quinta-feira, 2 de junho de 2011

GP de Mônaco de F1 – Robinho Exorcizado

    Se alguém tentou algum dia montar a receita para se fazer um grande piloto, pode ser que o fez da seguinte forma:
- Pegue a agressividade e determinação de um Ayrton Senna, bem como a revolta que este tinha perante os cartolas. Adicione as trapalhadas do Nigel Mansell, juntamente com o dom de culpar a todos pelos problemas que passa do Alain Prost. Tempere tudo com a língua afiada do Nelson Piquet, e o resultado da salada é o Robinho.

    Rapaz! Que corrida foi aquela do Robinho da Cromada? O carinha estava endiabrado, descendo a lenha no acelerador e na galera, não estava nem aí se podia causar um acidente, ou pior, acabar se matando até. Claro, grande pilotos devem ser audaciosos, mas também precisam calcular mais as manobras que fazem na pista. A impressão que tive é que o carrão dele era igual aos que eu usava durante a adolescência, nos vídeo-games... Sim, isso mesmo, sabe aqueles carros que você optava por ser indestrutível? Foi com um destes que o Robinho correu. 


O Sancho Pança da Ferrado cruzou duas vezes com ele e foi perdendo peças pelo caminho, na segunda estampou o muro. Coitado do Pança, cada vez mais carta fora do intricado baralho de Maranello.  Robinho não se deu por vencido, e ainda sim continuava a acusar e a meter o dedo na cara de todos. Não tem jeito Robinho, na F1 atual se aprontar leva punição ou papinho com os comissários. Apadrinhado por ninguém mais, ninguém menos do que deus, terá que pagar durante a carreira, ou pelo tempo em que estiver na Cromada, os pecados do criador de carros e pilotos que o criou.

    O Miguel Xumacher mostrou a que veio desde o início, ou seja, ficar parado na pista. Saindo na histórica quinta posição (se não me engano a melhor posição de largada do piloto no período conhecido como ano II d.F.) Prometia de fato justificar o salário e não ser apenas um ator de comerciais que aproveita para pilotar os bólidos prateados da Mercedes. Teve problemas para largar, caiu lá para trás, ultrapassou, foi ultrapassado, levou outra do Barrica para casa, e enfim, parou na pista com problemas obscuros no carro, assim como ele tentou fazer na largada.


    Dom Quixote fez o que pode, andou bem, trazia consigo o Botão, que vinha em uma excelente tática de corrida, em uma pista com mais pontos de ultrapassagens do que Suzuka por exemplo. Graças ao KERS, ao DRS e ao arrojo dos pilotos, Mônaco passou a ser uma pista repleta de pontos de ultrapassagem. Quem diria... Não é Coulthard ? Mas os amigos de terno e gravata não deixaram o final ser sensacional, e retiraram tanto do grande cavaleiro medieval, quanto do Botão, a chance de partirem pra cima do Sebastião. Agora eu me pergunto. Quem foi o animal que come alfafa, que teve a brilhante ideia de permitir trocas de pneus durante bandeiras vermelhas ? Faça-me um favor, mataram o maior final que Mônaco iria ver em todos os tempos. Ou você acha que o Alonso não tentaria nada pra cima do Sebastião ? E de fato a chupeta do alemãozinho estava pra cair. 


O Botão é um sujeito que está lá só querendo curtir. Fez uma tática primorosa para chegar na frente, tomou esta bordoada da FIA e ainda faz cara de sujeito mais satisfeito do mundo. Tá certo, reclamar é uma mer... Mas tu é um piloto de F-1 nego, passividade neste esporte é coisa de mané! Aliás, que muvucovuco foi aquele do final compadre ? Rapaz, parecia a marginal Tietê na hora do rush! Meio que era inevitável de sobrar para alguém. O Czar está até agora tentando entender onde enfiou a sua Renault Falecida (Lotus). Teve Bezerro Vermelho e Force Gandhi na suruba. Sobrou para o Robinho, que entre o Nada Sutil, e o Vice-Piloto-Espanhol da Bezerro, acabou levando por trás. O mais interessante foi o Gavião Buenos Dias que da cabine da Rede Globalizada já gritava: - Pô Hamiltooooonnnnn. E desta vez o Robinho não tinha aprontado nada. Coisas do Gavião.

    Após a relargada, o Robinho ainda tirou o Pastorzinho da corrida. Putz sacanagem com o apadrinhado do ditador bolivariano. Ele vinha bem, dominando o traçado e levaria a Williams a uma boa colocação. O Barrica aproveitou-se e levou a Williams pela primeira vez aos pontos neste ano. Barrica, vai pra casa, para com isso, antes ficava feliz em ser vice, depois em subir ao pódio, agora em marcar uns pontinhos... Daqui a pouco ficará contente por ter classificado o carro para a prova. Faça-me um favor !


    E o Sebastião ? Rapaz, que cara de sorte ! Primeiro porque nasceu na Alemanha, segundo porque foi em família rica, terceira porque o abençoado do pai o levou para competir cedo, quarto porque tem o patrocínio do Touro Vermelho desde quando usava fraldas, quinto porque corre no Touro Vermelho, sexto por que tem como parceiro de equipe o Ogro, sétimo por que tem uma equipe satélite do Touro Vermelho, oitavo porque traça qualquer gostosa dando em cima de meninos milionários, nono porque é talentoso, décimo porque mesmo com a equipe fazendo caquinha nos boxes, ele ainda volta em primeiro, décimo primeiro porque tinha pneus super macios indestrutíveis, décimo segundo porque ocorreu a bandeira vermelha e décimo terceiro porque pode trocar os pneus. 

Nossa, meu Deus do céu, fala a verdade, veja se não é a somatória de toda esta sorte que lhe deu mais uma vitória ? Yabadabaduuuu, rinddingdingdin. Para balancear um pouco coloquei 13 fatoresné. O Ogro ficou especialista em chegar entre os seis primeiros, está mais perdido que cego em tiroteio. Dizem que ele anda comentando nos boxes, a cada vitória do Sebastião, que como ele queria ser um piloto assimmmm ! Sai olho gordo !
Texto escrito por Daniel Gimenes, para ver mais matérias do autor acesse : www.portaldanigimenes.blogspot.com

9 comentários:

  1. Sensacional só digo isso !!!!!!!

    Antônio Perez - EUA

    ResponderExcluir
  2. Tava achando um pouco diferente o jeito de escrever, quando chego no final vejo que o texto está normal hehe.

    Só faltou falar do piloto que sozinho tem mais pontos que o Schumacher, mesmo andando num carro inferior. O cara que pode se classificar em último, mas sempre chega nos pontos. Um dos únicos, junto ao Robinho que consegue andar bem e ainda poupar pneu. O cara que segurou o Webber por 20 voltas.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Pois é grande Dino os textos do Daniel são assim, o Kobashow merece um post só dele...

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Perez pela visita e comentário, volte sempre...

    ResponderExcluir
  5. Realmente Monaco nw é para principiantes, corrida movimentada e camuflada pelas regras de segurança da FIA em que mais uma vez punem o mesmo piloto, vence o mesmo piloto e reclamam o mesmo piloto. Uma chatice que se resume fora da pista com excessão ao vencedor. Prefiro a F1 com Hamilton da maneira de sempre do que o xororô do Alonso. Minha opinião nw muda, cada um está lá fazendo o seu papel e ninguem tem se superado, diga-se de passagem. Diria até mais, será que a super máquina da Red Bull nw deveria estar na frente da concorrência nas casas decimais? Tantas mudanças alteraram o show mas ainda são irreais para mim. @prodrivefarol

    ResponderExcluir
  6. Belo texto. Parabéns ao Daniel!

    ResponderExcluir
  7. Show de humor e excelente texto ! Parabens a dupla

    Joao Henrique - Canada

    ResponderExcluir
  8. Corridão!!!até a bandeira vermelha...e o regulamento liberou a "funilaria"...pena!!!
    Lewis foi agressivo, adoro ver isso, mas tudo tem limite...perguntem ao Pastor!!!
    Kamui é muito mais piloto do que imaginam, mas talvez seja prudente ficar na Sauber em 2012 e valorizar mais o passe!!!
    Sutil cortou um pescoço e com essa boa prova, talvez tenha aliviado a corda do próprio!!!
    Essa F1 esta muuuito divertida!!!
    Abs e acelera Rogerio!!!

    ResponderExcluir
  9. Valeu grande Edison, Willian e Farol pelos comentários ! Arigato

    ResponderExcluir