sábado, 28 de fevereiro de 2015

Mercedes domina com facilidade o 6º dia de testes em Barcelona.


A Mercedes resolveu mostrar um pouco do que tem e andar forte nos testes da pré-temporada 2015 da Fórmula 1, o alemão Nico Rosberg marcou 1:22s792, um temporal! Se é que podemos dizer, ele ainda poderia ser mais rápido, já que estava com os pneus macios, o resultado é quase 8 décimos melhor que o registrado por Felipe Massa ontem. Pela manhã, o topo da lista teve o nome do estreante Felipe Nasr (Sauber) com 1:24s071, o brasileiro acumulou bastante quilometragem ao dar 140 giros pelo circuito da Catalunha, no final, terminou o dia em 3º.


Valtteri Bottas com a Williams foi o segundo, o finlandês completou 90 voltas. Sebastian Vettel foi o quarto e Jenson Button o 5º com a McLaren, que enfim, deu 101 voltas. Com problemas em suas máquinas, Daniil Kvyat (RBR) e Pastor Maldonado (Lotus), marcaram tempos discretos, mas o venezuelano ainda teve tempo de completar 140 giros. Max Verstappen (Toro Rosso) surpreendeu pelo número de voltas (139), o jovem de 17 anos só deixou o carro por causa de um problema elétrico no bólido.


A Force Índia fez a estreia do “VJM08” com o alemão Nico Hulkenberg, mesmo tendo completado 77 voltas ele ficou apenas com o último tempo. Nesta sábado, as equipes e pilotos se dedicam ao penúltimo dia de testes da pré-temporada. A Williams terá Felipe Massa e Nasr cederá o carro para o companheiro Marcus Ericsson.  

Fotos: Hoch Zwei, Sahara Force Índia e Getty Imagens - divulgação

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Massa lidera o 5º dia de testes em Barcelona.


O brasileiro Felipe Massa colocou a Williams pela primeira vez no topo da tabela dos tempos dos testes da pré-temporada 2015 da Fórmula 1, nesta quinta-feira (26), ele registrou a melhor volta em 1:23s500, com os pneus macios, em segundo apareceu o sueco Marcus Ericsson (Sauber), porém, estava utilizando os compostos supermacios. Massa também realizou seu programa de treinamento completo, com direito a dar 101 voltas no circuito da Catalunha.

Lewis Hamilton que treinou apenas na parte da manhã foi o 3º, o piloto da Mercedes teve problemas com a unidade MGU-K, a equipe precisou encerrar as atividades mais cedo para resolver o defeito no carro do bicampeão, vale destacar, que o “W06” estava calçado com os pneus médios. Daniil Kvyat (RBR), terminou em 4º, Romain Grosjean (Lotus) o 5º, Kimi Raikkonen (Ferrari) o 6º. Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso) e Jenson Button (McLaren), completaram a tabela dos tempos.


A Force Índia revelou a nova máquina o “VJM08”, mas não foi à pista, sendo assim, apenas oito pilotos treinaram neste 5º dia de testes em Barcelona. Na manhã desta sexta-feira (27), horário local, as equipes voltam à pista e o brasileiro Felipe Nasr assumirá seu lugar na Sauber.

Fotos: Getty Imagens e Sahara Force Índia - divulgação

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

F3 Euro Series: Motopark-Cockpit for Sérgio Sette Câmara.


Having already signed Scotland’s Sam MacLeod, the German Markus Pommer and India’s Mahaveer Raghunathan, FIA Formula 3 European Championship newcomers Motopark now announced that Brazilian Sérgio Sette Câmara also is going to contest the 2015 season for the German squad. For the Brazilian, it will be the first full season on the FIA Formula 3 European Championship grid.

“I’m really delighted with having the chance of contesting my first FIA Formula 3 European Championship season for Motopark,” said the 16-yeasr old Brazilian from Belo Horizonte. “It already feels great to be a part of this team – they are like a big family. I’m ready for the biggest challenge in my career to date. I set myself the goal to learn as much as possible and demonstrate my potential step by step. I want to find my position among the greats of this sport”.

Sérgio Sette Câmara made his FIA Formula 3 European Championship debut last year at Imola and in addition, he contested several rounds of the Brazilian F3 Championship. In the finale of that series, he secured his first car-racing pole and celebrated his first podium by finishing second in the race. The steep learning curve of the young Brazilian who also continued his karting career, in 2014, also was realised by his new Team Principal, Timo Rumpfkeil. “You already could see that he has got the potential. Yes, he still lacks the experience. After all, he contested just a few car races, to date. Therefore, 2015 certainly will be a learning year, for him. But for us as team it will be a great task to help this young talent on his way to honing his skills and becoming a great racing driver”.

Photo: Motorpark.com

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Gianluca Petecof mostra evolução e conquista melhor resultado em finais no Florida Winter Tour 2015.


Cada vez mais adaptado à categoria Junior, Gianluca Petecof teve um fim de semana marcado por muita evolução no Orlando Kart Center, palco da segunda etapa do Florida Winter Tour 2015, certame dos mais fortes do kartismo norte-americano e mundial. Entre sábado e domingo (21 e 22 de fevereiro), o brasileiro de 12 anos encarou um grid bastante competitivo e mostrou bom desempenho, andando sempre entre os dez primeiros colocados. Para fechar sua participação na etapa de Orlando, Gianluca conquistou seu melhor resultado em finais competindo pela nova categoria, terminando em 5º lugar de um rol de 30 pilotos. O paulista, que corre pela equipe A.M. Racing, considerou sua jornada bastante positiva.


No sábado, Petecof mostrou um ritmo muito forte e conseguiu ótimas colocações. Na tomada de tempos, o brasileiro conquistou o 5º lugar, enquanto na pré-final, seu desempenho foi ainda melhor, cruzando a linha de chegada em segundo. Na finalíssima do dia, no entanto, um acidente encerrou a participação do paulista, que tinha potencial para subir ao pódio e até lutar pela vitória. Com um grande poder de reação, Gianluca voltou a ser competitivo no domingo, sendo top-10 na classificação e na pré-final. Com grandes ultrapassagens e fazendo uma corrida bastante agressiva, o piloto garantiu um bom quinto lugar na final.


Após duas etapas e quatro corridas no Florida Winter Tour 2015, Gianluca manteve o sétimo lugar no campeonato, com 206 pontos, mesma pontuação do sexto colocado. A terceira e derradeira etapa do certame está marcada para os dias 21 e 22 de março em Ocala. Antes disso, Petecof volta às pistas no Brasil para acelerar pelo Super Kart Brasil 16 e também pela segunda etapa do Campeonato Paulista de Kart, no tradicional Kartódromo Internacional Ayrton Senna, em Interlagos, São Paulo.


Gianluca Petecof:

“Demonstramos evolução e conquistamos nosso melhor resultado em finais competindo na nova categoria aqui nos Estados Unidos, com um 5º lugar entre 30 pilotos no domingo. Ainda conseguimos um 2º lugar na pré-final de sábado, então podemos dizer que foi uma boa participação. A Junior é uma classe muito forte, as corridas são bem difíceis e disputadas, mas estamos apenas no começo do ano, e ainda vamos evoluir muito em aspectos técnicos e ganhar mais experiência, mas podemos dizer que o objetivo traçado para esta etapa foi alcançado. Agora, já começo a preparação para as corridas em Interlagos, daqui a duas semanas”.

Fotos: Cody Schindel - Fonte: Eversports

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Lotus novamente na frente, desta vez com Grosjean.


O domingo foi agitado no circuito de Barcelona, o piloto da casa Fernando Alonso sofreu um forte acidente no treino e deixou a pista de helicóptero, a equipe McLaren tranquilizou os fãs declarando em suas redes sociais que não foi nada grave. A Lotus novamente foi a equipe dona da volta mais rápida do dia, desta vez com o francês Romain Grosjean, que anotou 1:24s067, superando Nico Rosberg o segundo colocado, porém, o alemão estava com os pneus médios e Grosjean com os supermacios.

Daniil Kvyat substituto de Vettel na RBR, manteve as boas atuações e fechou o dia em terceiro, o brasileiro Felipe Nasr foi o quarto, mas passou boa parte da sessão nos boxes com problemas no carro, quando foi para a pista com os pneus supermacios, chegou a ficar em segundo, no final, ainda conseguiu completar 73 voltas. Valtteri Bottas foi o quinto com a Williams, no entanto, acumulou bastante quilometragem ao completar 129 voltas.

Outro estreante na categoria, o espanhol Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso), foi o sexto, ficando à frente do tetracampeão Sebastian Vettel (Ferrari), que fez um treino discreto. O alemão Nico Hulkenberg testando com o carro de 2014 não teve muita sorte com seu motor que deu pane logo cedo, terminando em nono. Com o acidente Fernando Alonso acabou ficando em último. Os pilotos e equipes permanecem em Barcelona, a partir de quinta-feira (26), começam os últimos testes coletivos da pré-temporada. O campeonato terá início no dia 15 de março, com o GP da Austrália, em Melbourne.  

Foto: Lotus F1 Team - divulgação

F1: Testes da pré-temporada 2015 - Barcelona

Dia: 5
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 13 Pastor Maldonado Lotus 1:25s011 69
2 7 Kimi Raikkonen Ferrari 1:25s167 74
3 3 Daniel Ricciardo RBR 1:25s547 59
4 11 Sergio Perez Force Índia 1:26s636 34
5 12 Felipe Nasr Sauber 1:27s307 79
6 33 Max Verstappen Toro Rosso 1:27s900 94
7 22 Jenson Button McLaren 1:28s182 21
8 34 Pascal Wehrlein Force Índia 1:28s329 32
9 23 Pascal Wehrlein Mercedes 1:28s489 48
10 41 Susie Wolff Williams 1:28s906 86
11 44 Lewis Hamilton Mercedes 1:30s429 11
Dia: 6
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 3 Daniel Ricciardo RBR 1:24s574 143
2 7 Kimi Raikkonen Ferrari 1:24s584 90
3 19 Felipe Massa Williams 1:24s672 88
4 11 Sergio Perez Force Índia 1:24s702 121
5 44 Lewis Hamilton Mercedes 1:24s923 89
6 6 Nico Rosberg Mercedes 1:25s556 66
7 14 Fernando Alonso McLaren 1:25s961 59
8 30 Jolyon Palmer Lotus 1:26s280 77
9 9 Marcus Ericsson Sauber 1:27s344 113
10 55 Carlos Sainz Jr. Toro Rosso 1:28s945 100
Dia: 7
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 13 Pastor Maldonado Lotus 1:24s348 104
2 33 Max Verstappen Toro Rosso 1:24s739 129
3 44 Lewis Hamilton Mercedes 1:26s076 101
4 9 Marcus Ericsson Sauber 1:26s340 53
5 5 Sebastian Vettel Ferrari 1:26s407 105
6 26 Daniil Kvyat RBR 1:26s589 112
7 19 Felipe Massa Williams 1:26s912 55
8 34 Pascal Wehrlein Force Índia 1:27s333 81
9 77 Valtteri Bottas Williams 1:27s556 49
10 22 Jenson Button McLaren 1:29s151 24
Dia: 8
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 8 Romain Grosjean Lotus 1:24s067 111
2 6 Nico Rosberg Mercedes 1:24s321 131
3 26 Daniil Kvyat RBR 1:24s941 104
4 12 Felipe Nasr Sauber 1:24s956 73
5 77 Valtteri Bottas Williams 1:25s345 129
6 55 Carlos Sainz Jr. Toro Rosso 1:25s604 88
7 5 Sebastian Vettel Ferrari 1:26s312 76
8 27 Nico Hulkenberg Force Índia 1:26s591 36
9 14 Fernando Alonso McLaren 1:27s956 20

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Maldonado lidera o 3º dia de testes em Barcelona.


Apostando nos compostos supermacios, a Lotus voltou a dominar o 3º dia de testes coletivos em Barcelona, o venezuelano Pastor Maldonado já havia sido o mais rápido na quinta-feira, ele marcou 1:24s348 neste sábado e acabou ficando com o melhor tempo da semana até aqui. O estreante Max Verstappen, fez bonito com a Toro Rosso, com ritmo muito forte e também utilizando os compostos supermacios, ele foi o mais rápido pela manhã, no final da tarde foi superado por Maldonado, mesmo assim, garantiu o 2º tempo.

Lewis Hamilton foi o 3º, mas estava com os pneus médios, o sueco Marcus Ericsson terminou a sessão em 4º, pois perdeu boa parte do treino nos boxes resolvendo um problema no câmbio do “C34”. Sebastian Vettel com a Ferrari foi o 5º, o russo Daniil Kvyat agora na RBR terminou em 6º, porém, foi o segundo piloto com mais voltas completadas, sendo 112, o líder neste quesito foi Verstappen, com 129 giros.

O brasileiro Felipe Massa treinou apenas na parte da manhã, mas a equipe Williams focou a sessão em treinar pit stops, o resultado foi o 7º tempo, o time inglês como a Mercedes, vêm escondendo o jogo, não demonstrando tudo o que têm nos testes da pré-temporada. O alemão Pascal Wehrlein, reserva na Force Índia, anotou o oitavo tempo, Valtteri Bottas com a outra Williams foi apenas o nono, mas como Massa, também dedicou a atividade aos pit stops. 

A McLaren continua com problemas na unidade MGU-K (motor elétrico alimentado pela energia armazenada nas frenagens), não sendo possível completar muitas voltas, Button foi o último da tabela dos tempos em Barcelona. Neste domingo as equipes encerram a primeira sessão de testes em Barcelona, retomando na quinta-feira 26.

Foto: Lotus F1 Team - divulgação

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Ricciardo lidera o 2º dia de testes em Barcelona.


Para quem tirou conclusões que os motores Ferrari iriam dominar os testes da pré-temporada 2015 da Fórmula 1 após os ensaios em Jerez, viu que a Renault e Mercedes também estão no páreo, não sendo possível ainda, precisar qual a equipe sairá em vantagem no campeonato deste ano. A expectativa é ver novamente Mercedes como favorita, mas é notável a “evolução” das concorrentes até agora.

Neste 2º dia de testes em Barcelona, o australiano Daniel Ricciardo foi o dono da melhor volta, cravando 1:24s574, além disso, foi quem mais voltas realizou, totalizando 143, o finlandês Kimi Raikkonen veio colado, apenas 0s010 mais lento, por outro lado, a Williams deu sinais positivos ao colocar o brasileiro Felipe Massa em terceiro, porém, o foco do time de Grove prioriza a confiabilidade do “FW37”, utilizando os testes para acumular quilometragem, só nesta sexta-feira foram 88 voltas.


O dia no geral foi para testes de confiabilidade, já que a maioria das equipes deram muitas voltas. Nico Rosberg dividiu o carro com o bicampeão Hamilton, pela manhã, o alemão completou 66 voltas e terminou o dia em 6º, no período da tarde Hamilton assumiu o posto, ontem ele tinha deixado o treino mais cedo por problemas de saúde, desta vez, andou forte e realizou seu programa de treinamento com êxito, dando 89 voltas e marcando o 5º tempo.

A McLaren caminha de forma satisfatória, apesar dos problemas de confiabilidade dos propulsores Honda, o time de Woking com o espanhol Fernando Alonso fechou o dia em 7º, após 59 giros. Jolyon Palmer testou pela Lotus e foi o oitavo, Marcus Ericsson e Carlos Sainz Jr, terminaram em 9º e 10º respectivamente. Os pilotos voltam para a pista de Barcelona neste sábado, para o penúltimo dia da segunda sessão de testes da pré-temporada e entre 26 de fevereiro e 1º de março, também no circuito da Catalunha, acontecem os últimos quatro dias de testes.  

Fotos: Williams F1 Team e Infiniti Red Bull Racing 

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Maldonado é o mais rápido no primeiro dia de testes em Barcelona.


A Lotus agora com os motores Mercedes, dominou o primeiro dia de testes coletivos da pré-temporada 2015 da Fórmula 1, o venezuelano Pastor Maldonado andou forte nesta quinta-feira no circuito da Catalunha, em Barcelona. O piloto da Lotus cravou a melhor volta em 1:25s011, apenas 0s156 à frente da Ferrari de Kimi Raikkonen, que novamente esteve entre os primeiros colocados.

Daniel Ricciardo colocou a RBR em terceiro e Sergio Perez testou com a Force Índia de 2014 com pintura nova e peças na nova máquina, a equipe indiana não terminou o carro deste ano, o bólido provavelmente estará na pista apenas na última sessão de testes que acontece também em Barcelona. O brasileiro Felipe Nasr andou forte pela manhã com a Sauber, chegou a liderar a sessão, mas no final da tarde, envolveu em um acidente com a piloto de testes da Williams, Susie Wolff, ficando com o carro danificado, a equipe suíça conseguiu reparar e devolve-lo aos treinos, mas seus tempos não melhoraram e o brasiliense terminou em 5º.

Lewis Hamilton andou pouco, deu 11 voltas e voltou aos boxes com uma indisposição, o piloto da Mercedes estava com febre e deixou as atividades mais cedo, seu companheiro de equipe Nico Rosberg também não pôde treinar, já que se recupera de uma inflamação no pescoço, a equipe precisou chamar o reserva Pascal Wehrlein, o fato curioso é que ele estava testando pela Force Índia e teve que correr logo para assumir seu lugar na equipe alemã. Wehrlein completou 32 voltas com a Force Índia e 48 pela Mercedes, fechando a sessão com o 8º e 9º tempo respectivamente.

A McLaren com Jenson Button deu sinais de evolução, foram 21 voltas, pouco, no entanto, seu tempo ficou bem próximo da Toro Rosso de Verstappen, o holandês foi quem mais voltas completou totalizando 94 giros. Os pilotos e equipes voltam à pista de Barcelona nesta sexta-feira para o 6º dia de testes da pré-temporada.  

Foto: Lotus F1 Team - divulgação

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Bruno Bonifácio assina com Draco Racing para temporada 2015 na World Series by Renault.


Bruno Bonifácio vai estrear na Fórmula Renault 3.5, principal classe da World Series by Renault, neste ano. Depois de três temporadas vitoriosas em categorias de base europeias, o paulista de 20 anos foi anunciado pela equipe International Draco Racing para disputar a temporada de 2015 do campeonato, que vem se notabilizando por ser a porta de acesso de vários pilotos à F1 nos últimos anos, como Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo, Kevin Magnussen e Carlos Sainz Jr, entre outros. Bruno terá como companheiro de equipe o compatriota Pietro Fantin e atuará sob os comandos de Guto Negrão, ex-piloto da Stock Car e chefe do time baseado na cidade de Bérgamo.

Bonifácio acumula números expressivos no automobilismo internacional, após início no kart e na F3 Sul-Americana, onde foi campeão na categoria Light em 2011. No ano seguinte, o piloto competiu na Fórmula Abarth Europeia e Italiana, alcançando o 3º lugar geral, com 4 vitórias e 9 pódios. Em 2013, Bruno participou de três campeonatos - Toyota Racing Series, Fórmula Renault Alps e Eurocup -, e foi o brasileiro com mais vitórias no exterior, sendo 5 no total, além de 11 pódios e o top-3 no campeonato da Alps.


Já em 2014, Bonifácio priorizou a Fórmula Renault Eurocup e brigou pelo título até o fim. Com 4 pódios consecutivos, sendo uma vitória em Spa-Francorchamps, e outros bons resultados, ficou no top-5 da mais importante categoria de base do mundo. Ele ainda disputou três etapas na divisão Alps, onde conquistou 1 vitória e mais 3 pódios em 6 corridas. Depois de todos esses anos em categorias de base, o brasileiro se considera preparado para dar o próximo passo e passar a disputar um certame ainda mais competitivo e de alto nível técnico.

No fim do ano passado, Bruno realizou os primeiros testes com a Draco Racing, guiando o carro de mais de 500 cavalos de potência nos circuitos espanhois de Jerez e Motorland. O piloto destacou a evolução do trabalho em conjunto com a equipe, o bom entrosamento com todos e também a adaptação ao novo carro, porém reconheceu a maior exigência física. Desta forma, Bonifácio intensificou sua preparação física para o ano de estreia na categoria.

O paulista tem trabalhado intensamente com a equipe em Bérgamo, na parte técnica e também em testes com o simulador. As primeiras atividades de pista da categoria neste ano estão marcadas para os dias 5 e 6 de março com testes coletivos no circuito de Jerez. Já a etapa de abertura da World Series by Renault 2015 acontece entre 25 e 26 de abril, no circuito de Aragón, também na Espanha.


Bruno Bonifácio:

“Estou muito feliz em correr pela Draco neste ano. Teremos vários desafios pela frente nesta temporada, já que é um carro novo para mim. Nós já fizemos os testes de inverno (na Europa) no fim do ano passado juntos e foi ótimo para conhecer a forma de trabalho da equipe e também começar o desenvolvimento do carro. O ambiente na equipe é muito bom, os trabalhos na oficina já iniciaram, e mal posso esperar pelos primeiros testes do ano, estou muito animado”.

Guto Negrão, chefe da equipe:

“A Fórmula Renault 2.0 Eurocup (onde Bonifácio correu nos últimos anos) é uma categoria muito competitiva, e que dá uma excelente base para os pilotos, assim, o Bruno está pronto para esse novo passo. Os testes que fizemos no ano passado foram bem produtivos, e acredito que ele terá um ótimo ano de aprendizado, podendo já brigar por bons resultados na segunda metade da temporada”.

Calendário da temporada 2015 da World Series by Renault:

1. 25 e 26/04 - Motorland Aragón, Espanha
2. 24/05 - Monte Carlo, Mônaco
3. 30 e 31/05 - Spa-Francorchamps, Bélgica
4. 13 e 14/06 - Hungaroring, Hungria
5. 27 e 28/06 - Red Bull Ring, Áustria
6. 05 e 06/09 - Silverstone, Inglaterra
7. 12 e 13/09 - Nürburgring, Alemanha
8. 26 e 27/09 - Le Mans (Circuito Bugatti), França
9. 17 e 18/10 - Jerez, Espanha

Fotos: Paolo Pellegrini - Fonte: Eversports

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Gustavo Lima e Lukas Moraes disputam reality internacional por vaga nas 24 Horas de Le Mans.


O Brasil pode ter mais um piloto no grid das 24 Horas de Le Mans de 2015. Isso porque os jovens Gustavo Lima e Lukas Moraes, ambos com 18 anos, vão integrar o elenco do programa internacional ‘Race To 24’, inovador e ambicioso projeto promovido pelo Team SARD-Morand e que premiará o vencedor com a grande chance de disputar a icônica prova, que faz parte da chamada Tríplice Coroa do automobilismo mundial (ao lado das 500 Milhas de Indianápolis e do GP de Mônaco de F1) e é a principal corrida do calendário do Campeonato Mundial de Endurance (WEC).

Ao todo, 24 pilotos de 17 nacionalidades diferentes farão parte do programa. O projeto é encabeçado por Benoît Morand, comandante da equipe suíça, e o piloto austríaco Christian Klien, que já correu na F1 em equipes como a Red Bull e tem grande experiência no endurance. Ao todo, o processo de seleção será exibido via internet em 12 episódios que serão veiculados no site www.raceto24.com. Os pilotos enfrentarão diversos desafios físicos e mentais, passando pelos Alpes Suíços, os circuitos de Yas Marina, em Abu Dhabi, e Fuji, no Japão, além de outras localidades, até o circuito de Sarthe, onde acontece as 24 Horas de Le Mans.

Em 2015, Gustavo Lima se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro de Turismo, após três anos correndo na Europa (na Fórmula Renault Alps e Fórmula 4 Inglesa). Para o brasiliense, fazer parte do ‘Race To 24’ será uma grande oportunidade para ganhar experiência e evoluir como piloto, e brigar pela vaga na mais famosa corrida de longa duração do automobilismo mundial.


Atual vice-campeão da Fórmula 3 Brasil, Lukas Moraes também tem experiência no automobilismo europeu, onde correu na Fórmula Abarth Italiana. De olho em novos rumos na carreira para 2015, o paulista considera o endurance como uma grande possibilidade, e participar de um projeto inovador como é o ‘Race To 24’ será importante, sobretudo para mostrar seu potencial para uma das grandes equipes do WEC.

Como prêmio, o vencedor, além da participação nas 24 Horas de Le Mans, fará parte da equipe no restante da temporada do WEC e dividirá a condução do protótipo Morgan Evo-SARD #43 com os experientes Pierre Ragues e Oliver Webb.


Gustavo Lima:
“Disputar uma corrida tão importante como as 24 Horas de Le Mans é um sonho para qualquer piloto. Participar da competição vai ser muito interessante, e uma experiência incrível para minha carreira, tenho certeza que vou aprender muito. Uma chance como esta não aparece todo dia, então estou muito empolgado para começarem os desafios”.

Lukas Moraes:
“Estou extremamente contente com a oportunidade de participar do Race to 24! Só de pensar em disputar as 24 Horas de Le Mans já é um sonho. Estar entre esses 24 pilotos me deixa muito feliz, é um reconhecimento de tudo que tenho feito nesses últimos anos. Será uma competição muito acirrada e vou chegar bem preparado para dar o meu máximo e tentar ir o mais longe possível”.

Benoît Morand:
“Estou muito contente por estarmos fazendo isso. Os espectadores vão se surpreender com o quão difícil é o desafio de correr em Le Mans. Estamos certos de que todos ficarão completamente envolvidos em todo o processo de seleção, que terá uma abordagem inteligente e será uma história muito humana”.

Lista de pilotos inscritos no ‘Race To 24’ (em ordem alfabética):
Advait Deodhar (Índia)
Armando Parente (Portugal)
Brandon Newey (EUA)
Christopher Haase (Alemanha)
Conor Daly (EUA)
Dino Zamparelli (Grã-Bretanha)
Esteban Guerrieri (Argentina)
Fabién Thuner (Suíça)
Gustavo Lima (Brasil)
Ines Taittinger (França)
Jonathan Summerton (EUA)
Jules Gounon (França)
Laura Kraihamer (Áustria)
Lukas Moraes (Brasil)
Martin Cao (China)
Marvin Dienst (Alemanha)
Max Snegirev (Rússia)
Melville McKee (Grã-Bretanha)
Mitchell Gilbert (Austrália)
Raed Raffi (Bahrein)
Sam Brabham (Grã-Bretanha)
Shinya Michimi (Japão)
Stefan Radzinski (Canadá)
Vicky Piria (Itália)

Fotos: Carsten Horst/Hyset e Jakob Ebrey - Fonte: Eversports

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Bruno Senna é o novo piloto oficial da McLaren GT.


A McLaren GT anunciou nesta segunda-feira (9), a contratação de Bruno Senna como piloto oficial de fábrica para a temporada 2015. O piloto brasileiro de 31 anos se juntará aos britânicos Rob Bell, Kevin Estre e ao português Álvaro Parente no programa de desenvolvimento dos modelos 650S GT3 e 650S Sprint, além de participar de várias provas com o novo 650S GT3, que está estreando com as equipes clientes da McLaren GT neste ano.

“É uma grande honra me integrar à McLaren, uma equipe pela qual meu tio obteve tanto sucesso e uma das mais famosas do automobilismo mundial. Este será um grande ano para toda a McLaren e me sinto muito bem de fazer parte de tudo o que está acontecendo por aqui”, comentou Bruno, que dividirá suas novas responsabilidades com as de piloto da Mahindra Racing no Campeonato Mundial de Carros Elétricos - a Fórmula E.


O diretor-geral da McLaren GT saudou a chegada do reforço. “Estamos contentes em poder contar com o Bruno na formação do nosso time da fábrica e será ótimo trazer de volta o nome Senna à McLaren. Nossos pilotos já são dos melhores do grid e o Bruno vai acrescentar ainda mais força. Embora ainda jovem, ele já acumula vasta experiência e resultados nas principais categorias, como Fórmula 1, Le Mans Series, Campeonato Mundial de Endurance e Blancpain Endurance Series”, elogiou Andrew Kirkaldy.


A McLaren divulgará o programa completo envolvendo Bruno nas próximas semanas. Até lá, o brasileiro terá de conter a ansiedade. “Não vejo a hora de trabalhar com a equipe na McLaren GT que conheci quando corri as 24 Horas de Spa há alguns anos. Quero logo pegar o volante do novo 650S. O carro foi bastante desenvolvido desde o 12C GT3, que já pilotei, e deixou uma excelente impressão em seu batismo de pista no fim de 2014. O ano está ficando com uma cara muito boa”, concluiu Bruno.

Fotos: Patrick Gosling/McLaren/MF2 - divulgação

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

F3 Brasil: Satisfeita com evolução no fim de semana, Hitech Racing fecha etapa de Curitiba no top-5.


A F3 Brasil está de volta. Depois de um ano de afirmação e muito crescimento em 2014, a principal categoria de formação de pilotos do automobilismo nacional abriu, neste fim de semana (7 e 8 de fevereiro), em Curitiba, a temporada 2015 com um grid encorpado e boas disputas nas classes A e Light. Para a Hitech Racing, que correu em casa, foram dias de muito trabalho, aprendizado, e de muita evolução com seus novos pilotos, ambos inscritos na categoria A: o experiente Fernando Croce e o estreante Christian Hahn, que deixaram o Paraná com pontos na bagagem.

Com seus dois pilotos na classe principal, o time chefiado por Rodrigo Contin iniciou sua jornada correndo em casa no sábado, e a cada atividade de pista, tanto Hahn quanto Croce conseguiram mostrar evolução significativa. No entanto, um incidente no fim da classificação, causou danos no carro do jovem paulista de 16 anos, e não foi possível repará-los a tempo para a primeira corrida do fim de semana. Por sua vez, Fernando Croce, no carro #84 cruzou a linha de chegada em quinto lugar na categoria principal após 19 voltas, garantindo para a Hitech Racing seus primeiros pontos no campeonato.

De acordo com a regra do grid invertido, Croce largou em sétimo lugar. Christian Hahn teve de partir da última fila, em 16º, e cumpriu uma boa corrida de recuperação. Com ritmo de corrida constante, o dono do carro #9 finalizou a disputa num belo quarto lugar. Fernando Croce, por sua vez, vinha logo atrás, mas, com uma pane no carro, não conseguiu chegar ao fim das 23 voltas realizadas em Curitiba.


Para Rodrigo Contin, o saldo deste primeiro fim de semana da temporada foi animador. O engenheiro mecânico destacou o bom ritmo da sua dupla nos treinos, ficou satisfeito com o desempenho de Fernando Croce e elogiou o trabalho do novato Christian Hahn tanto nos treinos como na corrida deste domingo. O chefe da Hitech Racing entende que o time tem todas as condições de evoluir e ser ainda mais competitivo na próxima etapa do campeonato, que está marcada para os dias 25 e 26 de abril, oficialmente agendada para o Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília.

Rodrigo Contin:

“Fiquei bastante satisfeito com a evolução que nosso time obteve neste fim de semana aqui em Curitiba. Gostei muito do trabalho do Christian Hahn, foi um ótimo começo. Mesmo sendo ele um estreante na categoria, logo de cara apresentou um bom ritmo, tanto nos treinos como na corrida que ele disputou hoje, o que é muito bom, considerando que ele tem pouquíssima experiência no automobilismo. Também fiquei positivamente surpreso com o ritmo do Fernando Croce, principalmente nos treinos. Penso que temos de evoluir, sobretudo com o nosso desempenho em corrida, mas avalio de forma positiva nosso primeiro fim de semana da temporada, e agora temos um tempo bom para desenvolver o que nos falta para chegarmos ainda mais competitivos na próxima etapa”.



F3 Brasil, Curitiba, etapa 1, corrida 1, final:

1 - Pedro Piquet, Cesário F3, 19 voltas, 27:21s193
2 - Rodrigo Baptista, Prop Car Racing, + 6s682
3 - Matheus Iorio, Cesário F3, +10s218
4 - Guilherme Samaia, Cesário F3 (Light), +18s343
5 - Matheus Muniz, Prop Car Racing (Light), +25s433
6 - Leonardo de Souza, EMB Racing, +25s675
7 - Fernando Croce, Hitech Racing, +29s393
8 - Giuliano Raucci, RR Racing, +1 volta
9 - Nicholas Silva, RR Racing, +3 voltas
10 Carlos Cunha, CF3, +3 voltas
11 Pedro Cardoso, Cesário F3 (Light), +4 voltas
12 Andreas Visnardi, RR Racing (Light), +11 voltas
13 Igor Fraga, Prop Car Racing (Light), +11 voltas
14 Dario Lintz, EMB Racing (Light), +11 voltas
15 Artur Fortunato, A.Fortunato F3 Racing, 0 voltas
16 Christian Hahn, Hitech Racing, 0 voltas
17 Felipe Ortiz, RR Racing (Light), 0 voltas

F3 Brasil, Curitiba, etapa 1, corrida 2, final:

1 - Matheus Iorio, Cesário F3, 23 voltas, 31:34s542
2 - Artur Fortunato, A.Fortunato F3 Racing, +6s153
3 - Rodrigo Baptista, Prop Car Racing, +8s896
4 - Christian Hahn, Hitech Racing, +15s091
5 - Giuliano Raucci, RR Racing, +17s365
6 - Pedro Piquet, Cesário F3, +5 voltas
7 - Fernando Croce, Hitech Racing, +8 voltas
8 - Carlos Cunha Filho, CF3, +13 voltas
9 - Leonardo de Souza, EMB Racing, +16 voltas
10 Matheus Muniz, Prop Car (Light), 0 voltas
11 Guilherme Samaia, Cesário F3 (Light), 0 voltas
12 Nicholas Silva, RR Racing, 0 voltas
13 Pedro Cardoso, Cesário F3 (Light), 0 voltas
14 Andreas Visnardi, RR Racing (Light), 0 voltas
15 Igor Fraga, Prop Car Racing (Light), 0 voltas
16 Dario Lintz, EMB Racing (Light), 0 voltas
17 Felipe Ortiz, RR Racing (Light), 0 voltas

Fotos: Vanderley Soares - Fonte: Eversports

Matheus Iorio vence corrida 2 e sai de Curitiba na liderança da F3 Brasil.


Matheus Iorio viveu um fim de semana vitorioso na abertura da temporada 2015 da F3 Brasil, entre 7 e 8 de fevereiro, no Autódromo Internacional de Curitiba. O piloto de 17 anos, que fez sua estreia pela equipe Cesário F3 competindo na classe principal da categoria, fez uma rodada dupla bastante consistente e conquistou bons resultados: ficou em 3º lugar na primeira corrida da etapa, na tarde de sábado, e venceu a segunda prova, realizada neste domingo (8). Na soma dos resultados, Matheus Iorio acumulou 24 pontos e assumiu a liderança do campeonato.

As atividades do fim de semana começaram no sábado, dia em que aconteceram os dois treinos livres, a classificação e a primeira corrida. Desenvolvendo um bom trabalho com sua nova equipe, Matheus conseguiu colocar o carro #34 no top-3 em todas as sessões e se garantiu na primeira fila do grid da corrida 1, disputada no fim da tarde. Iorio completou as 19 voltas num bom terceiro lugar, subindo ao pódio.


Veio o domingo e, com a regra de inversão do grid, Matheus largou em quarto lugar. Quarto que virou primeiro ainda nas primeiras curvas, quando assumiu a ponta após uma boa largada. Um incidente na primeira volta da corrida 2 tirou vários pilotos da categoria Light da disputa e causou a entrada do safety-car. Na relargada, o paulista foi ultrapassado por Pedro Piquet, que conseguiu administrar a vantagem até um problema o tirar da disputa faltando poucas voltas para o fim. Assim, Matheus Iorio conquistou sua primeira vitória na temporada, já na etapa de abertura do campeonato. Desta forma, o piloto começa 2015 da mesma forma que terminou o ano passado, quando finalizou o campeonato, em Goiânia, faturando a vitória na última corrida, pela categoria Light.


Com duas corridas realizadas, Matheus Iorio é o líder do campeonato, com 24 pontos, três a mais em relação a Rodrigo Baptista. Pedro Piquet, em terceiro, soma 15 pontos. A próxima etapa será disputada entre 25 e 26 de abril, oficialmente prevista para o Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília.


Matheus Iorio:

“Honestamente, fiquei surpreso pelo que aconteceu no fim de semana como um todo. Tive um bom desempenho e fui bem rápido nos treinos livres e na tomada de tempos, sempre andando entre os primeiros. Larguei na primeira fila ontem e terminamos no pódio, o que foi muito bom para a estreia na categoria A. Hoje consegui fazer uma ótima largada, assumi a ponta logo na segunda curva, depois mantive um bom ritmo. Começamos a temporada do jeito que terminamos 2014, no alto do pódio, o que é muito positivo para um começo de trabalho. Ir para casa como líder é excelente, mas sabemos que estamos apenas no início do campeonato e que tem muita coisa pela frente. Mas vale destacar mesmo o aprendizado obtido nos últimos dias e, nesse sentido, foi um fim de semana perfeito. Só posso agradecer a Deus”.


F3 Brasil, Curitiba, etapa 1, corrida 1, final:

1 - Pedro Piquet, Cesário F3, 19 voltas, 27:21s193
2 - Rodrigo Baptista, Prop Car Racing, + 6s682
3 - Matheus Iorio, Cesário F3, +10s218
4 - Guilherme Samaia, Cesário F3 (Light), +18s343
5 - Matheus Muniz, Prop Car Racing (Light), +25s433
6 - Leonardo de Souza, EMB Racing, +25s675
7 - Fernando Croce, Hitech Racing, +29s393
8 - Giuliano Raucci, RR Racing, +1 volta
9 - Nicholas Silva, RR Racing, +3 voltas
10 Carlos Cunha, CF3, +3 voltas
11 Pedro Cardoso, Cesário F3 (Light), +4 voltas
12 Andreas Visnardi, RR Racing (Light), +11 voltas
13 Igor Fraga, Prop Car Racing (Light), +11 voltas
14 Dario Lintz, EMB Racing (Light), +11 voltas
15 Artur Fortunato, A.Fortunato F3 Racing, 0 voltas
16 Christian Hahn, Hitech Racing, 0 voltas
17 Felipe Ortiz, RR Racing (Light), 0 voltas

F3 Brasil, Curitiba, etapa 1, corrida 2, final:

1 - Matheus Iorio, Cesário F3, 23 voltas, 31:34s542
2 - Artur Fortunato, A.Fortunato F3 Racing, +6s153
3 - Rodrigo Baptista, Prop Car Racing, +8s896
4 - Christian Hahn, Hitech Racing, +15s091
5 - Giuliano Raucci, RR Racing, +17s365
6 - Pedro Piquet, Cesário F3, +5 voltas
7 - Fernando Croce, Hitech Racing, +8 voltas
8 - Carlos Cunha Filho, CF3, +13 voltas
9 - Leonardo de Souza, EMB Racing, +16 voltas
10 Matheus Muniz, Prop Car (Light), 0 voltas
11 Guilherme Samaia, Cesário F3 (Light), 0 voltas
12 Nicholas Silva, RR Racing, 0 voltas
13 Pedro Cardoso, Cesário F3 (Light), 0 voltas
14 Andreas Visnardi, RR Racing (Light), 0 voltas
15 Igor Fraga, Prop Car Racing (Light), 0 voltas
16 Dario Lintz, EMB Racing (Light), 0 voltas
17 Felipe Ortiz, RR Racing (Light), 0 voltas

Fotos: André Santos/AS Image Sports - Fonte: Eversports

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Augusto Farfus segue no Team RBM e terá novo parceiro de equipe em 2015.


Piloto oficial da BMW Motorsport desde os tempos de WTCC, Augusto Farfus disputará em 2015 sua quarta temporada no DTM. Vice-campeão em 2013 e único brasileiro no grid da categoria, uma das principais do automobilismo mundial, o curitibano de 31 anos seguirá defendendo as cores do Team RBM, escuderia belga chefiada por Bart Mampaey. Neste ano, Farfus terá como companheiro de equipe o jovem britânico Tom Blomqvist, de 21 anos, que fará sua estreia no DTM. O anúncio foi realizado nesta sexta-feira (6 de fevereiro) em comunicado publicado pela BMW Motorsport em Munique, Alemanha.

Desde que retornou ao DTM, em 2012, a BMW vem colecionando conquistas e títulos na categoria. A montadora bávara foi campeã do certame de pilotos daquele ano com o canadense Bruno Spengler, foi vice com Farfus em 2013 e faturou novamente a taça com o alemão Marco Wittmann no ano passado. E tanto em 2012 como em 2013, a BMW foi campeã dos construtores.


Augusto tem um histórico bastante respeitável na categoria. Em três temporadas, o curitibano disputou 27 corridas, venceu quatro provas e faturou por três vezes a pole-position. No seu ano de estreia, Farfus teve como companheiro de equipe o britânico Andy Priaulx, enquanto em 2013 e 2014 dividiu os boxes do Team RBM com o norte-americano Joey Hand. Em 2015, depois de faturar o segundo lugar nas 24 Horas de Daytona na classe GT Le Mans, o brasileiro servirá como referência para o novato Tom Blomqvist, destaque nos treinos com a BMW M4 DTM em dezembro do ano passado.

Além do Team RBM, a BMW Motorsport também definiu as duplas das suas outras três equipes do DTM: o campeão Marco Wittmann representará o Team RMG ao lado de Maxime Martin, Martin Tomczyk e Antonio Felix da Costa defenderão o Team Schnitzer, enquanto Bruno Spengler e Timo Glock vão disputar a temporada 2015 pelo Team MTEK.


Nos últimos dias, Farfus esteve no Circuito das Américas, em Austin, nos Estados Unidos, no evento de lançamento da BMW X6 M. Nas próximas semanas, o foco estará voltado aos preparativos para a temporada 2015 do DTM. A abertura do campeonato, que terá como grande novidade a introdução do sistema de rodadas duplas, terá início em 2 de maio, no circuito de Hockenheim.

Augusto Farfus:

“Fico muito feliz por permanecer no Team RBM pelo simples fato de dar continuidade ao trabalho que temos desempenhado nos últimos três anos no DTM. É uma equipe com DNA vencedor, já vencemos muitas corridas juntos, e fico feliz em poder dar sequência à nossa jornada. Temos um projeto muito bom para esta temporada, e para que este projeto seja vitorioso é muito importante continuar com os mesmos mecânicos e engenheiros. Dou as boas-vindas ao Tom Blomqvist, meu novo companheiro de equipe, um jovem talento que foi muito bem nos treinos e será uma boa referência para o time. Acredito que vamos fazer um bom trabalho juntos”.


Bart Mampaey, chefe de equipe do Team RBM:

“Augusto Farfus acumulou muita experiência no DTM ao longo dos últimos três anos e já mostrou que é capaz de vencer corridas e se colocar na luta pelo título. Quanto a Tom Blomqvist, damos as boas-vindas a um rápido e jovem piloto, que tem tudo o que é necessário para acertar no DTM. Estou muito ansioso para trabalhar com estes dois pilotos em 2015”.

Jens Marquardt, diretor da BMW Motorsport:

“Vamos para a nova temporada com um forte line-up de pilotos e equipes. Este é o melhor conjunto que poderia almejar. No total, nossos pilotos têm 334 corridas e 31 vitórias no DTM. Temos um bom mix de pilotos jovens e experientes, e todos têm condições de deixar sua marca na categoria. Mantemo-nos fieis à nossa filosofia de que só podemos alcançar o sucesso a longo prazo no DTM com quatro equipes de igual força. Tivemos experiências positivas com esta abordagem no passado. Estamos confiantes de que encontramos o line-up ideal para a temporada 2015, na qual teremos de enfrentar uma série de novos desafios com o novo formato de rodadas duplas no fim de semana”.

Fotos: BMW/DTM - divulgação Fonte: Eversports

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Kimi Raikkonen encerra os testes da pré-temporada em Jerez em primeiro.


A Ferrari dominou o quarto dia de testes coletivos da pré-temporada 2015 da Fórmula 1 em Jerez, o finlandês Kimi Raikkonen anotou o melhor tempo da semana ao cravar: 1:20s841, seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, foi o mais rápido no domingo e na segunda-feira. Nos quatro dias de atividades na pista de Jerez de la Frontera, os propulsores da Ferrari foram os destaques, na terça-feira com o carro do brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, e nos demais dias com os carros do time de Maranello.

É claro que Williams e Mercedes não mostraram tudo o que tinham, os dois times provavelmente devem lutar pelo título deste ano, as equipes aproveitaram as sessões para acumular quilometragem e neste quesito a atual campeã Mercedes foi muito superior aos adversários, completando 517 voltas com seus dois carros. A Sauber andou bem e novamente esteve entre os primeiros tempos, o sueco Marcus Ericsson fechou o dia em 2º, no entanto, temos que esperar até a primeira corrida na Austrália para ver se isto não foi apenas um blefe.


O bicampeão Lewis Hamilton, ficou com o 3º tempo e foi o piloto com mais voltas completadas, totalizando 117 giros. O estreante Max Verstappen ficou com o 4º tempo, considerado umas das revelações do automobilismo mundial, o holandês deverá surpreender este ano, já vimos este filme com Ricciardo em 2014, creio que o garoto promete! O brasileiro Felipe Massa terminou em 5º, mas avaliou que o “FW37” é superior ao modelo antecessor, ótima notícia e espera-se que ele lute por vitórias este ano.


A Lotus testou com o francês Romain Grosjean, foram 53 voltas e o 6º tempo, na sequência vieram: Daniil Kvyat (RBR) e Jenson Button (McLaren), o carro do time inglês apresentou problemas com a bomba de combustível. A Fórmula 1 segue agora para Barcelona, onde acontece as duas últimas sessões de testes da pré-temporada. Uma notícia importante que surgiu ontem, a Marussia anunciou que pagou sua inscrição para correr em 2015 e que em breve eles darão novas informações. A Force Índia também havia revelado que estará testando apenas na última sessão em Barcelona, que vai de 26 de fevereiro à 1º de maio.

F1: Testes da pré-temporada 2015 - Jerez

Dia: 1
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 5 Sebastian Vettel Ferrari 1:22s620 60
2 9 Marcus Ericsson Sauber 1:22s777 73
3 6 Nico Rosberg Mercedes 1:23s106 157
4 3 Daniel Ricciardo RBR 1:23s338 35
5 77 Valtteri Bottas Williams 1:23s906 73
6 55 Carlos Sainz Jr. Toro Rosso 1:25s327 46
7 14 Fernando Alonso McLaren 1:40s738 6
Dia: 2
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 5 Sebastian Vettel Ferrari 1:20s984 89
2 12 Felipe Nasr Sauber 1:21s867 88
3 77 Valtteri Bottas Williams 1:22s319 61
4 44 Lewis Hamilton Mercedes 1:22s490 91
5 33 Max Verstappen Toro Rosso 1:24s167 73
6 13 Pastor Maldonado Lotus 1:25s802 41
7 22 Jenson Button McLaren 1:54s655 6
8 26 Daniil Kvyat RBR s/tempo 18
Dia: 3
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 12 Felipe Nasr Sauber 1:21s545 109
2 7 Kimi Raikkonen Ferrari 1:21s750 94
3 6 Nico Rosberg Mercedes 1:21s982 151
4 19 Felipe Massa Williams 1:22s276 71
5 13 Pastor Maldonado Lotus 1:22s713 96
6 55 Carlos Sainz Jr. Toro Rosso 1:23s187 137
7 3 Daniel Ricciardo RBR 1:23s901 49
8 14 Fernando Alonso McLaren 1:35s553 32
Dia: 4
Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 7 Kimi Raikkonen Ferrari 1:20s841 106
2 9 Marcus Ericsson Sauber 1:22s019 112
3 44 Lewis Hamilton Mercedes 1:22s172 117
4 33 Max Verstappen Toro Rosso 1:22s553 97
5 19 Felipe Massa Williams 1:23s116 73
6 8 Romain Grosjean Lotus 1:23s802 53
7 26 Daniil Kvyat RBR 1:23s975 64
8 22 Jenson Button McLaren 1:27s660 35