sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Marçal Melo "Um Samurai das pistas brasileiras"


Hoje vou falar sobre o piloto brasileiro Marçal Alves Melo, o paulista que corre na categoria GTBR4 do campeonato ItaipavaGT,  casado com Simone que  foi sua primeira namorada, os dois se conheceram quando Marçal tinha 15 anos e estão juntos há 28 . Pai de duas filhas, Juliana e Gabriela, Marçal é advogado de profissão, formou-se em 1990 e hoje divide um escritório em São Paulo com seu sócio e também piloto Carlos Burza.

Conheci Marçal Melo este ano através do micro-blog twitter, e de lá pra cá estamos sempre em contato , antes da etapa final da ItapaivaGT disputada em Interlagos - São Paulo, convidei Marçal para uma pequena entrevista e prontamente ele me atendeu, depois que fiz uma matéria no blog sobre a categoria brasileira, recebi vários e-mails de seguidores do blog e do twitter interessados em mais noticias sobre a categoria. Aqui no Japão muitos nunca tinham ouvido falar do campeonato, tanto brasileiros, quanto japoneses que me seguem lá no micro-blog.

Partindo deste principio, gostaria de contar aqui um pouco da história deste grande piloto, que para mim tem sido uma alegria muito grande em ser seu amigo "virtual". No twitter  vejo que Marçal sempre está bem humorado e respondendo aos mentions que são enviados a ele, e olha que ele não responde só os "famosos" ou "jornalistas figurões" , na medida do possível e diferentemente de muitos pilotos "famosos" que raramente responde a um fã , Marçal trata seus "seguidores" com extrema cordialidade. 


Talvez por estes motivos ele  tem recebido um apoio muito grande de seus fãs espalhados pelo Brasil, que acompanham de perto o campeonato. O piloto sempre faz sorteios entre seus seguidores no twitter. Segue abaixo nosso bate-papo.

Há quantos anos você está na categoria GTBR4 ?

Marçal : A GTBR4 foi criada este ano no Brasil, então somos todos estreantes na categoria, iniciamos o ano correndo de Maserati e adquirimos a Ginetta no meio da temporada.

O que mais gosta de fazer além de correr e qual o seu Hobby ?

Marçal : Além de correr adoro correr ! Meu Hobby é assistir e colecionar filmes. 

Já sofreu algum acidente grave nas pistas eu fora dela ?

Marçal : Sofri um acidente grave no kart quando capotei e quebrei a clavícula.

Tuiteiro assumido ?

Marçal : Estou no twitter à 12 semanas, é um vício ! kkkk ! Assumo !


Quando surgiu o apelido "Tio Urso" ?
 
Marçal : O apelido "Tio Urso" é incrível, minha família já me chamava de urso antes, mas nunca tinha contado nada para ninguém, até que um dia um rapaz me chamou de "Tio Urso" do nada e pegou.

Recentemente você visitou a fábrica da Ginetta, o que achou ?

Marçal : Fomos na fábrica da Ginetta no inicio do ano quando compramos os carros, agora no retorno percebemos uma grande evolução e crescimento, inclusive com a criação do departamento de motores.

Como é lidar com os fãs para você ?

Marçal : Lidar com os fãs pra mim é uma grande alegria, eu sempre gostei de automobilismo e corri algumas corridas de kart com os melhores do mundo, como Zanardi, Montoya, Barrichello, Felipe Massa, Burti, Vasser, Gil, Filho do Andretti, Tony Kanaan, entre outros tantos, mas mesmo estando no mesmo evento e por uma das oportunidades sendo o pole do evento, a maioria desses pilotos se mostraram muito distantes e indiferentes com seus próprios colegas de pista, o que dirá com o público em geral. Prometi a mim mesmo que se um dia me tornasse um piloto público não agiria da mesma forma.

Quando e como surgiu o seu interesse pelo automobilismo e quais foram os primeiros passos que você deu na sua carreira ?

Marçal : Meu início no automobilismo se deu de uma forma não muito feliz. Eu fazia trilha de moto até os 29 anos, quando descobri que tinha um câncer, após a cirurgia doei a moto para uma entidade de caridade e procurei outro esporte, foi onde encontrei o kart, levado por um amigo. Iniciei no final de 98, em 99 fizemos a pole nas 500 milhas da Granja Vianna, em 2000 fui campeão paulista de F4 Suzuki, ganhei outros títulos e provas importantes do calendário paulista, como as provas Ovais da Granja de longa duração.

É difícil conseguir patrocínio no inicio, você acha que isso é um obstáculo para os pilotos no Brasil ? O que gera tantas dificuldades ?

Marçal : É muito difícil obter patrocínio no Brasil, eu nunca precisei procurar mas tenho conhecimento das dificuldades. Sempre tive o apoio de uma grande empresa multinacional chamada Krones, e hoje juntamente com ela tenho o apoio da Cervejaria Petrópolis que é dona da  marca TNT Energy Drink, me considero um privilegiado.


Você se sente realizado profissionalmente como piloto ou acredita que ainda falta algo em sua carreira ? Qual seu maior ídolo no automobilismo ?

Marçal : Só de ter a possibilidade de correr em uma categoria como a GT eu já me considero realizado. Ídolo, sempre Ayrton Senna !

Quais foram seus melhores resultados na GTBR4 ?

Marçal : Esse ano vencemos na estreia do carro na prova do Rio de Janeiro. Para mim foi uma vitória muito importante, pois novamente a vida me trouxe mais uma provação, tive câncer novamente, desta vez de rim, e a corrida do Rio foi 30 dias depois da cirurgia da qual retirei 40 % do rim esquerdo, poucas pessoas acreditavam que eu poderia correr, em alguns momentos até eu mesmo, mas consegui e venci no dia do aniversário da minha filha. Foi um momento muito importante da minha vida. Assumimos a liderança do campeonato mas infelizmente em uma sequência de erros nos tiraram da briga. Tivemos outros bons resultados, como 3 segundos lugares e outros 2 terceiros e 3 quartos lugares.

Como é sua vida fora das pistas ?

Marçal : A vida fora das pistas e muito simples, escritório casa, casa escritório.

Como é correr em dupla , quando começou a parceria com o piloto William Freire ?

Marçal : Correr em dupla é ótimo, eu tenho a opção de correr sozinho mas não quero, conheci o William no kart, um excelente piloto que nunca teve oportunidade em carros, foi meu personal. Em 2008, quando eu corria no Trofeo Maserati, convidei o William para fazer uma das etapas pois estaria viajando, ele nunca tinha andado no carro e chegou em segundo lugar. Hoje é meu parceiro e tento ajuda-lo na carreira.


Você gosta de F1 ? Tem algum piloto que você acha que está acima da média, e qual é o melhor piloto da F1 na atualidade ?

Marçal : Adoro a F1, acima da média temos Hamilton, Alonso e Vettel, mas acho que é a hora do Vettel.

Para finalizar, gostaria de falar sobre o título desta matéria "Samurai", todos devem ter percebido que o piloto brasileiro não tem nada de japonês, mas o termo "Samurai" refere-se aos grandes guerreiros e é muito usado aqui no Japão, quando se trata de esportistas que lutam por um sonho e vencem. A história de vida de Marçal é espetacular, passar por dois câncer e continuar com este entusiasmos tanto dentro quanto fora das pistas é sensacional. Quero deixar aqui o meu muito obrigado ! Domo Arigato Gozaimashita ! 

6 comentários:

  1. Caro amigo li essa materia e fiquei contente por vc que a cada dia vc seja mais conhecido aqui entre nos e no mundo,que Deus o proteja.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário Roberto...

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Sensacional essa entrevista. Meu parabéns por entrevistar o simpático piloto Marçal Melo. Já era admiradora dele, agora sou fã de carteirinha!

    ResponderExcluir
  4. Valeu Silvia pela visita e pelo comentário...

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Este é o histórico de um grande samurai mesmo!!!!!Parabéns pela reportagem...Emocionante...Fomos amigos de infancia e após coversar com ele pela net me indicou seu blog...Linda história....

    ResponderExcluir
  6. Olá Edenilda, legal que tenha gostado...Muito obrigado pela visita...O "Tio Urso" é um cara do bem e sempre terá um espaço aqui no blog...

    ResponderExcluir