, já que brigou com o todo poderoso Ron Dennis. Os dois pilotos já conquistaram três títulos mundiais, que somados dão exatos 500 Gps e 47 vitórias, tornando uma das duplas mais experiente do grid. A McLaren que terá os motores Honda equipando seus carros, desde o início procurava por pilotos fortes e experientes, o projeto com a montadora japonesa é de longo prazo e nada melhor que contar com Alonso para retomar os tempos de glória nas pistas.

No comunicado enviado à imprensa, o diretor executivo e presidente da McLaren, Ron Dennis destaca: “A política da McLaren sempre foi de reunir a mais forte dupla possível. E com Fernando e Jenson, acreditamos firmemente de que é isso o que temos. Assinamos com Fernando há um tempo, mas decidimos não anunciar o fato até renovarmos com Jenson como seu companheiro. Por diversas razões, as negociações com Jenson levaram um tempo, mas agora, que foram concluídas, estamos confiantes de que nossa colaboração com ele continuará a prosperar no futuro, assim como foi no passado. Posso assegurar que agora, em termos de magnitude, temos a melhor dupla da atual Fórmula 1” - concluiu.


Já Alonso só foi elogios ao time: “Eu me junto a este projeto com enorme entusiasmo e determinação, sabendo que pode requerer algum tempo para atingirmos os resultados que estamos almejando, o que não será problema para mim. Ao logo do último ano, recebi algumas ofertas, algumas delas bem tentadoras, tendo em vista as atuais performances de alguns times. Mas há mais de um ano, a McLaren-Honda entrou em contato comigo e me chamou para fazer parte, de uma forma muito ativa, do retorno da parceria, uma parceria que dominou a Fórmula 1 por muito tempo. A equipe repetiu o desejo aberto, a perseverança e a determinação em tornar possível meu retorno para esta excitante parceria, o que foi um dos fatores mais importantes para eu tomar esta decisão. Não podemos esquecer o fator mais importante: nós compartilhamos objetivos e expectativas em comum, e há um futuro muito sólido pela frente. Quero agradecer a persistência de todos que lutaram para isso se tornar realidade. Farei tudo que for capaz para retribuir a todos e à equipe, baseado em uma fórmula que sempre funcionou comigo: esforço, sacrifício, perseverança e fé” - declarou Alonso.


As negociações com Jenson Button demoraram mais que o esperado, o britânico fará sua 6ª temporada pelo time de Woking, como o relacionamento com a montadora japonesa Honda e Button são de longa data, isto foi um dos fatores principais para sua renovação. O veterano falou sobre a expectativa para o próximo ano: “Estou muito empolgado em embarcar em meu 16º ano na Fórmula 1. Como Fernando, estou certo que McLaren e Honda alcançarão coisas grandes junto. E tenho certeza que, trabalhando em conjunto, todos nós criaremos um brilhante e efetivo time vencedor. Fazer parte da nova McLaren-Honda é uma oportunidade maravilhosa para todos nós e estou muito grato em ser convidado para fazer minha parte. Na verdade, estou muito ansioso para seguir em frente. Estou feliz também que Kevin siga fazendo parte do time. Ele é um piloto rápido e um cara legal. E estou muito ansioso em ter como companheiro um piloto tão rápido e experiente quanto Fernando. Tenho certeza que trabalharemos extremamente bem juntos” - declarou Button. 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Rafael Suzuki defende título nas 500 Milhas de Kart no time de Barrichello.


Mesmo depois de uma longa temporada de estreia como piloto da Stock Car, Rafael Suzuki ainda não quer saber de férias. Ao mesmo tempo em que foca seu trabalho visando a sequência na categoria em 2015, o paulista radicado no Maranhão terá pela frente outro grande desafio nesta semana, entre quinta-feira e sábado (11 a 13 de dezembro), quando novamente fará parte do grid das tradicionais 500 Milhas de Kart no kartódromo do Parque Beto Carrero World, localizado em Penha (SC). Rafael defenderá o título conquistado no ano passado ao lado de Rubens Barrichello, atual campeão da Stock Car, e Tony Kanaan, piloto da Formula Indy e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis em 2013.

Pela 14ª vez na carreira, Suzuki, campeão brasileiro de kart em 2011, disputará as 500 Milhas de Kart, sendo a quinta de forma consecutiva com a equipe encabeçada por Barrichello, agora seu adversário nas pistas da Stock Car. Neste ano, o time também terá como pilotos Felipe Giaffone, tricampeão da Formula Truck, os experientes kartistas André Nicastro e Eduardo Dieter, além do jovem Rafael Martins, nos já tradicionais karts #72 e #71 da equipe Hanier Racing.


Como preparação para a exigente prova que terá largada no sábado, às 10h (horário brasileiro de verão), Suzuki realizou treinos no último fim de semana no kartódromo João Sallem, em São Luís. A corrida costuma ter um tempo de duração de quase 12 horas, o que requer muito do equipamento e também do preparo físico de todos da equipe, pilotos e mecânicos. Para 2014, a novidade será a adoção de dois tipos de pneus - macios e duros, fornecidos pela fabricante MG - para proporcionar uma maior gama de estratégias e deixar a disputa ainda mais imprevisível.

Outra novidade é que as 500 Milhas de Kart 2014 contará com cobertura do canal por assinatura SporTV. Além de flashes ao vivo durante toda a prova, a emissora transmitirá a hora final da corrida, a partir de 20h45. Os treinos livres acontecem entre quarta e quinta-feira. Na sexta, os pilotos voltam à pista para mais uma sessão de treinos e a tomada de tempos, enquanto a formação definitiva do grid de largada ocorre no sábado de manhã, uma hora antes do início da 18ª edição das 500 Milhas de Kart.


Rafael Suzuki:

“As 500 Milhas são uma grande festa, mas quando começa a corrida, tudo fica muito competitivo. É um titulo que todos do automobilismo buscam nesse fim de ano, desde pilotos da F1 até o kart. O nível é muito alto, todas as equipes vêm com estruturas grandes, e a gente não faz diferente. É o 5º ano consecutivo que o Rubens me chama, é uma honra, mas ao mesmo tempo uma responsabilidade grande, já que sempre chegamos como favoritos pelo fato do Rubens e o Tony serem os recordistas de vitórias na prova”.

Fotos: Rafael Gagliano e Carsten Horst/Hyset - Fonte: Eversports

Hitech Racing fecha temporada com estreia nas tradicionais 500 Milhas de Londrina no fim de semana.


Com duas importantes corridas, ambas no Sul do Brasil, o automobilismo nacional encerra a temporada 2014 neste fim de semana. Em Santa Catarina, muitos pilotos disputarão as 500 Milhas de Kart, no Parque Beto Carrero. Um pouco mais ao norte, outros tantos nomes de destaque no cenário do esporte a motor brasileiro vão correr as 500 Milhas de Londrina, uma das mais famosas provas de longa duração do país, no próximo sábado (13 de dezembro). Para a Hitech Racing, será a oportunidade de fazer sua estreia no endurance e coroar um ano marcado por desafios, muito trabalho e vitórias.

A equipe sediada em Pinhais e chefiada pelo engenheiro Rodrigo Contin vai à pista em Londrina com um protótipo construído pela fabricante gaúcha MetalMoro: batizado de MRX Itajui e inscrito na Categoria I (Força Livre, Sport Protótipos Turbo), o potente carro, que já venceu as 12 Horas de Tarumã, será guiado por Paulo e Lorenzo Varassin - pai e filho, pilotos da Hitech Racing no Mercedes-Benz Challenge em 2014 e bicampeões brasileiros de Endurance e bicampeões das 500 Milhas de Londrina, em 2005 e 2006 (geral)-, Beto Richa, atual Governador do Estado do Paraná, amante do automobilismo e também campeão geral da prova, em 2012, e Eduar Merhy Neto, que voltou a disputar uma temporada completa após mais de 20 anos, se destacou no Mercedes-Benz Challenge pela Hitech Racing e venceu a etapa final do campeonato, em Curitiba.


Embora seja a primeira participação da Hitech Racing em provas de endurace, muitos integrantes do time de Pinhais já têm experiência em corridas de longa duração. Desta forma, Rodrigo Contin acredita que a equipe poderá fazer um bom papel nesta semana e até brigar pela vitória. Entre os muitos atrativos das 500 Milhas de Londrina, está o fato de que a disputa será narrada, pela segunda vez, pelo francês Marc Arnoldi, locutor oficial das lendárias 24 Horas de Le Mans desde 1991. Outra novidade será a transmissão ao vivo pela internet através do site oficial www.500milhasdelondrina.com.br


O cronograma de atividades de pista em Londrina terá início nesta quinta-feira com a realização de treinos livres. Na sexta-feira, estão previstos mais uma sessão para cada um dos oito grupos que fazem parte da prova e, no fim da tarde, o treino classificatório, com a noite sendo reservada à tomada de tempo geral. A largada está marcada para sábado, às 16h (horário de Brasília), enquanto a entrega dos prêmios deve acontecer às 23h.


Rodrigo Contin:

“Estamos muito felizes por fazer parte de uma prova tão importante para o automobilismo brasileiro. Encaramos muitos desafios em 2014, como a temporada da F3 Brasil, do Brasileiro de Turismo e do Mercedes-Benz Challenge. Foram muitas novidades, e é assim que vamos encerrar o ano, fazendo nossa estreia nas 500 Milhas de Londrina. Vamos andar com um protótipo vencedor, rápido e competitivo, e também com um rol de pilotos com muita bagagem na prova. Mesmo sendo nossa primeira vez como equipe na corrida, todos os pilotos e muitos mecânicos e engenheiros já têm experiência no endurance, então tudo isso será importante no fim de semana e vai contar muito em nosso favor. Temos a expectativa real de lutar pela vitória para terminar 2014 com outro grande resultado. Estamos ansiosos pelo desafio que teremos pela frente”.

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Bruno Bonifácio fecha 2014 satisfeito com adaptação e transição para carro da Fórmula Renault 3.5


As últimas semanas de trabalho de Bruno Bonifácio em 2014 marcaram o início de um novo ciclo da sua carreira. Depois de dois anos de muito êxito na Fórmula Renault 2.0, com participações de destaque nas divisões Alps e Eurocup, na qual terminou no top 5 a última temporada, o paulista de 20 anos começou sua transição e adaptação ao potente carro da Fórmula Renault 3.5, a principal classe da World Series by Renault e categoria que mais revelou talentos para a F1 nos últimos anos. O piloto realizou sete dias de treinos, sendo dois em Jerez, três em Motorland-Aragón e, por fim, fechou suas atividades de pista neste ano com mais duas sessões entre quinta e sexta-feira (4 e 5 de novembro), no circuito Barcelona-Catalunya. Para Bonifácio, o balanço deste início de trabalho nos testes coletivos foi considerado bastante positivo.

Em todas as sessões que participou, Bruno guiou o carro da International Draco Racing, equipe italiana chefiada pelo brasileiro Guto Negrão, ex-piloto da Stock Car. Bonifácio destacou a potência do potente motor Zytek de 3,5 litros e a força do carro em frenagem e retomada de velocidade, por exemplo. Impressionado com o desempenho do carro, o brasileiro citou também que a preparação física será fundamental e já intensificou os trabalhos visando 2015.


Desta forma, Bonifácio terá pela frente uma nova e desafiadora fase na sua trajetória. Bruno foi um dos pilotos brasileiros que mais se destacaram nos últimos anos no automobilismo europeu. Em 2012, o jovem paulista competiu na Fórmula Abarth Europeia e Italiana, alcançando o terceiro lugar, com quatro vitórias e nove pódios. Em 2013, subiu para a Fórmula Renault, competindo de forma simultânea nas divisões Alps e Eurocup. Pela Alps, foram três vitórias e seis pódios para completar o campeonato no top 3, e um pódio no certame europeu, além de uma participação na Toyota Racing Series, na Nova Zelândia, onde somou mais duas vitórias, feito que fez de Bruno o brasileiro com mais vitórias no exterior naquele ano.

Já em 2014, Bonifácio priorizou a Fórmula Renault Eurocup e disputou três etapas da Alps como convidado. Os números foram novamente positivos: quatro pódios em seis corridas, sendo uma vitória em Jerez na Alps, enquanto pela Eurocup Bruno conquistou uma vitória em Spa-Francorchamps, três pódios e outros três top 10, terminando no top 5. Agora, o paulista inicia o sempre difícil processo de mudança das categorias de base para uma fortíssima classe de acesso à F1. Nos últimos anos, a World Series by Renault já revelou para o principal certame do automobilismo mundial pilotos como Daniel Ricciardo, Jean-Eric Vergne, Jaime Alguersuari, Jules Bianchi, Kevin Magnussen, Will Stevens e Carlos Sainz Jr., que fará sua estreia em 2015 pela Toro Rosso.


Focado em começar sua carreira na Fórmula Renault 3.5 com um bom trabalho desde o início, Bruno praticamente não terá férias. Já no Brasil, onde passará o fim de ano, o piloto manterá uma sequência de atividades físicas e intensificará sua preparação visando 2015, além de trabalhar, em conjunto com seu staff, nos acertos finais para definir e anunciar em breve para qual equipe vai correr na próxima temporada da World Series by Renault.


Bruno Bonifácio:

“Os testes foram muitos bons. Evoluímos a cada vez em que fomos à pista, crescemos muito e aprendemos sempre um pouco mais do carro e o novo estilo de guiar, além de um grande entrosamento que tivemos com todos da International Draco Racing. Creio que a maior dificuldade neste início de trabalho foi mesmo na parte física, já que o carro da Fórmula Renault 3.5 é muito exigente, de modo que você precisa estar preparado para encarar o desafio. Então vai ser nisso que vou focar nesta pausa de fim de ano: será tempo de ficar com a família, mas também de focar no preparo físico visando o próximo ano, então nosso trabalho não para, tudo para começar da melhor forma um novo ciclo em 2015”.

Fotos: Paolo Pellegrini - Fonte: Eversports

Augusto Farfus comenta novo formato do DTM e confirma presença nas 24 Horas de Daytona de 2015.


Definitivamente, 2015 será um ano intenso para a carreira de Augusto Farfus. O curitibano de 31 anos teve recentemente seu nome confirmado pela BMW para disputar mais uma temporada do DTM, uma das categorias mais importantes do automobilismo mundial, sendo assim seu quarto ano no certame. Também na última semana, o piloto brasileiro teve a confirmação de que voltará aos Estados Unidos para disputar novamente as 24 Horas de Daytona. Desta vez, Augusto correrá a tradicional prova norte-americana de endurance pela equipe oficial da BMW, a Rahal Letterman Lanigan, chefiada pelo experiente Bobby Rahal, em 25 de janeiro.

O fim da temporada 2014 do DTM não representou o término dos trabalhos de Farfus neste ano. O piloto, em conjunto com a BMW, retomou os trabalhos visando melhorar alguns pontos da M4 - carro que a montadora bávara estreou nesta temporada - para voltar mais forte em 2015. No início de dezembro, Augusto participou de testes coletivos em Jerez tendo como foco o desenvolvimento de seu carro para o próximo campeonato, que reservará muitas mudanças na categoria.


Diferente das dez provas realizadas em 2014, o DTM adotará para o ano que vem o sistema de rodadas duplas, com 18 provas em nove finais de semana, com o início do campeonato marcado para Hockenheim, no início de maio, e finalizando também no tradicional circuito alemão, em outubro. O novo regulamento foi revelado por Hans Werner Aufrecht, dirigente máximo do DTM, que considera a medida um desejo antigo dos fãs da categoria, que volta a adotar o formato pela primeira vez desde 2002.

Único representante brasileiro do DTM, Farfus entende que a medida é muito atraente, não só para os fãs da categoria, mas também para as três montadoras que fazem parte do grid: Audi, BMW e Mercedes, e para os pilotos. Na visão de Augusto, será um ano desafiador para todos os competidores pela demanda física que o carro do DTM exige. Além disso, o paranaense entende que a regularidade será o ponto chave para ser bem-sucedido em meio a um calendário com 18 corridas. O sistema não será novidade para Farfus, que correu por muitos anos no WTCC, categoria que realiza suas etapas também em regime de rodada dupla.


Após as atividades de pista em dezembro na Europa, Augusto se prepara para voltar ao Brasil para as festas de fim de ano antes de voltar a acelerar em janeiro, nos testes visando as 24 Horas de Daytona.

Augusto Farfus:

Retorno às 24 Horas de Daytona:

“Estou confirmado pela BMW para a temporada de 2015 do DTM. Será um ano que já vai começar com a agenda cheia porque vamos novamente disputar as 24 Horas de Daytona. É muito bom abrir o ano com uma corrida importante, e que exige bastante preparação, por ser de longa duração. No ano passado me diverti muito, e é uma honra voltar aos Estados Unidos e guiar o carro oficial da BMW para iniciar bem 2015”.

Novo formato do DTM para 2015:

“2015 será uma temporada intensa para todos nós no DTM. Este ano ficou abaixo das nossas expectativas, por isso estamos focados em fazer um melhor papel no próximo campeonato. Creio que o novo formato do DTM para o ano que vem será um grande desafio para todos os pilotos. A regularidade será o ponto chave para quem almeja ser bem-sucedido na temporada porque, em 18 corridas, o fundamental é você pontuar o máximo possível para estar em boas condições de luta pelo título. Será bem legal para nós e também para o público, que terá a oportunidade de acompanhar um fim de semana bem movimentado. A parte física será fundamental, já que vamos andar muito mais com o carro do que o habitual. O carro é muito exigente fisicamente, então nossa preparação terá de ser ainda melhor para apresentarmos um grande trabalho durante todo o fim de semana”.

Calendário da temporada 2015 do DTM:

1. 1 a 3 de maio: Hockenheim (Alemanha)
2. 29 a 31 de maio: Lausitzring (Alemanha)
3. 26 a 28 de junho: Norisring (Alemanha)
4. 10 a 12 de julho: Zandvoort (Holanda)
5. 31 de julho a 2 de agosto: Red Bull Ring (Áustria)
6. 28 a 30 de agosto: Moscou (Rússia)
7. 11 a 13 de setembro: Oschersleben (Alemanha)
8. 25 a 27 de setembro: Nürburgring (Alemanha)
9. 16 a 18 de outubro: Hockenheim (Alemanha)

Fotos: BMW divulgação - Fonte: Eversports 

Matheus Iorio encerra temporada 2014 acelerando nas 500 Milhas de Kart no Parque Beto Carrero.


A temporada 2014 do automobilismo brasileiro se encerra neste fim de semana com a disputa de uma das mais importantes competições do kartismo nacional. As 500 Milhas de Kart entram na sua 18ª edição no próximo sábado (13 de dezembro), no Kartódromo Internacional do Parque Beto Carrero, em Penha, Santa Catarina, pela terceira vez com a participação de Matheus Iorio. O paulista de 17 anos termina um ano marcado por desafios e muito aprendizado com destaque para sua jornada na F3 Brasil Light, vencendo uma corrida e conquistando outros três pódios, além de se classificar para a final da Seletiva de Kart Petrobras, a prova de maior premiação da modalidade no país e que reuniu alguns dos melhores kartistas do Brasil.

Para a disputa desta semana, Iorio vai representar a forte equipe Spirit Sports, comandada pelo ex-piloto Glauco Alves e que já conquistou uma consagradora vitória em 2012. O time virá com dois karts: o #13 e o #113. Além de Matheus, outros quatro pilotos vão se revezar na condução dos conjuntos durante a prova: Adriano Pizzonia, campeão brasileiro de kart, João Pretto e Marco Cozzi, ambos integrantes do Brasileiro de Turismo, e Nelson Rangel, também kartista.

O cronograma das 500 Milhas de Kart compreende também uma série de atividades, como corrida dos artistas, uma disputa de Supermoto e também uma bateria de Shifter (kart com marchas), na qual Matheus - que já a disputou nos dois anos em que participou da prova -, se inscreveu e procurou se preparar intensamente nas últimas semanas. Para esta etapa, serão duas baterias: uma na sexta-feira e outra no domingo.


Depois das boas participações em competições de kart em 2014, Iorio está focado em ajudar a Spirit Sports a conquistar mais um bom resultado e fechar a temporada da melhor forma. Mesmo considerando o forte grid da prova, que terá nomes de peso como Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone e seu coach Rafael Suzuki, Matheus acredita que sua equipe tem totais condições para andar entre os primeiros colocados no kartódromo do Parque Beto Carrero.

As atividades de pista para as 500 Milhas de Kart terão início nesta quarta-feira com a realização dos treinos livres, que se estendem ao dia seguinte. Na sexta, haverá uma tomada de tempos, enquanto no sábado, pela manhã, está previsto o treino classificatório, dividido em dois grupos, que definirá o grid de largada da corrida. O início da disputa está marcado para 10h (horário de Brasília), com chegada às 21h45. O canal por assinatura SporTV transmitirá ao vivo a última hora de corrida.


Matheus Iorio:

“2014 foi um ano muito importante para a minha carreira, e encerrar disputando uma prova tão importante é motivo de orgulho. Será a minha terceira participação nas 500 Milhas de Kart, portanto espero ir muito bem porque farei parte de um time campeão, que é a Spirit Sports. Tive um bom desempenho andando de kart em 2014 e sei do meu potencial, então espero ajudar toda a equipe e também quero fazer um bom trabalho correndo na Shifter para fechar a temporada com um grande resultado”.

Fotos: Fabio Oliveira/Radical Motors e Luca Bassani - Fonte: Eversports

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Pietro Fantin renova com International Draco Racing e disputa World Series by Renault em 2015.


Pietro Fantin renovou seu contrato com a equipe italiana International Draco Racing e seguirá no grid da Fórmula Renault 3.5, principal certame da World Series by Renault, para a temporada de 2015. O brasileiro, de 23 anos recém-completados, oficializou sua permanência na escuderia baseada em Bérgamo nesta terça-feira (9 de dezembro) confiante em progredir com o trabalho apresentado neste ano, quando conquistou um pódio, em Moscou, como seu melhor resultado. Fantin é o primeiro piloto confirmado pela International Draco Racing para 2015.

Desta forma, Pietro também é o primeiro brasileiro garantido no grid da categoria para o ano que vem. Será sua terceira temporada na World Series by Renault. No seu ano de estreia, Fantin guiou pela Arden Caterham e foi companheiro de equipe do luso Antonio Felix da Costa, hoje piloto da BMW no DTM. Foi um ano de aprendizado para o curitibano, que somou quatro top 10, três rookie-podiuns e terminou o campeonato em 21º lugar, com 14 pontos.


Em 2014, Fantin aceitou o convite da italiana International Draco Racing, chefiada por Guto Negrão, ex-piloto da Stock Car, e assumiu um desafio diferente ao ser a principal referência da escuderia na pista. Além do brasileiro, a equipe contou com o novato Luca Ghiotto. A temporada iniciou de forma bastante promissora pelos resultados mostrados nos testes de inverno, mas Pietro teve de lidar com uma série de infortúnios ao longo do ano. Ainda assim, o piloto conquistou cinco top 10 no ano e faturou seu primeiro pódio na categoria, em Moscou. Fantin encerrou o ano em 15º lugar, com 34 pontos.

Feliz por continuar representando as cores prata, azul e vermelho da International Draco Racing, Pietro Fantin acredita que a continuidade do trabalho e o entrosamento com mecânicos e engenheiros vão ajudar muito nos trabalhos para a temporada de 2015, que já iniciaram com testes coletivos bastante produtivos em Jerez, Aragón e em Barcelona, nas últimas semanas. Na visão do piloto, um grande desempenho no ano que vem será fundamental para o próximo passo na sua carreira, uma vez que a World Series by Renault tem sido, nos últimos anos, a grande vitrine para a F1. Além do tetracampeão Sebastian Vettel, a categoria já promoveu recentemente nomes como Jaime Alguersuari, Daniel Ricciardo, Jean-Eric Vergne, Jules Bianchi, Kevin Magnussen, Will Stevens e, para 2015, o atual campeão, Carlos Sainz Jr.


O calendário para a temporada 2015 da principal categoria da World Series by Renault compreende nove finais de semana, sempre em regime de rodada dupla, exceção feita à etapa de Mônaco, marcada para 24 de maio. O campeonato terá início em 25 de abril, em Motorland, e a rodada final terá lugar, assim como foi em 2014, no circuito de Jerez, também na Espanha.

Pietro Fantin:

“Estou muito feliz por ter novamente a oportunidade de estar na World Series by Renault e representar a International Draco Racing por mais uma temporada. 2014 foi um ano de muitos desafios, dificuldades, mas conquistamos um pódio e muito crescimento, de forma que continuar com a equipe reforça nossas ambições para o próximo ano. Desde o primeiro treino com a Draco, ainda em 2013, tive um ótimo entrosamento com todos, então acredito que permanecer com a equipe vai fortalecer demais nosso trabalho para que tenhamos um 2015 bem-sucedido, que é o que todos nós esperamos. Por isso é que começamos a trabalhar duro desde já de olho no ano que vem para preparar nosso carro da melhor forma para um ano que será crucial para minha carreira”.


Calendário da temporada 2015 da World Series by Renault:

1. 25 e 26/04 - Motorland Aragón, Espanha
2. 24/05 - Monte Carlo, Mônaco
3. 30 e 31/05 - Spa-Francorchamps, Bélgica
4. 13 e 14/06 - Hungaroring, Hungria
5. 27 e 28/06 - Red Bull Ring, Áustria
6. 29 e 30/08 - Silverstone, Inglaterra
7. 12 e 13/09 - Nürburgring, Alemanha
8. 26 e 27/09 - Le Mans (Circuito Bugatti), França
9. 17 e 18/10 - Jerez, Espanha

Fotos: Paolo Pellegrini - Fonte: Eversports

Gustavo Lima comemora vitória inédita nas 6 Horas de Kart de Brasília e mira desafio nas 500 Milhas.


Gustavo Lima voltou a sentir o doce sabor da vitória no automobilismo. No último sábado (6 de dezembro), o jovem piloto de 18 anos ajudou a equipe Dibo Kart Team a conquistar o triunfo na 13ª edição das 6 Horas de Kart de Brasília, ao lado de grandes nomes como Felipe Nasr - brasileiro contratado pela Sauber para disputar a temporada 2015 da F1 -, Nelsinho, Rodrigo e Pedro Piquet, e Daniel Correa. A prova, realizada no Ferrari Kart, dentro do complexo do autódromo internacional, reuniu mais de 30 times e levou à pista alguns dos principais pilotos do esporte a motor do Brasil.

Largando com o kart #1, Felipe Nasr abriu a disputa para a equipe. Nas primeiras horas, o asfalto estava molhado devido à forte chuva na região do kartódromo, mas aos poucos a pista foi secando. Durante o revezamento de pilotos, Gustavo assumiu a condução do kart em quarto lugar e conseguiu imprimir um bom ritmo para completar seu turno na liderança da prova. Na sequência, Rodrigo Piquet manteve a ponta, enquanto Nelsinho Piquet completou a prova e confirmou a vitória para a equipe, que correu 'em casa'.


Após a disputa bem-sucedida em Brasília, Gustavo Lima agora se prepara para fechar a temporada 2014 nas pistas. O piloto vai disputar pela primeira vez as tradicionais 500 Milhas de Kart, no Kartódromo do Parque Beto Carrero em Penha, Santa Catarina, formando equipe ao lado de pilotos como Julio Campos, Antônio Pizzonia, Gabriel Casagrande (todos atualmente na Stock Car), Vinícius Paparelli, entre outros. Os primeiros treinos começam na quarta-feira, enquanto a largada da prova está marcada para 10h de sábado (13 de dezembro), com o término previsto para 21h45 (horário de Brasília), com flashes ao vivo e exibição da corrida a partir das 20h45 pelo canal por assinatura SporTV.


Gustavo Lima:

“Foi um fim de semana muito bom para nós, uma corrida bem agitada. Largamos em 5º, e logo o Felipe Nasr conseguiu levar o kart para primeiro. Quando assumi, estávamos em quarto, mas consegui colocar nossa equipe de novo na frente, e daí em diante, foi só manter o bom trabalho e comemorar a vitória. Com isso, vou super motivado para minha estreia nas 500 Milhas. Nunca andei na pista do Beto Carrero, mas estou em um bom time, e vamos fazer de tudo para estar entre os melhores e fechar a temporada da melhor forma possível”.

Fonte: Eversports - Fotos: divulgação

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Ao lado de Felipe Nasr e Rodrigo Piquet, Gustavo Lima participa das 6 Horas de Kart de Brasília.


Prestes a definir seu futuro para a temporada 2015 do automobilismo, Gustavo Lima volta a competir neste fim de semana, quando será disputada a 13ª edição das tradicionais 6 Horas de Kart de Brasília. A competição, que terá lugar no Ferrari Kart (dentro do complexo do Autódromo Internacional) no próximo sábado, 6 de dezembro, às 15h, contará com a presença de alguns dos principais pilotos do Brasil como Felipe Nasr, Nelsinho Piquet, Pedro Piquet, Vitor Meira e Felipe Guimarães. Para Gustavo, será a chance de voltar a competir depois de encerrar sua passagem pela F4 Inglesa, neste ano.

O jovem de 18 anos vai competir pela Dibo Kart Team, comandada pelo chefe de equipe Dibo Moisés, e terá como companheiros de equipe Nasr, test-driver da Williams e terceiro colocado na GP2 neste ano e piloto da Sauber para a temporada 2015 da F1, além de Rodrigo Piquet, bicampeão brasileiro de kart e sobrinho do tricampeão do mundo, Nelson Piquet. Para Gustavo, será uma volta às origens, uma vez que o piloto, como a maioria daqueles que militam atualmente no automobilismo, teve seu início no kartismo, em Brasília, com a Dibo Kart Team.


Nesta temporada, Gustavo participou do renomado Toyota Racing Series, na Nova Zelândia, e disputou parte do campeonato da F4 Inglesa, chegando a conquistar a vitória na etapa de Brands Hatch. Integrante da Academia de Jovens Talentos da McLaren em 2014, Lima, em decisão conjunta tomada pelo seu manager, o britânico Mark Blundell, optou por centrar forças para a temporada 2015, sobre a qual pretende anunciar seu futuro nas próximas semanas.

A prova deste fim de semana é organizada pelo Kart Racing Clube e terá supervisão da Federação de Automobilismo do Distrito Federal. A expectativa é que o evento conte com pelo menos 30 karts, passando da marca de 60 pilotos inscritos. O cronograma prevê a realização de dois treinos livres, de 20 minutos cada, além da tomada de tempos, de 15 minutos. A premiação das 6 Horas de Kart de Brasília compreende a entrega de R$ 5.000, sendo R$ 2.500 para a equipe vencedora, R$ 1.500 para a segunda colocada e R$ 1.000 para a terceira.


Gustavo Lima:

“Estou muito feliz por voltar a disputar as 6 Horas de Kart de Brasília. Voltar a correr com o Dibo, que é uma lenda do kart, é muito bom, é um retorno às origens. Nosso time é muito forte e tem totais condições de vencer a prova. Terei a honra de correr ao lado do Felipe Nasr, que está na F1 e tem todas as credenciais de um grande piloto, e também ao lado do Rodrigo Piquet, um multicampeão do kart brasileiro. Então será uma ótima oportunidade de aproveitar e também poder ajudar a equipe a brigar pela vitória neste fim de semana”.

Fotos: Flavio Quick e Jakob Ebrey - Fonte: Eversports

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Mercedes-Benz Challenge: Hitech Racing brilha em Curitiba com vitória e pódio na etapa final de 2014.


Brilhou forte a estrela da Hitech Racing Brazil neste fim de temporada 2014. Uma semana depois de Matheus Iorio entregar à equipe de Pinhais a vitória na F3 Brasil na categoria Light, em Goiânia, neste domingo (30 de novembro) foi a vez de Eduar Merhy Neto fechar o fim de semana no topo do pódio. O piloto paranaense coroou um ano de retorno ao automobilismo após mais de duas décadas com o triunfo na 8ª e última prova do Mercedes-Benz Challenge, disputada na casa da Hitech Racing, em Curitiba. Para completar o grande trabalho do time chefiado por Rodrigo Contin, Lorenzo e Paulo Varassin finalizaram a disputa em terceiro lugar. Um autêntico desfecho de campeonato com chave de ouro.

Desde o início das atividades de pista, no último sábado, a Hitech Racing apresentou ótimo desempenho, como já havia ocorrido nas duas etapas realizadas em Curitiba na temporada, onde a equipe de Pinhais dois pódios no Mercedes-Benz Challenge. Na tomada de tempos, Eduar Merhy Neto faturou o segundo lugar no grid, enquanto Lorenzo e Paulo Varassin obtiveram o sexto melhor tempo. As colocações na dianteira do alinhamento inicial deram à escuderia uma expectativa bastante positiva para domingo.


A corrida foi bastante interessante desde o início. Eduar manteve o segundo lugar, enquanto Lorenzo Varassin, responsável pela largada do CLA 45 AMG #37, caiu para nono, mas o piloto partiu em busca da recuperação na prova. Na volta 3, um incidente envolvendo alguns pilotos causou vazamento de óleo no asfalto, e Merhy Neto deu uma escapada de pista, porém seu carro #8 não sofreu qualquer avaria e se manteve na disputa, mas em quarto lugar.


Ao longo da prova, Eduar permaneceu em quarto, enquanto Lorenzo conseguiu recuperar as posições perdidas na largada e já era novamente o sexto colocado. Na metade da disputa, foi aberta a janela para pit-stop obrigatório em Curitiba, e a Hitech Racing fez um grande trabalho com seus dois carros. Paulo Varassin assumiu a condução do #37 e ganhou boas posições, ingressando no rol dos três primeiros. Com Merhy Neto, o resultado foi ainda melhor. A equipe fez o pit-stop do piloto no limite da janela para troca de pneus e o colocou de volta à pista na liderança da corrida, coroando uma grande estratégia. Daí por diante, coube a Eduar apenas levar o carro à bandeirada final e comemorar sua primeira vitória no Mercedes-Benz Challenge, enquanto Lorenzo e Paulo Varassin completaram o pódio nesta tarde.

Desta forma, a Hitech Racing completa sua primeira temporada na categoria com uma vitória, de Eduar Merhy Neto, e outros três pódios, sendo um com Eduar e outros dois com Paulo e Lorenzo Varassin, confirmando um ótimo ano de estreia da equipe em competições do turismo brasileiro. Na classificação final, Paulo e Lorenzo Varassin terminaram em quarto lugar, com 78 pontos cada, enquanto Eduar Merhy Neto terminou em nono, com 65. O título ficou com Arnaldo Diniz Filho, com 93.


Rodrigo Contin:

“Nosso resultado hoje não poderia ter sido melhor. Foi muito merecido, nossa equipe merecia muito terminar um trabalho feito com tanta dedicação no alto do pódio. E fechamos com chave de ouro. O Eduar fez muito por merecer a vitória, foi um dos mais rápidos da temporada, talvez até o mais rápido, e finalmente conquistou uma vitória que por muitas vezes bateu na trave. Ainda tivemos um contratempo devido ao óleo na pista, mas felizmente montamos uma grande estratégia e deu tudo certo. O resultado do Lorenzo e do Paulo também foi ótimo aqui, eles conseguiram mais um pódio na temporada, novamente em Curitiba, o que mostra o quanto estivemos fortes aqui neste ano. Foi um excelente fim de temporada, e isso nos dá muita esperança de voltar ano que vem e lutar pelo título”.


Mercedes-Benz Challenge, 8ª etapa, Curitiba, final:

1 - Eduar Merhy Neto, Hitech Racing, 27 voltas, 47:53s972
2 - Adriano Rabelo, Cordova Motorsports, +7s626
3 - Lorenzo Varassin/Paulo Varassin, Hitech Racing, +9s174
4 - Peter Feter, LT Team, +11s740
5 - Fernando Junior/Roger Sandoval, WCR, +13s310
6 - Arnaldo Diniz Filho, Comark Racing, +14s197
7 - Rodrigo Hanashiro, A.Mattheis, +15s598
8 - Linneu Linardi, Linardi Sports, +21s087
9 - Stuard Turvey, Comark Racing, +22s738
10 Neto De Nigris, De Nigris/Europamotors, +22s869
11 Fernando Amorim, Fiolux/Rsports Racing, +23s346
12 Carlos Kray, CKR Racing, +28s488
13 Cristian Hahn/Marcelo Hahn, Blau Motorsport, +31s740
14 Baltazar Jr., Scuderia 111, +39s884
15 Alexandre Molles Silva, A.Mattheis, +42s553
16 Pierre Ventura, CKR Racing, +52s930
17 Paulo Totaro/Ralf Pufleb, LT Team, +1min03s476
18 Danilo Pinto, Scuderia 111, +1min17s764
19 Fernando Poeta/Luis Carlos Ribeiro, Mottin Racing, +6 voltas
20 Carlos Alberto Fonseca, Center Bus Racing Team, +9 voltas
21 Fernando Fortes, J.Star, +25 voltas

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

Rafael Suzuki faz melhor prova na Stock Car, ganha nove posições e fecha etapa de Curitiba em 8º.


Rafael Suzuki completou sua primeira temporada como piloto da Stock Car com uma grande corrida e seu melhor resultado na principal categoria do automobilismo brasileiro. Na disputa que marcou o término do campeonato, neste domingo (30 de novembro), em Curitiba, o novato da equipe carioca ProGP exibiu bela performance do início ao fim, conseguiu escapar dos inúmeros incidentes que aconteceram nas primeiras voltas, ganhou nove colocações em relação à sua posição de largada e, pela primeira vez, cruzou a linha de chegada no top 10, em oitavo lugar. De quebra, o paulista radicado no Maranhão somou 26 pontos graças ao regulamento que previu distribuição de pontos em dobro na última rodada da temporada 2014.

A corrida deste domingo teve um início complicado. Nas duas primeiras voltas, vários pilotos se envolveram em incidentes nas primeiras curvas, o que resultou na primeira entrada do safety car. Suzuki largou da 17ª colocação, teve muita competência para escapar de toda a confusão e logo na segunda volta já era o sétimo, ganhando dez posições. Desde então, o novato não deixou mais o top 10 da prova e partiu para concretizar seu melhor desempenho neste desafiador ano de estreia na Stock Car.


O primeiro safety car deixou a pista na quinta volta, e Suzuki acabou sendo superado por Nonô Figueiredo. Porém, na volta seguinte, o piloto da ProGP deu o troco e retomou a sétima colocação. Daí em diante, Rafael controlou sua corrida e permaneceu o máximo de tempo possível na disputa antes de entrar nos boxes para cumprir sua parada obrigatória para troca de pneus, na 17ª volta. Durante a janela de pit-stops, o dono do carro #8 chegou a andar em segundo lugar pouco antes de fazer sua parada. Mesmo enfrentando um pequeno problema, o piloto conseguiu retornar à prova, novamente em boa colocação.

Suzuki voltou em nono, mas logo no giro seguinte ocupava o oitavo lugar. Daí em diante, o piloto de 27 anos manteve o ótimo ritmo de prova e, com a corrida controlada, restava apenas levar o carro até a bandeirada. E ela veio após 29 voltas: Rafael cruzou a linha de chegada e comemorou seu melhor resultado para fechar da melhor forma um ano de estreia em uma das categorias mais competitivas do automobilismo mundial. A vitória ficou com Daniel Serra, enquanto Rubens Barrichello, terceiro, comemorou pela primeira vez um título na Stock Car.


Em 12 etapas na temporada, Rafael Suzuki somou pontos em oito, sendo sete de forma consecutiva, culminando com a prova deste domingo em Curitiba. No total, o piloto da ProGP completou o campeonato com 47,5 pontos. Considerando todas as dificuldades de um ano de estreia, o paulista, que adotou São Luís como sua residência, avaliou de forma bastante positiva sua jornada em 2014, recheada de aprendizado, novas experiências e muita evolução neste seu retorno ao automobilismo nacional. Depois de comemorar o bom resultado neste domingo, Suzuki já começa a focar na temporada 2015, ano em que estará mais forte e, com muito mais quilometragem, prevê dar um salto de qualidade e competitividade na categoria.


Rafael Suzuki:

“Terminar o ano entre os dez melhores aqui em Curitiba foi um grande resultado não só para mim, mas também para toda a equipe. Não começamos bem o fim de semana, mas não desistimos, tivemos paciência e estudamos cada detalhes para melhorarmos, e conseguimos. Conquistar o melhor resultado na última corrida nos enche de motivação para 2015, tenho certeza de que toda a experiência do ano de estreia somado ao desenvolvimento do carro fará toda a diferença no futuro”.

Stock Car, 12ª etapa, Curitiba, classificação final:

1 - Daniel Serra, Red Bull Racing, 29 voltas, 41:28s103
2 - Átila Abreu, Mobil Super Racing, +0s482
3 - Rubens Barrichello, Full Time Competições, +1s782
4 - Cacá Bueno, Red Bull Racing, +4s344
5 - Allam Khodair, Full Time Competições, +8s045
6 - Nonô Figueiredo, Mobil Super Racing, +20s903
7 - Felipe Lapenna, Hot Car Competições, +20s961
8 - Rafael Suzuki, ProGP, +28s465
9 - Fabio Fogaça, Carlos Alves Competições, +32s258
10 Tuka Rocha, RZ Motorsport, +32s808
11 Popó Bueno, Shell Racing, +33s068
12 Diego Nunes, C2 Team, +33s095
13 Sergio Jimenez, Voxx Racing Team, +40s052
14 Ricardo Maurício, Eurofarma RC, +40s991
15 Galid Osman, Ipiranga RCM, +44s255
16 Felipe Tozzo, Boettger Competições, +41s846
17 Alceu Feldmann, Hanier Racing, +1 volta
18 Luciano Burti, Vogel Motorsport, +1 volta
19 Valdeno Brito, Shell Racing, +1 volta
20 Denis Navarro, Voxx Racing Team, +1 volta
21 Max Wilson, Eurofarma RC, +1 volta
22 Beto Cavaleiro, Hanier Racing, +1 volta
23 Antonio Pizzonia, Prati-Mico’s Racing, +6 voltas
24 Julio Campos, Prati-Mico’s Racing, +8 voltas
25 Bia Figueiredo, ProGP, +14 voltas
26 Gabriel Casagrande, C2 Team, +17 voltas
27 Lucas Foresti, RC3 Bassani, +25 voltas
28 Thiago Camilo, Ipiranga RCM, +28 voltas
29 Ricardo Zonta, RZ Motorsport, +28 voltas
30 Marcos Gomes, Carlos Alves Competições, +28 voltas
31 Felipe Fraga, Vogel Motorsport, +29 voltas
32 Raphael Matos, Hot Car Competições, +29 voltas
33 Vitor Genz, Boettger Competições, +29 voltas

Fotos: Carsten Horst e Rafael Gagliano/Hyset - Fonte: Eversports

domingo, 30 de novembro de 2014

Mercedes-Benz Challenge: Hitech Racing garante lugar na primeira fila do grid de largada em Curitiba.


Foi por muito pouco que a pole position não veio. Contudo, o desempenho da Hitech Racing neste sábado (29 de novembro) que antecede a oitava e derradeira etapa da temporada 2014 do Mercedes-Benz Challenge mostrou mais uma vez o potencial alcançado pela equipe de Pinhais no seu primeiro ano na categoria. Eduar Merhy Neto chegou a liderar a tomada de tempos, realizada no fim desta tarde, mas acabou sendo superado no fim por apenas 0s089 e largará em segundo. O duo formado por Paulo e Lorenzo Varassin também teve bela atuação e garantiu um lugar na terceira fila do grid da prova deste domingo.

A performance de hoje comprovou o ótimo rendimento que a Hitech Racing exibiu pelo Mercedes-Benz Challenge neste ano em Curitiba. Nas duas corridas realizadas até agora no circuito paranaense, o time chefiado pelo engenheiro mecânico Rodrigo Contin faturou dois pódios, um com Merhy Neto e outro com Paulo e Lorenzo Varassin, pai e filho. A expectativa para este fim de semana é repetir ou até melhorar o retrospecto e lutar pela vitória no domingo.


O fim de semana começou um tanto conturbado para Eduar Merhy Neto, que praticamente não treinou na sessão livre da manhã por conta de problemas no seu CLA 45 AMG #8. Entretanto, o período da tarde foi muito melhor para o paranaense, que fechou em quinto o segundo treino livre e ficou muito perto da pole position ao marcar 1:29s436 no seletivo circuito de Curitiba. Já a dupla da família Varassin sempre figurou entre os dez primeiros colocados. No segundo treino, pai e filho lideraram a tabela de tempos e, na classificação, ficaram a apenas 0s236 do tempo da pole. Foi uma sessão extremamente equilibrada, com 16 pilotos andando no mesmo segundo.

A etapa final do Mercedes-Benz Challenge em 2014 está prevista para 12h25 (horário de Brasília) deste domingo. A corrida, com duração de 45 minutos mais uma volta, terá transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports e por VT, às 14h30, pela RedeTV.

Rodrigo Contin:

“Foi uma tomada de tempos bastante disputada, como tem sido a tônica da categoria. Tivemos um ótimo desempenho, nossos dois carros tinham chances reais de faturar a pole-position, sendo apenas uma questão de encaixar a volta ideal. Ficamos bem próximos, faltou pouco, mas dou parabéns aos nossos pilotos e vamos amanhã com uma expectativa para fazer uma bela corrida na nossa casa e lutar por esta vitória tão desejada”.