domingo, 29 de março de 2015

Ferrari acerta na estratégia e Vettel vence o GP da Malásia.


Após um início de final de semana com a Mercedes dominando todos os treinos livres e classificação para o Grande Prêmio da Malásia, as atenções estavam voltadas para a dupla do time alemão, a expectativa era ver uma vitória fácil em Sepang neste domingo, mas a Ferrari acertou na estratégia e conseguiu sair com a vitória, graças a bela exibição do alemão Sebastian Vettel, que demonstrou toda experiência dos tempos de RBR e voltou ao lugar mais alto do pódio em sua segunda corrida pelo time de Maranello.

A prova teve uma largada tranquila, Hamilton manteve a ponta seguido por Rosberg e Vettel, o brasileiro Felipe Massa fez uma boa largada e pulou de 7º para o 5º posto, seu compatriota Felipe Nasr também saiu bem, ganhando três posições. Mas um incidente com o sueco Marcus Ericsson (Sauber) que ficou parado em posição perigosa, fez com que o safety-car fosse à pista, a Mercedes resolveu mandar seus pilotos para fazerem o primeiro pit-stop e a Ferrari adotou a estratégia de deixar Vettel na pista, o alemão conseguiu abrir vantagem e mostrou ritmo forte para manter a posição até o fim, perdendo a liderança apenas durante suas paradas nos boxes.

Hamilton bem que tentou retomar sua posição, mas hoje era o dia do time italiano que mesmo não tendo um carro campeão, sempre é capaz de surpreender. Vettel guiou com maestria e fez por merecer a vitória, que lhe coloca em 2º no mundial de pilotos. Nico Rosberg teve que se contentar com o 3º lugar, Kimi Raikkonen foi o 4º, após uma corrida de recuperação. Valtteri Bottas na última volta superou o companheiro Massa e terminou em 5º. Max Verstappen fez história ao conseguir chegar em 7º, o holandês de apenas 17 anos pontuou em seu ano de estreia na categoria.

Carlos Sainz Jr, Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo completaram a zona de pontuação. O espanhol Fernando Alonso fez sua reestreia pela McLaren mas não teve muita sorte, seu carro apresentou problemas e ele teve que abandonar. Hamilton segue líder com 43 pontos, Vettel chega aos 40, Rosberg aos 33 e Felipe Massa é o 4º com 20 pontos. A Fórmula 1 permanece na Ásia, onde no dia 12 de abril acontece o Grande Prêmio da China, a prova será realizada no circuito de Shanghai.  

segunda-feira, 23 de março de 2015

Hitech Racing destaca evolução em Goiânia e fecha fim de semana com pontos no Brasileiro de Turismo.


Em seu primeiro desafio duplo na temporada de 2015, a Hitech Racing Brazil disputou neste fim de semana, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, as etapas de abertura do Campeonato Brasileiro de Turismo e também do Mercedes-Benz Challenge. O time chefiado por Rodrigo Contin, no entanto, teve de lidar com vários problemas desde o início das atividades de pista e não conseguiu explorar seu melhor potencial em pista. Ainda assim, a equipe conquistou seus primeiros pontos no Brasileiro de Turismo com o novato Marco Túlio Souza no sábado e, neste domingo, com o experiente Pedro Boesel. No Mercedes-Benz Challenge, Lorenzo e Paulo Varassin tiveram de abandonar a prova, realizada nesta tarde.

No Brasileiro de Turismo, a Hitech Racing contou com Pedro Boesel, dono de experiência na categoria de acesso e também na Stock Car, e o jovem Marco Túlio, piloto de 19 anos que, apesar de correr em casa, jamais havia acelerado o Autódromo de Goiânia. Em sua dupla estreia, na categoria e na pista, Souza enfrentou dificuldades que são comuns a um novato, mas fez uma consistente primeira corrida, no sábado, e foi ganhando posições preciosas até cruzar a linha de chegada em um bom sétimo lugar.


Boesel, que não completou a corrida no sábado, reagiu no domingo. Vindo do fundo do pelotão, o curitibano radicado no Rio de Janeiro conseguiu se recuperar aos poucos. Mesmo tendo de lidar com muitos problemas de vibração e não encontrar o ritmo ideal para seu carro, Pedro conseguiu terminar a corrida na zona de pontuação e repetiu o resultado de Marco Túlio no sábado. O jovem goiano, por sua vez, abandonou durante a terceira volta de corrida.

A jornada da Hitech Racing no fim de semana terminou durante a disputa da primeira corrida do ano no Mercedes-Benz Challenge. Lorenzo e Paulo Varassin tiveram de lidar com muitos problemas de turbina no CLA 45 AMG #37 e conseguiram o 17º lugar no grid de largada. Coube a Lorenzo, o filho, iniciar a prova. O experiente piloto conseguiu ganhar muitas posições no início devido a um fortíssimo acidente. Após a relargada, Varassin estava entre os ponteiros e tinha um ritmo competitivo quando se envolveu em um incidente de corrida que acarretou na quebra da suspensão do seu carro, encerrando a participação da dupla aos 25 minutos de prova.


A segunda etapa do Brasileiro de Turismo, categoria de acesso à Stock Car, será disputada em 26 de abril no Autódromo do Velopark, no Rio Grande do Sul. Antes, porém, o Mercedes-Benz Challenge volta a se reunir para a segunda corrida do ano, no dia 5 de abril, no circuito de rua de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

Rodrigo Contin:

“Tivemos um fim de semana bastante complicado e cheio de incidentes, mas, pelo lado positivo, notamos uma boa evolução em nossa performance. Somamos pontos no Brasileiro de Turismo tanto com o Marco Túlio, que estreou de forma muito positiva, como também com o Pedro Boesel, no retorno dele à categoria. Enfrentamos alguns problemas em Goiânia, mas mesmo assim conseguimos apresentar uma boa evolução, então acredito que possamos estar mais competitivos no Velopark. No Mercedes-Benz Challenge, ontem tivemos de lidar com uma falha mecânica que comprometeu nossa classificação, mas nossa equipe trabalhou duro e deu ao Paulo e Lorenzo Varassin um carro competitivo. Infelizmente, num incidente de corrida, tivemos de abandonar quando tínhamos chance até de lutar por um lugar no pódio. Mas tudo isso nos dá muita força para trabalhar ainda mais pensando na próxima etapa”.

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

Stock Car: Acidente impede prova de recuperação de Rafael Suzuki e Antonio Pérez em Goiânia.


Em grande estilo, a temporada 2015 da Stock Car, a principal categoria do automobilismo nacional, começou oficialmente neste domingo (22 de março) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia. A Corrida de Duplas, que reuniu 66 pilotos, sendo 14 deles com passagem pela F1, abriu um campeonato que promete ser disputado do começo ao fim. A prova também marcou a estreia de Rafael Suzuki pela equipe RZ Motorsport. Neste fim de semana, o paulista radicado no Maranhão abriu sua segunda temporada na Stock Car correndo ao lado do seu convidado, o mexicano Antonio Pérez, campeão da Nascar México em 2008 e irmão de Sergio Perez, piloto da Force Índia na F1.

O fim de semana começou de forma difícil para o duo, uma vez que os pilotos, na maioria das vezes, tiveram de guiar no asfalto molhado em Goiânia, dificultando a busca pelo acerto ideal do #8. Na sessão classificatória, o grid de largada foi definido pela média dos tempos da melhor volta do piloto titular e do convidado. A dupla Suzuki/Pérez teve problemas com o carro e acabou assegurando apenas o 29º lugar no grid.


A esperança da dupla em Goiânia estava em um bom ritmo de corrida, como Rafael apresentou de forma constante em sua temporada de estreia na Stock Car. Durante a primeira parte da prova, que teve duração de 50 minutos mais uma volta, Suzuki realizou boas ultrapassagens, ganhando várias posições e chegando a andar no top-10, quando postergou ao máximo sua parada durante a janela de pit-stops para troca de pilotos. Rafael, então, entregou a condução do seu carro para Pérez. Poucas voltas após a parada, uma quebra independente na asa traseira comprometeu o equilíbrio do carro. Mesmo diante do problema, Antonio Pérez seguia com ritmo competitivo para entrar na zona de pontuação (12 primeiros), quando um acidente durante uma disputa forçou o abandono a quatro voltas do fim da corrida.


Rafael, embora não tenha saído com o objetivo completo, ficou satisfeito com sua primeira corrida pela RZ Motorsport e, sobretudo, pelo bom entrosamento com sua nova equipe e também com o piloto convidado. Em sua primeira vez correndo no Brasil, Pérez destacou a competitividade e grandeza da categoria.

A próxima etapa da Stock Car acontece no dia 5 de abril, no circuito de rua de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O piloto Rafael Suzuki tem o apoio de Grupo Mateus, Head&Shoulders e Leites Manacá.


Rafael Suzuki:

“Depois de um começo de fim de semana complicado, conseguimos solucionar a maioria dos nossos problemas e dificuldades para a corrida. Tínhamos um ritmo competitivo e pude ganhar várias posições na pista, o que é motivador para toda temporada. Não saímos com os pontos, acidentes acontecem, mas saímos com uma boa perspectiva para a 2ª etapa, onde o campeonato começa a valer mais pontos e terá um peso maior”.

Antonio Pérez:

“Gostei muito do carro e da categoria. Quase não treinei no seco, então dificultou um pouco a adaptação, mas na corrida estávamos bem, ganhando várias posições, e perto dos pontos. Infelizmente não conseguimos completar a prova depois do toque que levei. Mas no geral foi uma ótima experiência e espero voltar no ano que vem”.

Fotos: Carsten Horst/Hyset - Fonte: Eversports

Na estreia pelo Brasileiro de Turismo, Gustavo Lima ganha 11 posições e fecha etapa de Goiânia em 6º.


Gustavo Lima terminou de forma positiva o fim de semana que marcou sua estreia no Campeonato Brasileiro de Turismo. A categoria de acesso à Stock Car realizou sua primeira rodada dupla entre sábado e domingo (21 e 22 de março) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, e representou também a primeira vez do brasiliense de 18 anos correndo em carros fechados. Os últimos dias trouxeram ao jovem piloto da C2 Team, além de muito aprendizado e quilometragem, um resultado muito bom neste domingo. Gustavo ganhou 11 posições ao longo da prova, realizada pela manhã, e cruzou a linha de chegada em sexto lugar.

Durante os treinos, Lima apresentou evolução constante, e isso se mostrou nítido na tabela de tempos. Tanto que o novato se garantiu no grupo dos dez primeiros do grid de largada da primeira corrida do fim de semana, marcada para sábado à tarde. Contudo, antes mesmo de sair para a volta de alinhamento no grid, Gustavo enfrentou um problema no motor do seu carro e sequer teve a chance de largar, adiando assim sua estreia para este domingo.


Devido aos resultados de sábado e ao regulamento da competição, Gustavo Lima teve de iniciar a corrida do domingo no fim do grid, mais precisamente em 17º lugar. A intenção seria acumular experiência e buscar fechar a prova na zona de pontuação. Porém, o brasiliense conseguiu fazer bem mais. Lima conseguiu se esquivar dos acidentes ao longo da disputa e foi ganhando muitas posições, tanto que, na primeira volta, já era o oitavo colocado, e seguiu evoluindo.

Ao longo da corrida, Gustavo alcançou o quinto lugar, colocação que conseguiu manter quase até a última volta, quando foi ultrapassado. Ainda assim, o piloto cruzou a linha de chegada numa ótima sexta colocação, à frente de adversários com muito mais experiência na categoria. Depois de um sábado frustrante, o domingo foi de sorrisos para o debutante no Brasileiro de Turismo em Goiânia.


Muito feliz com o resultado obtido neste domingo, Gustavo Lima não terá tempo para descanso. Nesta semana, o piloto embarcará para a Europa, onde vai gravar os primeiros desafios do reality internacional Race To 24, no qual o brasileiro, ao lado de mais 23 pilotos, lutará por uma vaga para correr as 24 Horas de Le Mans de 2015. O primeiro episódio do reality será exibido na próxima quinta-feira, 26 de março.

Gustavo Lima:

“Foi um fim de semana de muito aprendizado para todos nós. Trabalhamos muito durante todos esses dias e viemos evoluindo de forma constante. Infelizmente, ontem não conseguimos disputar a prova, então fizemos nossa estreia mesmo hoje. E deu tudo certo. Largamos praticamente do último lugar e recuperamos muitas posições logo na primeira volta. Estava muito rápido, mas no fim da prova nosso carro perdeu rendimento e não pude atacar da maneira que gostaria, poderia até ter chegado em quarto. Mas depois de tudo o que passamos, esse sexto lugar foi um resultado muito bom para uma estreia no Brasileiro de Turismo”.


Brasileiro de Turismo, Goiânia, etapa 1, corrida 2, final:

1 - Danilo Dirani, Bravar, 24 voltas, 37:14s063
2 - Marco Cozzi, W2 Racing, +4s895
3 - Gabriel Robe, Motortech Competições, +7s238
4 - Edson Coelho, J. Star Racing, +23s837
5 - Felipe Guimarães, W2 Racing, +27s866
6 - Gustavo Lima, C2 Team, +30s347
7 - Pedro Boesel, Hitech Racing, +42s393
8 - Tito Morestoni, R Sports, +1:00s853
9 - Renato Braga, R K L Motorsports, +1:33s861
10 Marcio Campos, Motortech Competições, +1 volta
11 Adibe Marques, Voxx Racing, +1 volta
12 Felipe Donato, Nascar Motorsport, +2 voltas
13 Gustavo Myasava, J. Star Racing, +5 voltas
14 Mauri Zaccarelli, R Sports, +9 voltas
15 Flavio Matheus, C2 Team, +19 voltas
16 Dennis Dirani, Voxx Racing, +19 voltas
17 Marco Túlio Souza, Hitech Racing, +22 voltas
18 Antonio Matiazi, R K L Motorsports, não largou

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

domingo, 22 de março de 2015

Problema na suspensão afasta Augusto Farfus da luta pelo pódio nas 12 Horas de Sebring.


O desfecho da 63ª edição das 12 Horas de Sebring, na noite deste sábado (21 de março), não foi o esperado nem para Augusto Farfus e tampouco para a BMW, que comemorou o aniversário de 40 anos de sua primeira grande vitória nos Estados Unidos. O piloto brasileiro, que disputou a corrida na classe GT Le Mans e dividiu a condução da BMW Z4 GTLM #25 com Bill Auberlen e Dirk Werner, não conseguiu lutar pelo pódio depois de o carro, com pouco mais de 5 horas de prova, apresentar um problema na suspensão traseira. A falha mecânica fez o conjunto do Team RLL - equipe oficial da BMW - perder 13 voltas em relação aos líderes da categoria, colocando fim a qualquer possibilidade de um bom resultado na segunda etapa da temporada 2015 do Tudor United SportsCar Championship.

Coube a Werner iniciar a corrida largando da quarta colocação do grid. No princípio, o alemão andou perto dos líderes da GTLM, classe que teve uma das disputas mais apertadas da corrida praticamente do início ao fim. Dirk entregou o carro para Farfus em quinto lugar no seu primeiro turno, pouco antes das duas primeiras horas de corrida. O curitibano de 31 anos manteve a colocação e seguiu no encalço dos ponteiros, com uma curta diferença separando os cinco primeiros colocados da GT Le Mans.


Depois de Augusto, foi a vez de Bill Auberlen ir à pista. Após o stint completado pelo norte-americano, Werner reassumiu a condução da Z4. Durante seu turno, o carro começou a apresentar problemas na suspensão traseira, obrigando o alemão a parar nos pits. Os mecânicos do Team RLL tiveram de levar o veículo para a garagem e precisaram de pouco mais de 30 minutos para reparar a falha e colocar o conjunto de volta à prova, porém sem condições de lograr um bom resultado.


Farfus, Werner e Auberlen completaram 317 voltas e terminaram as 12 Horas de Sebring em 22º na classificação geral, 8º na GT Le Mans. A vitória no geral ficou com o conjunto da Action Express guiado por Sébastien Bourdais, João Barbosa e o brasileiro Christian Fittipaldi. Depois da sua participação em Sebring, Augusto regressa à Europa neste domingo para voltar o foco para o DTM. Entre quarta e sexta-feira (25 a 27 de março), o piloto acelera sua BMW M4 #18 nos testes de pré-temporada, que serão realizados no tradicional circuito do Estoril, em Portugal.


Augusto Farfus:

“Foi uma corrida triste para nós. Enfrentamos um problema com a suspensão quebrada durante a prova, o que nos custou 13 voltas e a chance de brigar por um bom resultado. De qualquer forma, não tínhamos o ritmo dos vencedores na GT Le Mans. Foi uma pena, já que viemos com uma expectativa grande para Sebring, mas nossos rivais se apresentaram com um carro mais rápido que o nosso. Faz parte. Agora volto a focar no meu trabalho na Europa com o DTM, e daqui sigo direto para o Estoril para a realização dos treinos coletivos, dando sequência à minha temporada”.

Fotos: BMW - divulgação - Fonte: Eversports

sexta-feira, 20 de março de 2015

Augusto Farfus anuncia renovação de contrato com Eurobike para temporada de 2015.


A bem-sucedida aliança entre Augusto Farfus, um dos principais pilotos do automobilismo brasileiro no exterior, e a Eurobike, maior rede concessionária de veículos premium do país, foi prorrogada por mais um ano. A parceria, iniciada em 2013, representa o patrocínio da empresa a Farfus, que levará a marca Eurobike em seu macacão e capacete ao longo de toda a temporada 2015 do DTM - Campeonato Alemão de Turismo.

Para a Eurobike, a iniciativa de apoiar um piloto como Farfus, que faz parte do grid de uma categoria de grande competitividade e relevância no esporte a motor mundial, é uma prática inovadora no mercado nacional de concessionárias. A empresa enxerga no curitibano de 31 anos, piloto oficial da BMW, o DNA da marca, já que Augusto pilota com frequência os carros da linha M, bastante procurados por clientes da Eurobike, que escolhem seus carros pela tecnologia, performance e sofisticação.

Farfus agradeceu à Eurobike pela sequência da parceria em 2015 e se mostrou honrado por estampar a marca em alguns dos principais circuitos do planeta. Em sua quarta temporada como piloto do DTM, Augusto carrega um currículo de respeito: 30 corridas, 4 vitórias, 3 poles e o vice-campeonato obtido em 2013. O piloto, que abiu a temporada com um pódio nas 24 Horas de Daytona correndo pela equipe oficial da BMW na classe GTLM, correrá no DTM novamente pelo Team RBM.

Além de representar a Eurobike no automobilismo, Augusto participa de outras ações envolvendo a empresa, como track-days e promoções. Numa delas, o vencedor do Bolão Eurobike Grande Prêmio terá, como prêmio, a chance de acompanhar Farfus ‘in loco’ durante a primeira rodada da temporada 2015 do DTM, que será disputada nos dias 2 e 3 de maio, no tradicional circuito de Hockenheim, na Alemanha.


Augusto Farfus:

“É um prazer muito grande ter uma marca brasileira tão importante como a Eurobike no meu macacão e contar com uma empresa nacional que tanto acredita e apoia o automobilismo. A paixão que eles têm em vender carros é a mesma que eu tenho em guiar, então é uma combinação perfeita, já que temos muito em comum: a paixão pela emoção e pelos carros superesportivos. Só posso agradecer à Eurobike por mais um ano de parceria e pela confiança em meu trabalho. Essa aliança, que já vem dando muito certo, tem tudo para seguir sendo ainda mais bem-sucedida ao longo de 2015”.

Henning Dornbusch, CEO do Grupo Eurobike:

“Augusto Farfus é, seguramente, um dos pilotos brasileiros de maior destaque em pistas internacionais. Único piloto brasileiro no DTM, ele representa com maestria os nossos princípios. Contar com Farfus por mais um ano levando o nome Eurobike para as pistas do mundo nos enche de alegria”.

Fotos: BMW - divulgação - Fonte: Eversports

quarta-feira, 18 de março de 2015

Augusto Farfus volta ao grid das 12 Horas de Sebring neste fim de semana em prova especial para BMW.


Fazer aniversário é sempre especial. E comemorar 40 anos de uma vitória histórica é o que a BMW fará neste fim de semana. Em 1975, a fábrica de Munique alcançou sua primeira conquista nos Estados Unidos ao vencer as 12 Horas de Sebring com um modelo BMW 3.0 CSL guiado por Hans-Joachim Stuck, Brian Redman, Allan Moffat e Sam Posey. Quatro décadas depois, a BMW, por meio de sua equipe oficial na América do Norte, o Team Rahal Letterman Lanigan (Team RLL), vai colocar duas Z4 GTLM e terá como um dos seus pilotos o brasileiro Augusto Farfus na 63ª edição das 12 Horas de Sebring, segunda etapa da temporada 2015 do Tudor United SportsCar Championship, que será disputada neste sábado (21 de março).

Antes de abrir os testes de pré-temporada do DTM, no fim do mês, em Portugal, Farfus cruza o Atlântico para disputar sua segunda corrida de endurance nos Estados Unidos em dois meses. Em janeiro, correndo nas 24 Horas de Daytona, na sua estreia pelo Team RLL, Augusto guiou a BMW Z4 GTLM #25 ao lado de Bill Auberlen, Dirk Werner e Bruno Spengler e ajudou o conjunto a terminar a prova na segunda colocação na classe GT Le Mans, ficando a menos de 0s5 do carro vencedor.


Para a disputa deste fim de semana na Flórida, o Team RLL terá três pilotos por carro. Sendo assim, Augusto dividirá a condução da BMW Z4 #25 com Auberlen e Werner. O brasileiro volta a disputar as 12 Horas de Sebring após 4 anos. Em 2011, Farfus guiou a BMW M3 GT2, também em companhia de Auberlen e Werner, e terminou em segundo lugar na classe GT. Para este fim de semana, a expectativa do curitibano de 31 anos é repetir a boa performance exibida em Daytona neste ano, lutar pela vitória e entregar à BMW um belo presente de aniversário. Os dois carros do Team RLL usarão layout retrô - pintura semelhante à usada pelos BMW em 1975 -, e a equipe terá, entre os convidados, vários mecânicos que estiveram em ação na prova daquele ano.

Ao todo, serão 47 os carros inscritos para a 63ª edição das 12 Horas de Sebring: 14 na classe Prototype, 7 na Prototype Challenge, 9 na GT Le Mans e 17 na GT Daytona. O cronograma da prova terá início na quinta-feira, quando serão realizados três treinos livres. Na sexta, acontece mais uma sessão de treinos e, no fim da tarde, o treino classificatório. A largada da corrida está prevista para 8h40 (horário de Brasília) de sábado.


Augusto Farfus:

“Estou muito feliz por fazer parte deste momento especial da BMW e também por voltar a disputar as 12 Horas de Sebring. Trata-se de um circuito muito técnico devido às suas características, que se encaixam muito bem ao nosso carro. Nossa equipe fez um belo trabalho neste ano em Daytona, ficamos a menos de 0s5 do primeiro lugar. Seria muito especial alcançar uma vitória neste 40º aniversário de uma conquista tão importante na história da BMW”.

Fotos: BMW - divulgação - Fonte: Eversports

Stock Car: Rafael Suzuki apresenta layout de seu carro e fala sobre início da temporada 2015.


Prestes a iniciar sua segunda temporada na Stock Car, o piloto Rafael Suzuki apresentou nesta segunda-feira (16) o layout de seu carro para 2015 em uma coletiva de imprensa em São Luís. O piloto, radicado no Maranhão, também falou sobre as expectativas para a primeira etapa do campeonato, que acontece neste fim de semana (19 a 22 de março), em Goiânia.

Neste ano, Suzuki, que correrá pela equipe paranaense RZ Motorsport, está confiante em continuar sua evolução na principal categoria do automobilismo brasileiro. O desempenho nos testes da pré-temporada, em fevereiro, foi animador para o piloto de 27 anos. Mais experiente, Rafael tem como principal objetivo estar constantemente na zona de pontuação das corridas, e assim conquistar uma boa posição ao fim da temporada.


A prova de abertura do campeonato terá um formato especial, em que os pilotos titulares dividem a condução dos carros com pilotos convidados, e Suzuki terá como parceiro o mexicano Antonio Pérez, que corre na Nascar mexicana. Os treinos livres acontecem entre quinta-feira e sábado, mesmo dia da classificação que define o grid de largada. A corrida está marcada para às 10h30 de domingo e terá transmissão ao vivo pela TV Globo, dentro do Esporte Espetacular.

O piloto Rafael Suzuki tem o apoio de Grupo Mateus, Head&Shoulders e Leites Manacá.

Rafael Suzuki:

Expectativa para temporada:
“O objetivo é continuar a evolução de 2014. Aos poucos, consegui evoluir no grid e terminar o ano bem, então quero que esse seja o ponto de partida dessa temporada. Não será fácil, o grid está cada vez mais competitivo, mas estou confiante no nosso potencial”.

Corrida de duplas:
“É um formato completamente diferente do que estamos acostumados, então é importante ter uma dupla consistente, com ritmos parecidos. Acredito que os pilotos convidados farão diferença, já que os tempos dos pilotos oficiais são muito próximos. Espero que o Pérez se adapte rápido ao carro da Stock Car, e vou ajudá-lo o máximo que eu puder”.


Lançamento do carro e ações no Maranhão:

“Foi muito legal trazer um carro de Stock Car para o Maranhão, o público poderá conhecer mais sobre a categoria e aqueles que ainda não têm, vão poder criar uma afinidade com o esporte. O carro ficará um bom tempo rodando pelo Maranhão e com ele teremos um grande leque de atividades que poderemos fazer. Espero que assim o maranhense possa curtir mais do que nunca o automobilismo”.

Fotos: Kayo Souza - Fonte: Eversports

segunda-feira, 16 de março de 2015

F3 Euro Series: Ready for the pre-season testing.


In four weeks, the FIA Fórmula 3 European Championship will kick off its new season but the twelve teams already are working flat out on preparing for the first races at Silverstone. In the coming week, a total of 36 drivers will travel to Spain for the traditional pre-season tests at Valencia’s Circuit Ricardo Tormo.

On 16th March, the programme features photo shoots and preparations but on 17th and 18th, the greedy young-guns will go out onto the track to prepare themselves and work on their cars, at the 4.005 kilometre circuit. The pre-season tests is the first official clash of the rivals in the 2015 season.

Also involved will be Indonesian Sean Gelael who plans to make several F3 guest appearances, this year and will be testing at Valencia in the cockpit of one of the Jagonya Ayam with Carlin single-seaters.

The two Fortec drivers Hongwei Cao and Zhi Cong Li will alternate at the wheel of one vehicle, at Valencia, with Cao testing on Tuesday and Li on Wednesday.

Photo: FIA F3 European Championship

domingo, 15 de março de 2015

Hamilton vence fácil o GP da Austrália.


A temporada 2015 da Fórmula 1 começou com bem menos carros que o previsto, inicialmente eram 20 inscritos, a Manor não conseguiu resolver os problemas com o software do motor Ferrari e não participou da prova, Valtteri Bottas (Williams) não foi liberado pelos médicos da FIA, após sentir dores nas costas, acabou sendo vetado. O russo Daniil Kvyat (RBR) teve problemas com o câmbio de seu carro minutos antes de alinhar ao grid e Kevin Magnussen (McLaren) substituto de Alonso na prova, teve uma pane no motor Honda a caminho do grid de largada.

Sendo assim, apenas 15 carros começaram a prova em Melbourne, logo nas primeiras curvas um incidente envolvendo a Lotus do venezuelano Pastor Maldonado fez com que o carro de segurança fosse à pista, o piloto do carro #13 acabou tendo que abandonar, o mesmo aconteceu com seu companheiro de equipe Romain Grosjean, no caso do francês foi um problema no motor. Após a relargada as primeiras posições foram mantidas, Hamilton na ponta seguido por Rosberg e Massa. Vettel seguia acompanhando o brasileiro de perto, lá atrás, Felipe Nasr pulava de décimo para sexto.

O circuito Albert Park não possuiu muitos pontos de ultrapassagens e, o que vimos hoje foi a Mercedes correndo na frente com folgas sem ser ameaçada por ninguém. A Williams com Massa vinha andando bem com os compostos macios, mas depois que colocou os médios, acabou perdendo rendimento para a Ferrari de Vettel, que fez voltas melhores antes da troca para voltar à frente do brasileiro. No final, o alemão tetracampeão mundial de F1 em sua estreia pela Ferrari garantiu o terceiro lugar.


A vitória fácil ficou com o atual bicampeão Lewis Hamilton, o britânico soube controlar a corrida e não deu chances ao companheiro Rosberg para tentar uma ultrapassagem. Felipe Massa terminou em 4º e Felipe Nasr (Sauber) em sua primeira corrida como titular na categoria, fechou com um excelente 5º lugar, este é o melhor resultado de um brasileiro em estreia na F1. Daniel Ricciardo (RBR) piloto da casa não teve muita sorte, chegou a pressionar Nasr, mas o brasileiro tinha um carro em melhores condições e soube abrir vantagem, o australiano terminou em 6º.

Nico Hulkenberg (Force Índia) foi o 7º, o sueco Marcus Ericsson (Sauber) o 8º, outro estreante na prova, o espanhol Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso), terminou em 9º e Sergio Perez completou a zona de pontuação. Apenas 11 carros terminaram o GP da Austrália, Jenson Button se arrastou na pista com sua McLaren/Honda e chegou em último, duas voltas atrás do vencedor. A Fórmula 1 segue agora para a Malásia, pois no dia 29 de março acontece a segunda etapa do mundial.  

Fotos: créditos Getty Imagens

sábado, 14 de março de 2015

Lewis Hamilton é pole para o GP da Austrália.


A Mercedes confirmou seu favoritismo e largará na primeira fila na corrida de abertura da temporada 2015 da Fórmula 1, em Melbourne, na Austrália. O atual bicampeão da categoria Lewis Hamilton conquistou a pole e seu companheiro Nico Rosberg completou a dobradinha dos 'fechas de prata'. Felipe Massa também entrou na briga pela pole, no final, acabou ficando com o terceiro posto no grid, à frente da dupla da Ferrari com: Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, o finalndês Valtteri Bottas larga em 6º.

Treino: Q1 teve a eliminação das McLarens, isto já era previsto, já que o time ainda enfrenta problemas de confiabilidade do motor Honda, Jenson Button e Kevin Magnussen fecharam o grid de largada para o GP da Austrália. A Manor apesar de todos os esforços para conseguir participar da prova não tiveram sucesso. No Q2, o brasileiro Felipe Nasr (Sauber) quase que garantiu um lugar entre os dez, foi por pouco, no entanto, o trabalho realizado pelo piloto brasiliense que ficou de fora da TL1 na sexta-feira, foi ótimo para sua estreia na categoria.

Já o Q3, amplamente teve o domínio da Mercedes, o time alemão é franco favorito para a prova de amanhã. As Ferraris e Williams estão bem próximas e devem lutar por um lugar no pódio. O piloto da casa Daniel Ricciardo, não teve muita sorte, largará em 7º, o estreante Carlos Sainz Jr. fez excelente treino e larga em 8º com a dupla da Lotus dos pilotos: Romain Grosjean e Pastor Maldonado completando o top 10.

O GP da Austrália acontece neste domingo, a partir das 14:00 horas, horário do Japão. Serão apenas 18 carros no grid, pouco, mas o suficiente para surpreender os fãs locais, pois as corridas no Albert Park sempre são cheias de emoções.

Nota: Conforme divulgado pelo site www.globo.com a equipe Sauber conseguiu fazer um acordo com o piloto holandês Giedo Van der Garde para a rescisão de seu contrato em troca de uma boa compensação financeira, sendo assim, o sueco Marcus Ericsson e o brasileiro Felipe Nasr permanecerão nas funções de titulares por toda a temporada 2015 da F1.  

sexta-feira, 13 de março de 2015

Rosberg repete a dose e lidera o 2º treino livre na Austrália.


O segundo treino livre para o GP da Austrália novamente teve o domínio das Mercedes, com Nico Rosberg e Lewis Hamilton nas duas primeiras posições, o alemão utilizando os pneus macios cravou 1:27s697, seu companheiro foi apenas 0s1 mais lento, o cenário promete briga entre eles pela pole no circuito Albert Park amanhã. A Ferrari melhorou e muito em relação a temporada passada, a dupla: Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen conseguiu o 3º e 4º tempo, respectivamente.

A Williams com o finlandês Valtteri Bottas fechou a sessão em 5º, por outro lado, o brasileiro Felipe Massa não pôde ir à pista por causa de um vazamento de água no bólido. O russo Daniil Kvyat demonstrou que se adaptou bem a nova equipe e foi o sexto com a RBR. O novato Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso) continua surpreendendo, o espanhol foi o 7º. A Lotus enfim, brigando entre as mais rápidas com a dupla: Pastor Maldonado e Romain Grosjean, 8º e 9º respectivamente, parece que a troca do fornecedor de motores dará mesmo certo; Nico Hulkenberg completou o top 10.

A Sauber finalmente foi à pista com o brasileiro Felipe Nasr, ele completou 33 giros e terminou em décimo primeiro, o sueco Marcus Ericsson deu apenas 14 voltas, porque seu carro teve uma quebra da suspensão traseira, fechando o treino em 15º. O piloto da casa Daniel Ricciardo não treinou porque seu carro apresentou problemas mecânicos no motor Renault. Já o substituto do espanhol Fernando Alonso na McLaren, Kevin Magnussen, perdeu o controle da máquina e bateu forte, ficando fora do restante do treino.


Sobre o caso Giedo Van der Garde, nada mudou, como a FIA ainda não liberou a super licença do holandês, ele ainda não pôde assumir seu lugar na equipe Sauber, que até agora não declarou nada sobre a situação difícil que enfrenta, tudo por causa de sua diretora executiva Monisha, ela assinou no final do ano passado contrato com três pilotos para apenas dois carros.

Os pilotos voltam à pista de Albert Park neste sábado, a partir do meio dia, horário do Japão, para o terceiro e último treino livre antes da classificação, prevista para acontecer às 15:00 horas. A Manor, da dupla formada por Will Stevens e Roberto Merhi, não pôde treinar por causa de problemas no software que controlam o funcionamento do motor Ferrari.

Fotos: LAT Photographic

Nico Rosberg é o mais rápido no primeiro treino livre na Austrália.


A temporada 2015 da Fórmula 1 teve seu início com o primeiro treino livre para o Grande Prêmio da Austrália, a prova de abertura do mundial acontece no domingo em Melbourne. A sessão da manhã teve as Mercedes no topo da tabela dos tempos, fato que não chega a ser novidade devido a superioridade do ano passado que deverá continuar este ano. O alemão Nico Rosberg anotou a melhor volta do dia em 1:29s557, seu companheiro Lewis Hamilton completou a dobradinha dos 'fechas de prata'.

Valtteri Bottas (Williams) foi o terceiro, o estreante Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso), apareceu bem com o 4º tempo, Sebastian Vettel agora na Ferrari foi o 5º, o piloto mais jovem do grid, Max Verstappen, conseguiu o 6º tempo. Felipe Massa, Kimi Raikkonen, Pastor Maldonado e Daniel Ricciardo completaram o top 10. 

Mas as atenções do dia foram concentradas na novela envolvendo os pilotos da Sauber, o holandês Giedo Van der Garde, ganhou na justiça o direito de assumir o posto de titular, mas a equipe suíça diz que ele não está preparado e nem deu a ele a super licença para correr. Com isso, tanto Marcus Ericsson quanto Felipe Nasr, não participaram da sessão.

A Manor também não saiu da garagem, pois enfrenta um problema com o software dos motores Ferrari, os dois pilotos da equipe: Will Stevens e Roberto Merhi não tiveram a chance de treinar. Já a McLaren permaneceu na última posição entre os carros que marcaram tempos.  

Foto: LAT Photographic

quarta-feira, 11 de março de 2015

F1 2015: Sauber terá mudanças na dupla de pilotos.


A temporada 2015 da Fórmula 1 terá início oficialmente nesta sexta-feira (13), em Melbourne, na Austrália, com os primeiros treinos livres para a corrida inaugural de domingo, mas nesta quarta-feira (11), saiu a decisão sobre o caso Giedo Van der Garde, piloto reserva da Sauber em 2014 que entrou com um processo contra o time suíço para garantir uma vaga entre os titulares este ano. O problema é que a equipe já fez uma pré-temporada com a dupla: Marcus Ericsson e Felipe Nasr, que por sinal tiveram bons desempenhos, os dois, levaram para a equipe cerca de R$ 60 milhões, com isso, as chances de um ou outro ficar na mão é muito grande.

A Sauber foi notificada da decisão judicial e, em nota, lamentou o caso. O tribunal de Justiça australiana deu ganho de causa para o holandês, que assumirá o posto já no primeiro treino livre para o GP da Austrália que acontecerá na sexta-feira. A estreia do brasileiro Felipe Nasr está ameaçada, a Sauber entrou com um recurso que será julgado até sexta-feira e, mais problemas a caminho.

Em nota, a chefe da Sauber Monisha Kaltenborn disse: “Estamos desapontados com esta decisão e agora precisaremos de tempo para entender o que isso significa e o impacto que isso terá sobre o início da nossa temporada. O que não podemos fazer é colocar em risco a segurança de nossa equipe, ou qualquer outro piloto na pista, por ter um piloto despreparado em um carro que foi adaptado para outros dois” - finalizou.

Na primeira audiência do caso na corte australiana, realizada na última segunda-feira, o advogado da Sauber defendeu que seria imprudente entregar o carro ao holandês, já que ele nunca pilotou o modelo 2015 e correria sérios riscos se o guiasse pela primeira vez em plena etapa do campeonato. Porém, o argumento foi rebatido pela defesa de Giedo, que destacou outros casos na Fórmula 1 em que equipes escalaram pilotos em cima da hora, sem conhecimento prévio do carro. Desta forma, seu cliente estaria apto para pilotar na corrida deste fim de semana.

O holandês comemorou a decisão e disse que está pronto para guiar o “C34”, destacou que tinha um bom relacionamento com a equipe quando era reserva e que quer correr. Agora resta saber quem perderá o lugar ou novamente tudo será resolvido no tapetão! Outra notícia importante é que a Manor, ex: Marussia estará no grid com seus dois pilotos, o carro de 2014 foi adaptado ao regulamento de 2015 e com isto eles terão a chance de iniciar a temporada.

Foto: Sauber F1 Team - divulgação

sexta-feira, 6 de março de 2015

Stock Car: Rafael Suzuki disputa Corrida de Duplas com mexicano Antonio Pérez.


Pelo segundo ano consecutivo, a abertura da temporada da Stock Car terá uma corrida especial, em que os pilotos oficiais compartilham o carro com um piloto convidado. A chamada Corrida de Duplas será realizada no dia 22 de março em Goiânia, no Autódromo Ayrton Senna, e para esse primeiro desafio do ano, Rafael Suzuki terá como companheiro na condução do carro #8 o mexicano Antonio Pérez, que tem ampla experiência em carros de turismo.

Rafael Suzuki, paulista radicado no Maranhão, faz em 2015 sua segunda temporada na Stock Car. Competindo agora pela equipe RZ Motorsport, o piloto espera começar o ano com o pé direito e por isso acredita ser importante ter um bom parceiro, que o coloque em condições de brigar por pontos para o campeonato. Diferente do restante da temporada, na abertura do campeonato apenas os 12 primeiros dos 34 que estarão no grid somam pontos.

Antonio Pérez, de 28 anos, fez a maior parte de sua carreira nos carros de turismo, ao contrário de Suzuki, que só estreou nos carros “fechados” em 2013, quando disputou uma temporada de GT na Europa antes de retornar ao Brasil. Pérez tem como principais destaques na carreira o título da Nascar mexicana em 2008, além de algumas participações na Nascar americana, na divisão Nationwide. Antonio, assim como seu irmão Sergio - piloto da equipe Force Índia na Fórmula 1 -, integra o time de pilotos apoiado pela gigante de telecomunicações Telmex, de propriedade do também mexicano Carlos Slim.


O piloto Rafael Suzuki tem o apoio de Grupo Mateus, Head&Shoulders e Leites Manacá.

Rafael Suzuki:

“Será um prazer receber o Antonio na Stock Car. Acredito que ele tenha capacidade para ser competitivo, já que ele tem bastante experiência com carros de Nascar e com certeza isso o ajudará a se adaptar rapidamente aos nossos carros. A equipe e eu vamos procurar ajudá-lo o máximo possível e acho que ele vá se sentir em casa na RZ, pois temos um engenheiro uruguaio e outro argentino, mesma nacionalidade do meu mecânico-chefe”.


Antonio Pérez:

“Estou muito animado para pilotar na Stock Car, o que será um grande desafio. Tenho conversado com o Rafael, e creio que o carro tem alguns aspectos similares aos que corro aqui na Nascar mexicana: ambos têm tração traseira, chassi tubulares e são pesados, mas acredito que os da Stock Car são ainda mais desenvolvidos, então será a isso que terei de me adaptar rapidamente. Tenho certeza que eu e o Suzuki trabalharemos bem juntos”.

Confira a lista de pilotos convidados confirmados para a 1ª etapa da Stock Car (piloto convidado / piloto titular):

- Ingo Hoffmann / Rubens Barrichello
- Nelsinho Piquet / Átila Abreu
- Luiz Razia / Lucas Foresti
- Jaime Alguersuari (ESP) / Luciano Burti
- Jacques Villeneuve (CAN) / Ricardo Zonta
- Laurens Vanthoor (BEL) / Valdeno Brito
- Enrique Bernoldi / Gabriel Casagrande
- Fábio Carbone / Sérgio Jimenez
- Chico Serra / Daniel Serra
- Pechito Lopez (ARG) / Cacá Bueno
- Lucas di Grassi / Thiago Camilo
- Beto Monteiro / Galid Osman
- Vitor Meira / Max Wilson
- Nestor Girolami (ARG) / Ricardo Maurício
- Vitantonio Liuzzi (ITA) / Felipe Lapenna
- David Muffato / Rafael Matos
- Leandro Totti / Fábio Fogaça

Fotos: Carsten Horst/Hyset e Eversports - divulgação

quinta-feira, 5 de março de 2015

Hitech Racing fecha com jovem Marco Túlio Souza para temporada 2015 do Brasileiro de Turismo.


A Hitech Racing disputará, em 2015, sua segunda temporada no grid do Campeonato Brasileiro de Turismo, classe de acesso à Stock Car, a mais importante categoria do automobilismo nacional. Confirmando seu histórico de trabalhar com jovens talentos, neste ano a equipe chefiada por Rodrigo Contin terá, como um dos seus pilotos, o goiano Marco Túlio Souza, de 19 anos, que assinou seu contrato na última quarta-feira (4 de março) com o time. Faltando pouco mais de duas semanas para o início do campeonato, marcado para 21 e 22 de março, em Goiânia, a Hitech Racing deve definir o piloto de seu segundo carro nos próximos dias.

Boa parte da experiência de Marco Túlio vem do kartismo. O piloto teve a oportunidade de competir nos principais campeonatos da modalidade no Brasil e exterior, chegando a disputar o WSK e o Europeu. Em 2011, o jovem realizou a transição para os monopostos e correu na gaúcha Fórmula RS 1.6, conquistando três vitórias. No ano seguinte, mudou-se para Turim, na Itália, e chegou a correr em algumas provas da Fórmula Renault Italiana, regressando ao Brasil em 2013 para voltar a se dedicar ao kartismo.


Sua experiência em carros de turismo resume-se, por enquanto, a um teste realizado em Cascavel pelo Campeonato Brasileiro de Turismo, em 2013. Contudo, será pela Hitech Racing que Marco Túlio Souza terá sua primeira oportunidade real de disputar a temporada de forma completa, evoluir como piloto e buscar espaço para um dia fazer parte do grid da Stock Car.

Contin deu as boas-vindas ao seu novo piloto e destacou sua experiência no automobilismo, embora seja praticamente um novato no turismo. Contudo, o engenheiro mecânico entende que a Hitech Racing, graças à sua expertise no trabalho com jovens talentos, terá condições de oferecer a Marco Túlio a melhor estrutura para que o goiano possa apresentar evolução a cada etapa da temporada. O chefe de equipe lamentou o fato de não conseguir alinhar seus dois carros para os testes coletivos que o Brasileiro de Turismo promove nesta semana em Cascavel, mas com sua dupla de pilotos tomando forma agora, garante que tudo estará pronto para o início do campeonato.


Marco Túlio Souza:

“Estou muito feliz por confirmar que vou disputar o Campeonato Brasileiro de Turismo em 2015 pela Hitech Racing. Me interessei pela categoria graças ao seu cada vez maior destaque no automobilismo nacional e por ser uma classe de acesso à melhor categoria de turismo da América Latina, que é a Stock Car. Fiquei bem satisfeito por fechar com a Hitech Racing porque conheço bem o ótimo trabalho da equipe em todas as categorias em que disputa e também pela competência do Rodrigo e de todo o time. Tenho muito a aprender com todos e não vejo a hora de começar a acelerar”.

Rodrigo Contin:

“A chegada do Marco Túlio à nossa equipe confirma o histórico da Hitech Racing de trabalho com jovens pilotos, alguns em transição para o turismo. Ele tem muita experiência no kart e correu alguns anos de monoposto no Brasil e na Europa, mas ainda está começando no turismo. Depois dos primeiros contatos, feitos no ano passado, finalmente conseguimos fechar sua participação na temporada. Sabemos que as primeiras corridas servirão para ele como aprendizado, mas acredito que, com uma evolução gradual, possamos conseguir bons resultados a partir do segundo semestre. Agora estamos trabalhando para fechar nossa dupla, e nos próximos dias devemos confirmar mais um piloto e deixar tudo pronto para a etapa de Goiânia”.

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

Líder da F3 Brasil, Matheus Iorio disputa Super Kart Brasil 16 neste fim de semana em Interlagos.


Enquanto aguarda a oportunidade de defender a liderança da F3 Brasil na segunda etapa da temporada 2015, marcada para os dias 25 e 26 de abril, Matheus Iorio tem se dedicado intensivamente à sua preparação física e aos treinos técnicos no kart. Desta forma, o piloto de 17 anos está inscrito para competir pela categoria Graduados no Shell Super Kart Brasil 16, que será realizado em Interlagos, São Paulo, neste fim de semana (7 e 8 de março).

Após a vitória na primeira etapa da F3 Brasil, em Curitiba, Iorio se manteve em atividade, e em fevereiro participou de uma corrida no Kartódromo da Aldeia da Serra, onde conquistou um lugar no pódio. Nesta semana, o paulista esteve em Goiânia com a equipe Cesário para treinos no seu carro da Fórmula 3.


O cronograma do SKB 16 é o mesmo para sábado e domingo, com uma tomada de tempos e duas baterias em cada dia. A soma da pontuação das quatro corridas do fim de semana apontará o vencedor da etapa.


Matheus Iorio:

“Nesse grande intervalo da F3 tenho me preparado muito física e psicologicamente. Além de estar treinando bastante de kart, vou participar do SKB, agora na Graduados. É uma categoria muito competitiva, e vou buscar fazer o meu melhor na competição. Chego direto dos treinos da F3 em Goiânia para os treinos livres de kart na quinta-feira, então vai ser um fim de semana de muita velocidade”. 

Fotos: Fabio Oliveira/Radical Motors e André Santos/AS Image Sports  

Pietro Fantin abre pré-temporada da World Series no circuito de Jerez.


Após um intervalo de quase três meses, os motores da World Series by Renault voltam a roncar nesta semana (5 e 6 de março), quando a categoria vai promover os primeiros testes coletivos da pré-temporada, no circuito de Jerez, na Espanha. O tradicional autódromo andaluz, que também recebeu os primeiros treinos da F1 neste ano, terá a presença de Pietro Fantin. O curitibano de 23 anos vai para sua terceira temporada na Fórmula Renault 3.5, principal certame da World Series by Renault. Totalmente à vontade na sua equipe, a International Draco Racing, e com dois anos de experiência, o piloto segue para os treinos motivado para voltar a acelerar e se adaptar a uma mudança importante na categoria a partir de 2015.

Nesta temporada, a World Series by Renault manterá o regime de rodadas duplas, mas com uma alteração bastante significativa no acerto dos carros. Isso porque a categoria determinou que, em um dos dois dias de prova, os pilotos terão de andar com baixa carga aerodinâmica (low downforce) em todas as pistas do calendário, exceção feita a Mônaco. Assim, os competidores terão dois acertos diferentes em cada fim de semana, situação que colocará à prova o talento e a capacidade de todos no grid.


A mudança no regulamento aumenta ainda mais a importância dos testes coletivos desta semana, que vão servir para Pietro avaliar melhor o carro em low downforce numa pista em que usualmente a carga aerodinâmica adotada é grande devido às características do traçado. No entanto, o brasileiro acredita que terá um bom desempenho ao longo da temporada por gostar de guiar com um acerto que implica menor arrasto. Fantin também destacou a expectativa por voltar a acelerar e medir forças com um grid considerado bastante técnico e competitivo.

Nesta temporada, Pietro vai formar dupla brasileira na International Draco Racing, equipe italiana chefiada pelo paulista Guto Negrão, ex-piloto da Stock Car. O curitibano vai dividir os boxes do time com o compatriota Bruno Bonifácio, que fará sua estreia na categoria neste ano. Fantin destacou o bom ambiente que reina dentro da escuderia de Bérgamo e disse acreditar que poderá contribuir para um bom desempenho em 2015 e cumprir com seu objetivo de lutar por resultados de topo no campeonato.


Pietro Fantin:

“Estou bastante ansioso e empolgado com os testes desta semana. Além de ter a chance de voltar a pilotar meu carro, também vai ser bom para começarmos a trabalhar no novo regulamento de 2015. Ninguém sabe muito bem como os carros vão reagir com esse acerto nas pistas, por isso o teste será importante porque teremos a chance de entender o desempenho em várias simulações, tanto de classificação como nos long-runs também. Sempre andei bem com low downforce, então acredito que esse novo regulamento pode me favorecer. Vai ser interessante. Creio que será outro ano muito bom para a World Series, já a categoria vem com um grid bem técnico e competitivo. Vou trabalhar duro e lutar para alcançar bons resultados e ter uma temporada positiva”.

Fotos: Paolo Pellegrini - Fonte: Eversports

Novo piloto da World Series by Renault, Bruno Bonifácio participa de testes coletivos em Jerez.


Oficialmente confirmado como novo piloto da Fórmula Renault 3.5, principal categoria da World Series by Renault e classe de acesso à F1, Bruno Bonifácio volta a acelerar nesta semana (5 e 6 de março), quando serão realizados os primeiros testes coletivos do ano, no circuito de Jerez, na Espanha. O paulista de 20 anos, que assinou contrato para correr pela italiana International Draco Racing nesta temporada, retorna às pistas após quase três meses, quando, também na Espanha, testou pela equipe e teve suas primeiras impressões sobre o Dallara-Zytek V8 com o qual vai correr em 2015.

Durante este tempo, Bruno não teve férias e focou principalmente no preparo físico, já que a pilotagem do carro da Fórmula Renault 3.5 é muito mais exigente em relação ao Fórmula Renault 2.0 com o qual Bonifácio competiu nas duas últimas temporadas. Além disso, o paulista trabalhou muito no simulador da equipe italiana, em Bérgamo, e teve a oportunidade de se ambientar ao time, que traz grande influência brasileira. Além de Bruno, a Draco terá em um dos seus carros novamente o curitibano Pietro Fantin, e todos trabalharão sob os comandos do chefe de equipe Guto Negrão, ex-piloto da Stock Car.


Ansioso para o começo dos testes, Bonifácio terá um programa intenso para os próximos dias em Jerez. O brasileiro, em conjunto com a equipe italiana, tem planejado um cronograma que compreende simulações de classificação (short-runs) e corrida (long-runs), usando acertos distintos de downforce.

Nesta temporada, a World Series by Renault adotou uma mudança importante no regulamento nas rodadas duplas: exceção feita a Mônaco, em um dos dois dias, tanto em classificação como na corrida, os pilotos terão de andar sempre com baixo arrasto aerodinâmico, e isso promete ser um desafio a mais para Bruno e todos os outros pilotos do grid. Na visão de Bonifácio, trata-se de uma alteração interessante, que vai mudar bastante a dinâmica do fim de semana de corrida e vai exigir muito dos pilotos e também das equipes da categoria.


Bruno Bonifácio:

“Não vejo a hora de entrar no carro e voltar a acelerar. Durante esse período no inverno aqui na Europa, trabalhamos muito duro em várias frentes, seja na oficina, no simulador ou fisicamente, e todo mundo está animado e ansioso para ouvir novamente o som do motor e colocar em prática esse trabalho que realizamos nos últimos meses. Nosso foco não estará tão voltado aos resultados, vamos trabalhar olhando para nós, obter dados e evoluir até o começo do campeonato. Estou muito à vontade junto à equipe, o encaixe foi perfeito. Foi muito positivo ter feito os testes do ano passado com a Draco, isso ajudou muito na busca desse entrosamento com todos. Estou bem confiante com o que todos nós podemos fazer em 2015”.

Fotos: Paolo Pellegrini - Fonte: Eversports

quarta-feira, 4 de março de 2015

Gianluca Petecof retorna a Interlagos e corre Super Kart Brasil 16 neste fim de semana.


Gianluca Petecof vai encarar mais um desafio na temporada 2015 neste fim de semana (7 e 8 de março). O paulista de 12 anos regressa ao Brasil depois de uma jornada positiva na segunda etapa do Florida Winter Tour, em Orlando, e disputará agora o Shell Super Kart Brasil 16, que será disputado em conjunto com mais uma rodada do Campeonato Paulista de Kart, em Interlagos, São Paulo.

Completamente reformado, o asfalto do Kartódromo Internacional Ayrton Senna foi bastante elogiado por pilotos que tiveram a chance de guiar no traçado durante testes em fevereiro. Mais jovem membro da Academia de Pilotos Shell Racing e piloto da Birel Art Brasil, Petecof se mostrou ansioso para voltar a acelerar em Interlagos, pista que marcou a conquista do título do Super Kart Brasil 14, em janeiro do ano passado.


Gianluca tem se adaptado cada vez mais à categoria Junior, na qual ingressou neste ano. O piloto vem evoluindo de forma gradativa e mostrando progressos tanto nos Estados Unidos, onde alcançou seu melhor resultado em finais nesta categoria 5º lugar dentre mais de 30 competidores no Florida Winter Tour, em Orlando, como também no Brasil, com destaque para o pódio obtido no SKB15 e Campeonato Paulista de Kart, em janeiro. A programação do Shell SKB Paulista, neste fim de semana, compreende a realização uma tomada de tempos e duas baterias, com igual cronograma para sábado e domingo.


Gianluca Petecof:

“Estou muito ansioso para voltar a acelerar novamente em Interlagos. Foi lá que venci o SKB 14 no ano passado, alcançando o bicampeonato da competição. A pista ficou maravilhosa, então não vejo a hora de acelerar. Nossa temporada está apenas no começo, então a expectativa para a etapa é dar mais um passo na adaptação à Junior. Com o apoio da Academia Shell Racing e da Birel Art Brasil, tenho ao meu lado os melhores profissionais e o melhor ambiente possível para alcançar esse crescimento. Estou otimista e acredito que possa novamente brigar por um lugar no pódio em Interlagos”.

Fotos: Maurício Villela e Carsten Horst/Hyset - Fonte: Eversports