domingo, 30 de novembro de 2014

Mercedes-Benz Challenge: Hitech Racing garante lugar na primeira fila do grid de largada em Curitiba.


Foi por muito pouco que a pole position não veio. Contudo, o desempenho da Hitech Racing neste sábado (29 de novembro) que antecede a oitava e derradeira etapa da temporada 2014 do Mercedes-Benz Challenge mostrou mais uma vez o potencial alcançado pela equipe de Pinhais no seu primeiro ano na categoria. Eduar Merhy Neto chegou a liderar a tomada de tempos, realizada no fim desta tarde, mas acabou sendo superado no fim por apenas 0s089 e largará em segundo. O duo formado por Paulo e Lorenzo Varassin também teve bela atuação e garantiu um lugar na terceira fila do grid da prova deste domingo.

A performance de hoje comprovou o ótimo rendimento que a Hitech Racing exibiu pelo Mercedes-Benz Challenge neste ano em Curitiba. Nas duas corridas realizadas até agora no circuito paranaense, o time chefiado pelo engenheiro mecânico Rodrigo Contin faturou dois pódios, um com Merhy Neto e outro com Paulo e Lorenzo Varassin, pai e filho. A expectativa para este fim de semana é repetir ou até melhorar o retrospecto e lutar pela vitória no domingo.


O fim de semana começou um tanto conturbado para Eduar Merhy Neto, que praticamente não treinou na sessão livre da manhã por conta de problemas no seu CLA 45 AMG #8. Entretanto, o período da tarde foi muito melhor para o paranaense, que fechou em quinto o segundo treino livre e ficou muito perto da pole position ao marcar 1:29s436 no seletivo circuito de Curitiba. Já a dupla da família Varassin sempre figurou entre os dez primeiros colocados. No segundo treino, pai e filho lideraram a tabela de tempos e, na classificação, ficaram a apenas 0s236 do tempo da pole. Foi uma sessão extremamente equilibrada, com 16 pilotos andando no mesmo segundo.

A etapa final do Mercedes-Benz Challenge em 2014 está prevista para 12h25 (horário de Brasília) deste domingo. A corrida, com duração de 45 minutos mais uma volta, terá transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports e por VT, às 14h30, pela RedeTV.

Rodrigo Contin:

“Foi uma tomada de tempos bastante disputada, como tem sido a tônica da categoria. Tivemos um ótimo desempenho, nossos dois carros tinham chances reais de faturar a pole-position, sendo apenas uma questão de encaixar a volta ideal. Ficamos bem próximos, faltou pouco, mas dou parabéns aos nossos pilotos e vamos amanhã com uma expectativa para fazer uma bela corrida na nossa casa e lutar por esta vitória tão desejada”.

Stock Car: Rafael Suzuki faz boa volta e abre última etapa de 2014 em 17º no grid em Curitiba.


Rafael Suzuki fecha sua primeira temporada como piloto da Stock Car neste fim de semana, quando será disputada a 12ª e derradeira etapa de 2014, no Autódromo Internacional de Curitiba. Na tarde deste sábado (29 de novembro), o paulista radicado no Maranhão evoluiu muito, se recuperou dos problemas enfrentados nos dois treinos livres e obteve boa performance na sessão classificatória. Quarto mais rápido do grupo 2, o piloto da equipe carioca ProGP obteve, no combinado dos dois grupos, o 17º tempo, posição que lhe assegura um lugar no meio de um grid composto por 33 carros (sendo 24 separados por menos de 1s) na corrida deste domingo.

As atividades de pista em Curitiba começaram na sexta-feira, quando, no fim da tarde, foi realizado o primeiro treino livre do fim de semana. Suzuki não teve o desempenho esperado e ficou em 26º lugar ao registrar 1:20s088 como melhor tempo. Na manhã deste sábado, Rafael avançou, mas os outros pilotos do grid também evoluíram, já que a pista estava bem mais rápida. O estreante anotou 1:19s643 e finalizou em 25º. Desde então, o piloto, em conjunto com a ProGP, se empenhou na busca por um bom acerto, e o trabalho deu muitos frutos durante a tomada de tempos.


Na hora do treino que realmente vale, Suzuki apresentou bom rendimento durante o curto período de dez minutos em que esteve na pista. O piloto de 27 anos conseguiu exibir uma performance muito superior ao que fora apresentado nos treinos livres e se destacou. No seu grupo, Rafael anotou 1:19s485, menos de 0s3 em relação ao top 10 que avançou à luta pela pole position em Curitiba. Após garantir uma das melhores posições em grids de largada neste ano, Suzuki se mostrou satisfeito pela evolução demonstrada na classificação. Ciente de que costuma apresentar bom ritmo de corrida, o novato confia em obter um bom resultado para fechar da melhor forma sua primeira temporada na Stock Car.

A largada da 12ª e última etapa do campeonato, que vai definir o grande campeão de 2014 e valerá pontuação dobrada, tem largada prevista para 10h30 (horário de Brasília) de domingo e terá transmissão ao vivo pela Rede Globo. A pole position para a corrida é de Rubens Barrichello, atual líder da temporada.


Rafael Suzuki:

“Largar em 17º, depois do que foram os treinos livres, é positivo. Nós ainda não encontramos o acerto ideal do carro, apenas demos um passo à frente na classificação. Vamos trabalhar para termos um bom ritmo amanhã, já que não haverá muito jogo de estratégia, pois será uma corrida única e sem reabastecimento”.

Grid de largada da 12ª etapa da Stock Car, em Curitiba:

1 - Rubens Barrichello, Full Time Competições, Q2
2 - Daniel Serra, Red Bull Racing, +0s025, Q2
3 - Cacá Bueno, Red Bull Racing, +0s097, Q2
4 - Átila Abreu, Mobil Super Racing, +0s130, Q2
5 - Thiago Camilo, Ipiranga RCM, +0s151, Q2
6 - Ricardo Maurício, Eurofarma RC, +0s405, Q2
7 - Allam Khodair, Full Time Competições, +0s462, Q2
8 - Luciano Burti, Vogel Motorsport, +0s553, Q2
9 - Marcos Gomes, Carlos Alves Competições, +0s591, Q2
10 Felipe Lapenna, Hot Car Competições, +0s746, Q2
11 Valdeno Brito, Shell Racing, +0s522
12 Julio Campos, Prati-Mico’s Racing, +0s547
13 Ricardo Zonta, RZ Motorsport, +0s613
14 Antonio Pizzonia, Prati-Mico’s Racing, +0s673
15 Sergio Jimenez, Voxx Racing Team, +0s715
16 Galid Osman, Ipiranga RCM, +0s780
17 Rafael Suzuki, ProGP, +0s786
18 Nonô Figueiredo, Mobil Super Racing, +0s804
19 Popó Bueno, Shell Racing, +0s839
20 Tuka Rocha, RZ Motorsport, +0s844
21 Felipe Fraga, Vogel Motorsport, +0s888
22 Max Wilson, Eurofarma RC, +0s925
23 Lucas Foresti, RC3 Bassani, +0s946
24 Raphael Matos, Hot Car Competições, +0s983
25 Bia Figueiredo, ProGP, +1s006
26 Fabio Fogaça, Carlos Alves Competições, +1s006
27 Diego Nunes, C2 Team, +1s062
28 Vitor Genz, Boettger Competições, +1s076
29 Gabriel Casagrande, C2 Team, +1s191
30 Alceu Feldmann, Hanier Racing, +1s550
31 Beto Cavaleiro, Hanier Racing, +2s178
32 Felipe Tozzo, Boettger Competições, +2s265
33 Denis Navarro, Voxx Racing Team, +6s427

Fotos: Marcus Cicarello/Carsten Horst e Rafael Gagliano/Hyset - Fonte: Eversports

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Mercedes-Benz Challenge: Hitech Racing fecha temporada em busca de vitória no circuito de Curitiba.


Tradicional palco do automobilismo brasileiro, Curitiba recebe neste fim de semana (29 e 30 de novembro) a 12ª e última etapa da Stock Car e também a oitava e derradeira rodada do Mercedes-Benz Challenge, categoria voltada aos gentlemen-drivers e que passou a ser organizada e promovida pela Vicar. Para a Hitech Racing, será a oportunidade de correr em casa mais uma vez, repetir a boa performance no circuito paranaense e lutar pela vitória para, a exemplo do que aconteceu na semana passada na F3 Brasil, fechar 2014 em alta na categoria.

Chefiada pelo engenheiro mecânico Rodrigo Contin, a equipe baseada em Pinhais fez em 2014 sua estreia no Campeonato Brasileiro de Turismo, classe de acesso à Stock Car, e também no Mercedes-Benz Challenge. Embora sejam certames de conceitos diferentes, a Hitech Racing obteve grande evolução nas duas categorias ao longo do ano: enquanto no Brasileiro de Turismo o ano foi de muito aprendizado e crescimento nítido a cada etapa, culminando no top 5 no campeonato entre as equipes, no Mercedes-Benz Challenge, a escuderia já conquistou três pódios, sendo que dois deles foram alcançados justamente em Curitiba.


Inscrita na principal categoria do Mercedes-Benz Challenge, a CLA AMG Cup, a Hitech Racing contou com dois carros: a dupla formada por Paulo e Lorenzo Varassin, pai e filho, guiaram o CLA 45 AMG #37. O duo de pilotos paranaenses, com muita experiência no endurance, alcançou bom desempenho ao longo do ano, mostrou regularidade ao pontuar em seis das sete etapas do campeonato até agora, subiu ao pódio com o segundo lugar na etapa seis, em Curitiba, e chegou a figurar com chances de título. Neste fim de semana, pai e filho Varassin têm como objetivo terminar o ano novamente no pódio.

Eduar Merhy Neto também representou bem a Hitech Racing no Mercedes-Benz Challenge. O paranaense voltou a competir de forma regular neste ano após mais de duas décadas fora do esporte. O piloto chegou a disputar categorias como F3 Inglesa e F3 Alemã, sendo contemporâneo de nomes como David Coulthard, Michael Schumacher e Mika Häkkinen, mas optou por voltar ao Brasil para seguir carreira empresarial. No seu retorno ao automobilismo, Merhy Neto fez um grande trabalho com o CLA 45 AMG #8, lutou pela vitória em algumas etapas e subiu ao pódio duas vezes, sendo uma em Curitiba e outra no Velopark.


A programação do Mercedes-Benz Challenge em Curitiba começa no sábado, quando serão realizados dois treinos livres e a sessão classificatória que define o grid de largada. A última corrida do ano, com duração de 45 minutos mais uma volta, tem largada prevista para domingo, às 12h25 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports, com reprise na íntegra às 14h30 pela RedeTV.


Rodrigo Contin:

“Tivemos uma temporada de estreia muito boa pelo Mercedes-Benz Challenge: subimos ao pódio, lutamos pela vitória, ganhamos muita experiência e aprendizado. E agora vamos novamente correr em Curitiba, um circuito sempre muito especial para todos nós e onde nossos pilotos conseguiram andar muito bem neste ano, então a expectativa é positiva. Acredito que tanto Paulo e Lorenzo Varassin quanto o Eduar Merhy Neto têm chances de brigar pela vitória, que seria algo excepcional para fechar um ano de muito trabalho nesta nossa incursão em categorias turismo. Então estamos muito otimistas com o que podemos alcançar no fim de semana e vamos lutar para terminar 2014 com outro grande resultado”.

Fotos: José Mário Dias e Vanderley Soares - Fonte: Eversports

Abu Dhabi: Three Fórmula 3 young-guns test Fórmula 1 cars.


The 2014 Fórmula 1 season ended this Sunday but for the teams, the work continued straight away. Following the season finale in Abu Dhabi they tested for two days at the same venue and invited three Fórmula 3 European Championship young-guns to the tests. In addition to Max Verstappen (Van Amersfoort Racing) and Esteban Ocon (Prema Powerteam) who already had covered their first kilometres at the wheel of F1 single-seaters, Richard Goddard (ThreeBond with T-Sport) also made the trip to Abu Dhabi to make his debut in a Fórmula 1 car.

On day one, only Max Verstappen was involved in the testing work. The Dutchman completed 55 laps at the wheel of a Toro Rosso vehicle to finish ninth on the time sheets. On day two, the 17-year old who already has been signed as GP driver for the 2015 season by the Scuderia Toro Rosso was even busier and completed a total of 78 laps. “Sitting behind the wheel for a total of four hours felt just great,” he beamed. “In the morning session we succeeded in completing our scheduled programme and could test several things for the 2015 season. In the afternoon, we were hampered by some technical problems but the team solved these problems before the session was over”. On the second day of testing, Verstappen crossed the line in 1:43s763, thus securing the third position on the time sheets.


Reigning FIA Fórmula 3 European Champion Esteban Ocon joined the test action only on day two. The long-term Lotus Fórmula 1 Junior contested the morning session for Team Lotus F1 and completed 34 laps. With his personal fastest lap time of 1:47s013, the Frenchman was the 10th-fastest on day two. “The tests ran really well,” he revealed before hitting the road back to France. “We completed the scheduled programme and didn’t focus on setting fast lap times. At the same time, I used the opportunity to keep on familiarising myself even with the E22 and I’m understanding the car better and better. Meanwhile, the team also supported me with a great feedback and that’s something I was particularly delighted with”.

In addition to Esteban Ocon and Max Verstappen who both have had bonds with Fórmula 1 teams for quite a while, Richard Goddard also was offered the chance of demonstrating his skills in a Fórmula 1 cockpit, at Abu Dhabi. The Australian covered his first Fórmula kilometres for Force Índia and did a great job. At the end of the day he had completed 89 laps and set a personal fastest lap time of 1:44s944, thus making it to sixth position on the time sheets. With this time, he out-paced - inter alia - his compatriot Daniel Ricciardo who was the fastest of the drivers not racing for the Mercedes-Benz works team, in the 2014 Fórmula 1 season, and finished third in the World Championship. “First of all I had to familiarise myself with the F1 car,” admitted Goddard, “But afterwards, I succeeded in improving consistently. I’m really delighted with my personal fastest lap time and I think that 89 laps represent a solid distance for the beginning. I’m rather happy about the day and the way the team worked with me. Now I would love to keep the bond with Force Índia alive”.


Also involved in the testing work on day two was Raffaele Marciello. At the wheel of a Ferrari, the 2013 FIA Fórmula 3 European Champion finished second behind Mercedes test driver Pascal Wehrlein.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Rafael Suzuki encerra temporada de estreia na Stock Car neste fim de semana em Curitiba.


Chega ao fim neste fim de semana a temporada 2014 da Stock Car, a principal categoria do automobilismo brasileiro. Desde a primeira etapa, no mês de março, em Interlagos, o certame mostrou belos embates e um alto nível técnico, apresentou novidades, como a realização das rodadas duplas e chega à decisão neste domingo (30 de novembro), em Curitiba, com oito pilotos reunindo chances de conquistar o título. Para Rafael Suzuki, a corrida no circuito paranaense é a chance de fechar um ano de muito aprendizado e evolução contínua em sua estreia na categoria, representando a equipe ProGP.

Paulista radicado no Maranhão, o piloto de 27 anos regressou ao automobilismo brasileiro depois de construir praticamente toda sua carreira no exterior, disputando categorias como a F3 Alemã, F3 Asiática e Japonesa, por onde ficou dois anos, além de fazer sua estreia em categorias turismo no International GT Open, na Europa, no ano passado.


Desde sua estreia na Stock Car, o piloto cresceu ao longo da temporada e virou um habitué da lista de pontuadores. Nas últimas seis etapas do campeonato, Rafael somou pontos, e como prova da sua ascensão na Stock Car, na última rodada dupla, no desafiador circuito de rua de Salvador, o piloto da ProGP pontuou nas duas corridas da etapa e alcançou sua melhor colocação, sendo 13º lugar na prova 2.

Agora é a hora de fechar a temporada. Suzuki retorna ao circuito de Curitiba, onde teve sua primeira experiência com um carro da Stock Car nos testes da pré-temporada e correu no fim de agosto, numa etapa caótica e marcada pela chuva, e ainda assim conseguiu pontuar. A expectativa do piloto é aproveitar a experiência adquirida no circuito para fazer a melhor corrida do ano.


A etapa deste fim de semana, assim como a prova de abertura e a Corrida do Milhão, será disputada em uma única bateria, com duração de 40 minutos mais uma volta. Rubens Barrichello lidera a classificação com 198 pontos, mas Átila Abreu, Thiago Camilo, Julio Campos, Antonio Pizzonia, Sergio Jimenez, Cacá Bueno e Allam Khodair também têm chances de título. A corrida, com largada prevista para 10h30 (horário de Brasília), terá transmissão ao vivo pela Rede Globo, dentro do programa Esporte Espetacular.


Rafael Suzuki:

“Curitiba não é só a última corrida do ano, mas também uma das mais importantes, ao lado da Corrida do Milhão, por valer pontos dobrados. Vamos buscar um bom resultado e um salto na classificação, além de terminar o ano em evolução, como foi toda a temporada. A equipe tem trabalhado duro para termos um carro cada vez mais competitivo, então estou confiante que temos chances de superar expectativas. Quero terminar meu ano de estreia com um resultado animador”.

Fotos: Rafael Gagliano e Carsten Horst/Hyset - Fonte: Eversports

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Hitech Racing termina F3 Brasil 2014 com vitória de Matheus Iorio e pódio de Bruno Etman em Goiânia.


Terminou neste fim de semana a temporada 2014 da F3 Brasil, a principal categoria de base do automobilismo nacional. Para a Hitech Racing, foi um campeonato de muitos desafios, trabalho, alguns problemas no percurso, mas que trouxe, no seu desfecho, dois grandes resultados que dão ainda mais motivação para o futuro. Na manhã deste domingo (23 de novembro), a equipe chefiada pelo engenheiro mecânico Rodrigo Contin conquistou sua primeira vitória no ano com Matheus Iorio, que triunfou na categoria Light, enquanto Bruno Etman, depois de ter chegado a liderar a disputa, foi o segundo colocado na classe principal.

Não foi um ano fácil para a Hitech Racing. A equipe iniciou a temporada com a perspectiva de lutar por vitórias e pelo título para repetir a conquista de 2013, quando foi campeã da antiga F3 Sul-Americana, com Felipe Guimarães. Contudo, o início do campeonato acabou sendo complicado, o que exigiu de todos da equipe mais trabalho e determinação para voltar a brigar pela vitória.


Bruno Etman teve um primeiro semestre muito bom, subindo ao pódio nas quatro primeiras corridas da temporada e se colocando como principal oponente de Pedro Piquet na briga pelo título. Em Interlagos, antes da pausa no período da Copa do Mundo, o argentino de Bahía Blanca voltou a conquistar bons resultados e foi ao pódio outras duas vezes. No retorno da categoria, Etman enfrentou momentos difíceis que o distanciaram da briga pelo título. Mas em Goiânia, o experiente piloto voltou a mostrar grande forma e, com pilotagem aguerrida, conseguiu terminar a temporada no pódio da F3 Brasil, no 2º lugar, e fechou em 3º lugar na classificação final do campeonato.


Para Matheus Iorio, foi principalmente um ano de aprendizado. O paulista de 17 anos fez em 2014 sua primeira temporada em categorias formula na classe Light da F3 Brasil. Ao longo do campeonato, no entanto, Iorio conseguiu acumular resultados bastante significativos, como o terceiro lugar em Santa Cruz do Sul, o segundo em Brasília e outro pódio, desta vez em Curitiba. Mas foi em Goiânia que o jovem conseguiu seu maior destaque. Competitivo durante todo o fim de semana, com ritmo acima de muitos carros da categoria A, Matheus fez um belo trabalho e após largar em último, fez grande corrida e acabou se beneficiando de uma punição a Vitor Baptista para conquistar sua primeira vitória na categoria, logo na corrida final. Um desfecho alentador não só para Matheus Iorio, mas também para a Hitech Racing, que viu o esforço de todos dentro da equipe ter sido recompensado hoje com os grandes resultados de Iorio e Bruno Etman.

O trabalho para a equipe de Pinhais não para. A equipe permanece em Goiânia e realiza testes na próxima terça-feira, já pensando na temporada 2015.


Rodrigo Contin:

“Encerramos a temporada de forma muito positiva e merecida depois do trabalho que nós realizamos ao longo de todo o ano. Estava faltando uma vitória, e felizmente ela aconteceu hoje pelas mãos do Matheus Iorio, um piloto que cresceu muito a cada corrida e mostrou o quanto é promissor, fazendo uma grande prova depois de ter largado da última colocação, então foi muito merecido. Bruno Etman também fez uma bela prova e lutou até o fim, ficando só atrás do Pedro Piquet, que teve uma temporada incontestável. O resultado conquistado hoje com o Matheus e o Bruno nos dá ainda mais motivação para voltar com tudo ano que vem, sempre com o objetivo de lutar por vitórias e pelo título”.

Fotos: Luca Bassani - Fonte: Eversports

Com primeira vitória em Goiânia, Matheus Iorio fecha temporada no top-3 na F3 Brasil Light.


Nada melhor do que uma vitória para encerrar da maneira mais positiva possível uma temporada de estreia em categorias formula. Na manhã deste domingo (23 de novembro), em Goiânia, Matheus Iorio fez uma prova de superação ao largar em último lugar, sendo o 14º no grid, imprimiu ótimo ritmo de corrida e venceu a corrida que encerrou a temporada 2014 da F3 Brasil na categoria Light, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia. O resultado obtido hoje coroa um ano marcado por muito trabalho, desafios e muito aprendizado na carreira do piloto de 17 anos, ao longo das oito rodadas duplas realizadas na temporada.

Depois de um bom desempenho nos treinos livres, Iorio largou em 2º lugar entre os carros da Light na primeira corrida. Nas primeiras voltas, o piloto se envolveu num acidente de corrida, porém, após uma decisão polêmica da direção de prova, foi desclassificado. Desta forma, teve de largar em 14º e último neste domingo. Com forte ritmo, Matheus foi escalando o pelotão e completou as 21 voltas na segunda posição. No entanto, Vitor Baptista, que cruzou em primeiro, foi punido com acréscimo de 20s no seu tempo de prova por ter feito manutenção no grid de largada fora do tempo permitido, e Matheus Iorio herdou o triunfo em Goiânia. Com o resultado, o paulista terminou o campeonato da F3 Brasil Light em terceiro lugar, com 99 pontos, pontuando em 12 das 16 corridas da temporada.


Agora, Iorio começa a focar na temporada 2015 e deve realizar, nos próximos dias, testes com o Dallara F309 da classe principal, visando seu próximo desafio no automobilismo.

Matheus Iorio:

“Estou bem feliz pela forma como terminamos a temporada aqui em Goiânia. Fizemos dois dias de testes aqui recentemente e estivemos muito competitivos durante todo o fim de semana. Infelizmente ocorreu um incidente na primeira corrida, que fez com que eu largasse em último hoje. O cenário era bem difícil, mas com muito esforço meu e de todos, conseguimos chegar à vitória e terminar o campeonato num honroso 3º lugar. Agradeço a Deus, minha família, meu coach Rafael Suzuki, à Hitech Racing por este ano de aprendizado, a todos que me apoiaram de alguma forma nesta batalha. Agora é trabalhar ainda mais e já focar no ano que vem”.


F3 Brasil, temporada 2014, etapa 8, Goiânia, corrida 2, final:

1 - Pedro Piquet, Cesario F3, 21 voltas
2 - Bruno Etman, Hitech Racing, +10s018
3 - Raphael Raucci, RR Racing, +16s301
4 - Matheus Iorio, Hitech Racing (Light), +17s125
5 - Fernando Croce, PropCar Racing, +25s924
6 - Vitor Baptista, Cesario F3 (Light), +27s009
7 - Mauro Auricchio, RR Racing, +35s535
8 - Ryan Verra, RR Racing (Light), +2 voltas
9 - Matheus Leist, Cesario F3 (Light), +10 voltas
10 Artur Fortunato, Artur Fortunato F3 Racing, +11 voltas
11 Victor Miranda, PropCar Racing (Light), +11 voltas
12 Sergio Sette Câmara, Cesario F3, +19 voltas
13 Renan Guerra, RR Racing (Light), não largou
14 Lukas Moraes, PropCar Racing, +19 voltas

Fotos: Luca Bassani - Fonte: Eversports

Lukas Moraes completa temporada 2014 como vice-campeão da F3 Brasil na classe principal.


Lukas Moraes fechou a temporada 2014 da F3 Brasil como vice-campeão na classe principal da mais importante categoria de base do automobilismo nacional. O piloto, que representou a equipe PropCar Racing, teve um ano de muita evolução e foi um dos destaques positivos do campeonato. Ao todo, Lukas foi ao pódio em dez oportunidades, venceu uma vez - no circuito de Interlagos, em condições difíceis de clima e visibilidade -, e após 16 corridas, completou a temporada encerrada na manhã deste domingo (23 de novembro), em Goiânia, numa honrosa segunda colocação na tabela de pontos.

Foi um ano especial para Moraes por ter representado seu retorno ao automobilismo nacional depois de correr um ano na Europa pela Fórmula Abarth, baseada na Itália. Lukas apostou no renascimento da F3 no Brasil e escolheu a PropCar Racing, chefiada pelo experiente Darcio dos Santos, para competir em 2014. Sua opção por retornar ao país se provou mais do que acertada ao longo do ano, uma vez que a categoria se fortaleceu a cada corrida e proporcionou ao paulista uma oportunidade de evoluir na sua carreira como piloto.


Mesmo enfrentando dificuldades no orçamento e poucas chances de testar ao longo do ano, ao contrário dos seus oponentes, Lukas fez um belo trabalho em pista. Depois de um início irregular de temporada, o piloto pontuou em 11 das últimas 13 corridas, foi ao pódio em dez oportunidades e conquistou uma vitória importante em São Paulo.

Lukas chegou a Goiânia para confirmar o vice-campeonato. No sábado, o piloto da PropCar Racing obteve mais um pódio ao terminar em terceiro lugar e chegou aos 116 pontos. E neste domingo, o paulista se envolveu num acidente com Sergio Sette Câmara na segunda volta e acabou sendo punido pela direção de prova. Contudo, Bruno Etman, seu principal adversário na luta pelo vice, finalizou a prova em segundo lugar na categoria principal, alcançando 115 pontos, resultado que deu a Moraes, por um ponto, a segunda colocação no campeonato. O campeão da temporada foi Pedro Piquet.


Satisfeito pelo que conquistou neste ano, tanto em termos de pilotagem como em experiência de vida, Lukas Moraes destacou sua evolução dentro das pistas e ressaltou a importância de ter trabalhado ao lado de Darcio dos Santos. Agora, seu foco está na busca pela melhor opção para dar sequência à carreira no automobilismo na próxima temporada.


Lukas Moraes:

“Terminar a temporada assim não era o esperado. Tínhamos carro até para ganhar a prova, mas infelizmente essas coisas acontecem, foi um acidente de corrida. De qualquer forma, por outro lado, diante dos desafios que enfrentamos durante o ano, terminar como vice-campeão é um belo resultado, um cenário quase perfeito depois de tantas dificuldades que tivemos pela frente. Então eu só posso agradecer à minha família pelo apoio, à PropCar, ao Darcio, aos engenheiros e todos os mecânicos que lutaram junto comigo, aos patrocinadores e todos que me apoiaram. Tudo isso me dá ainda mais motivação para voltar com mais força no ano que vem”.

Fotos: Carsten Horst/Hyset - Fonte: Eversports

Hamilton vence o GP de Abu Dhabi e conquista o bicampeonato, Massa fecha em 2º.


Lewis Hamilton venceu neste domingo (23), o Grande Prêmio de Abu Dhabi, última etapa da temporada 2014 do Fórmula 1. Sua 11ª vitória no ano, consagrou seu bicampeonato de forma incontestável, o piloto britânico nem precisava vencer a prova pois dependendo do resultado do companheiro Rosberg, que largou na pole, poderia chegar até em segundo. Logo na largada Hamilton aproveitou e pulou pra ponta da corrida, Rosberg caiu para o segundo posto, Massa ultrapassou Bottas e ficou em terceiro, a batalha pelo título foi praticamente decida ali na primeira curva.

A corrida no circuito de Yas Marina permaneceu sem grandes alterações de posições durante boa parte, os carros da RBR que largaram nas últimas posições eram os únicos que escalavam o pelotão. Já o brasileiro Felipe Massa fazia sua melhor corrida no ano, com ritmo muito forte foi um dos destaques da corrida, no final, quase consegue vencer e repetir o resultado do primeiro título de Hamilton. Mas Lewis, administrou a prova para triunfar e comemorar o bicampeonato no lugar mais alto do pódio.

Felipe Massa terminou em 2º, com Valtteri Bottas em terceiro, excelente resultado para o time de Grove que fechou a temporada à frente da Ferrari. Daniel Ricciardo foi o quarto, depois de ter largado dos boxes, Jenson Button terminou em quinto, este “poderá” ter sido a corrida de despedida para o campeão de 2009, já que ele não tem vaga garantida na McLaren para 2015. Hulkenberg, Perez, Vettel, Alonso e Raikkonen completaram os dez primeiros. Rosberg terminou apenas em 14º, uma volta atrás do companheiro, o piloto alemão que chegou a Abu Dhabi com chances de título, teve um problema de falta de potência no motor Mercedes, que fez com que ele perdesse várias posições, a equipe pediu para ele abandonar, mas ele preferiu ir até o final na pista.

Para alegria da Família Real, Hamilton comemorou a conquista empunhando uma bandeira do Reino Unido. Em seguida, deu “zerinhos”. Ao voltar aos boxes, subiu no carro e, ainda de capacete, ganhou um beijo da namorada, a cantora Nicole Scherzinger. Depois, recebeu os cumprimentos do pai Anthony, do irmão Nicolas e dos membros da Mercedes. Antes de ir ao pódio ele ficou alguns minutos na sala de espera chorando muito e visivelmente emocionado deu um forte abraço em Toto. Confira o resultado final do GP de Abu Dhabi:


domingo, 23 de novembro de 2014

Em Goiânia, Lukas Moraes conquista décimo pódio no ano e fica perto do vice na F3 Brasil.


O primeiro dia de atividades de pista da oitava e última etapa da temporada 2014 da F3 Brasil, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, terminou com saldo positivo para Lukas Moraes. O paulista de 18 anos teve um sábado (22 de novembro) bastante produtivo com bom desempenho tanto no seco quanto no molhado e sempre esteve entre os primeiros colocados graças a um ritmo bastante seguro e consistente, que se manteve na corrida, realizada no fim da tarde. Após 21 voltas, Lukas completou a prova com o carro #11 da equipe PropCar Racing em terceiro lugar, seu décimo pódio no ano. De quebra, o jovem ficou muito perto de garantir o honroso título de vice-campeão da F3 Brasil na categoria principal.

Nos treinos livres, Moraes teve um desempenho melhor pela manhã, quando, com a pista molhada, foi terceiro na categoria A. No início da tarde, obteve a quinta colocação. Já a classificação em Goiânia foi lotérica. Isso porque a chuva que rondava a região do circuito voltou a dar as caras bem no início da sessão. Lukas ainda conseguiu fazer uma bela volta no início da tomada de tempos e cravou a segunda colocação do grid.


A largada foi dada com o safety-car devido às condições da pista. Na segunda volta, a direção de prova acionou a bandeira verde, e a disputa começou de fato em Goiânia. Moraes acabou sendo ultrapassado por Pedro Piquet, mas controlou bem a diferença que tinha para os demais adversários, sobretudo Bruno Etman, oponente direto na luta pelo vice-campeonato. Lukas chegou a cometer um erro que o impediu de lutar pela segunda colocação com Sergio Sette Câmara, mas conseguiu voltar à disputa para cruzar a linha de chegada em terceiro lugar.

Desta forma, o piloto da PropCar Racing agora soma 116 pontos, enquanto Etman, que terminou a disputa em quarto lugar na categoria principal, está 13 pontos atrás. Assim, a única forma do argentino superar Lukas e faturar o vice-campeonato é vencer a corrida 2, que será realizada neste domingo, às 10h45 (horário de Brasília), e Moraes não pontuar.


Lukas Moraes:

“Conquistamos mais um pódio na temporada. Nosso acerto não era o ideal, mas tinha um ritmo bom, competitivo, porém infelizmente cometi um erro no miolo do circuito quando buscava o Sette Câmara e rodei, mas consegui voltar e terminar em terceiro e faturar mais um troféu. Aumentei minha vantagem para o Etman, e agora é só fazer o dever de casa amanhã e comemorar o vice-campeonato”.


F3 Brasil, etapa 8, Goiânia, corrida 1, final:

1 - Pedro Piquet, Cesario F3, 21 voltas
2 - Sergio Sette Câmara, Cesario F3, +15s024
3 - Lukas Moraes, PropCar Racing, +25s631
4 - Matheus Leist, Cesario F3 (Light), +36s761
5 - Bruno Etman, Hitech Racing, +40s374
6 - Victor Miranda, PropCar Racing (Light), +1:10s238
7 - Mauro Auricchio, RR Racing, +1 volta
8 - Fernando Croce, PropCar Racing, +1 volta
9 - Ryan Verra, RR Racing (Light), +4 voltas
10 Artur Fortunato, Artur Fortunato F3 Racing, +8 voltas
11 Raphael Raucci, RR Racing, +10 voltas
12 Renan Guerra, RR Racing (Light), +14 voltas
13 Vitor Baptista, Cesario F3 (Light), +19 voltas
14 Matheus Iorio, Hitech Racing (Light), +17 voltas

Fotos: Carsten Horst/Hyset - Fonte: Eversports

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Hamilton repete a dose e lidera o segundo treino livre, Massa é o décimo em Abu Dhabi.


Lewis Hamilton fez o melhor tempo no final da segunda sessão de treinos livres para o Grande Prêmio de Abu Dhabi, etapa que encerra a temporada 2014 da Fórmula 1. O piloto da Mercedes repetiu o desempenho da primeira sessão e novamente dominou no circuito de Yas Marina. Rosberg veio logo atrás, demonstrando que a briga pelo título será volta a volta na corrida do domingo.

A McLaren apareceu bem com o dinamarquês Kevin Magnussen, terceiro na sessão. Sebastian Vettel foi o quarto com Valtteri Bottas em quinto, a Williams conseguiu resolver os problemas que tiveram na sessão da tarde e desta vez andou forte. Daniel Ricciardo, Kimi Raikkonen, Jenson Button, Daniil Kvyat e Felipe Massa completaram o top 10. O treino de classificação para o GP de Abu Dhabi promete ser um dos mais disputados do ano. Confira o resultado completo da TL2:


Hamilton lidera o primeiro treino livre em Abu Dhabi.


Lewis Hamilton e Nico Rosberg, os dois candidatos ao título mundial no domingo, foram os destaques do primeiro treino livre para o GP de Abu Dhabi, última etapa da temporada 2014 da Fórmula 1 que terá pontuação dobrada, o quê poderá decidir o campeonato em favor de qualquer um deles, o piloto britânico só depende dele mesmo para sair bicampeão, já o alemão, precisa vencer a corrida e torcer para que seu companheiro não seja o segundo colocado.

Na sessão realizada na tarde desta sexta-feira (21), no circuito de Yas Marina, Lewis Hamilton foi o mais rápido ao anotar 1:43s476, por apenas 0s133 Rosberg ficou com a segunda marca. A Williams teve problemas com os dois carros, aproveitando disto, Fernando Alonso levou a Ferrari ao terceiro posto, o espanhol que fará sua última corrida pelo time italiano, ainda não revelou seu destino para a próxima temporada, mas as chances de ser a McLaren são grandes.

Sebastian Vettel que também está se despedindo para RBR, onde levou os últimos quatro campeonatos, foi o quarto na sessão, o alemão ocupará a vaga na Ferrari deixada por Alonso, este era um sonho de infância do tetracampeão, com ele a escuderia italiana pretende voltar aos tempos de glória, será?

Daniel Ricciardo foi o quinto, Jean-Eric Vergne o sexto. Daniil Kvyat, Valtteri Bottas, Sergio Perez e Nico Hulkenberg completaram o top 10. O brasileiro Felipe Massa deu apenas 7 voltas e terminou a sessão em décimo terceiro. Em Abu Dhabi, a Caterham voltou a categoria com os pilotos: Kamui Kobayashi e Will Stevens, que fez sua estreia na categoria, porém, problemas em seu carro não deixaram o piloto britânico completar seu cronograma de treinamento completo, pois ele participou apenas dos 15 minutos finais.

Mais dois estreantes aproveitaram a sessão para mostrar serviço, Adderly Fong, de Hong Kong que andou pela Sauber, marcou o 19º tempo e, pela Lotus, o francês Esteban Ocon, atual campeão da F3 Euro Series, utilizou o carro do compatriota Romain Grosjean e terminou em 16º. Os pilotos voltam à pista para o 2º treino livre a partir das 22:00 horas, horário do Japão. Confira o resultado final da TL1 em Abu Dhabi:


quinta-feira, 20 de novembro de 2014

ROC 2015: Esteban Ocon to compete in the Race of Champions.


Having contested his two tests at the pinnacle of motor racing for the Lotus F1 Team and the Scuderia Ferrari, Esteban Ocon (Prema Powerteam) now may look forward to the next highlight on his calendar: the reigning FIA Fórmula 3 European Champion was invited by the Race of Champions (ROC) organisers to participate in this year’s edition of the tradition-rich event and accepted the invitation. Consequently, he will travel to Barbados to battle it out with champions and top stars of other motor-racing categories in mid-December.

“The invitation to the Race of Champions represents a dream come true,” said Ocon. “When I was a child, I was in the Stade de France to witness the ROC action - and now I’m one of the selected drivers. I generally like tracks with a lot of corners. For me, the biggest challenge at Barbados will be to race a tin-top racer as I have driven only single-seaters, in my career to date. I have not even got a driving license. But I think that I will be able to cope with this challenge, too”.

In the ROC, held on 13th and 14th December, Ocon will have to compete with the likes of nine-time Le Mans winner Tom Kristensen, reining Indy 500 champ Ryan Hunter-Reay, multi-time V8 Supercars Champion Jamie Whincup, reigning FIA World Rally-Cross Champion Petter Solberg, reigning World Touring Car Champion José-Maria Lopez and other motor-racing greats. In addition to fighting for the drivers’ title on Sunday, he also will contest the Nations Cup together with his compatriot Romain Grosjean who won the 2013 Race of Champions. “I have known Romain for several years and it’s just great to be teamed up with him. I hope that we will be able to jointly secure a good result for France, on Saturday. But it goes without saying that I would love to beat him in the battle for the drivers’ title on Sunday”.

ROC organiser Fredrik Johansson was delighted about the acceptance of the successful Lotus F1 junior. “Esteban currently is one of the best up-and-coming drivers. In addition, the ROC history featured numerous promising young guns that gave the established drivers a very hard time and partly also secured very good results. And Esteban could add a new chapter to this streak of successes”.

Photo: FIA F3 Euro Series

Com Bruno Etman e Matheus Iorio, Hitech Racing projeta fechar em alta F3 Brasil 2014 em Goiânia.


É hora de virar a chave mais uma vez. Poucos dias depois de fechar um fim de semana bem produtivo pelo Mercedes-Benz Challenge nas ruas de Salvador, a Hitech Racing terá pela frente mais um desafio. De volta às origens, a equipe de Pinhais se prepara para disputar a oitava e última etapa da temporada 2014 da F3 Brasil, a principal categoria de base do automobilismo nacional, no Autódromo Internacional de Goiânia. O time chefiado pelo engenheiro mecânico Rodrigo Contin terá novamente em seus carros Bruno Etman, na categoria A, e Matheus Iorio, na classe Light, ambos com possibilidades de chegar ao vice-campeonato neste fim de semana (22 e 23 de novembro).

Nascida para oferecer aos jovens talentos de toda a América do Sul a melhor alternativa para desenvolvimento nas pistas, a F3 Brasil emergiu como uma categoria que proporcionou ao competidor um grid mais competitivo e mais barato em relação à antecessora F3 Sul-Americana, vencida pela Hitech Racing em 2013. De fato, o que se viu foram grids mais encorpados, chegando a quase 20 carros em algumas corridas. A categoria, que passou a ser promovida e organizada pela Vicar (responsável por organizar também a Stock Car), vem ganhando espaço e projeção a cada rodada dupla.


Para a etapa de Goiânia, a Hitech Racing, que segue muito otimista depois dos bons testes realizados no circuito no início de outubro, vai alinhar dois carros no grid. Na categoria A, Bruno Etman pilotará o Dallara F309 #27 buscando o vice-campeonato em sua classe. Atualmente, o argentino de Bahía Blanca soma 96 pontos, contra 107 de Lukas Moraes. Etman vem de uma sequência desfavorável de resultados, uma vez que seu último pódio foi conquistado na rodada dupla de Interlagos, em maio. Contudo, o piloto confia no potencial da equipe e no seu trabalho para reagir na reta final e terminar em segundo na classificação. Pedro Piquet faturou o título da classe principal da F3 Brasil.

Na categoria Light, Matheus Iorio representa a equipe paranaense com o objetivo de terminar o fim de semana como vice-campeão da sua classe. O retrospecto do paulista de 17 anos, no entanto, é mais favorável, já que Iorio pontuou em 11 das 14 provas da temporada e vem de um pódio conquistado em Curitiba. Empatado em 84 pontos com Victor Miranda, Matheus, que guia o Dallara F301 #34, está a 16 de Matheus Leist, atualmente em segundo lugar, enquanto Vitor Baptista já faturou o título por antecipação.


A programação da etapa de Goiânia da F3 Brasil, que compõe o cronograma do Campeonato Brasileiro de Marcas neste fim de semana, começa no sábado com a realização de dois treinos livres, da tomada de tempos e da corrida 1, com duração de 30 minutos mais uma volta. No domingo, pela manhã, os pilotos da categoria retornam à pista para encerrar a temporada 2014 com mais uma prova de igual duração.

Rodrigo Contin:

“Estamos indo para Goiânia com uma expectativa bem positiva depois dos testes muito bons que fizemos por lá no mês passado. Queremos o melhor resultado possível para fechar da melhor forma a temporada 2014, e acredito que estaremos competitivos. Nossa equipe ainda não venceu neste ano, de modo que o objetivo é sempre o topo do pódio e vamos lutar por isso tanto na categoria A, com o Bruno Etman, como também na classe Light, com o Matheus Iorio. Ambos ainda têm chances de chegar ao vice-campeonato, o que seria algo muito bom para todos nós”.

Fotos: Luca Bassani - Fonte: Eversports

Matheus Iorio ressalta evolução obtida na temporada da F3 Brasil Light e luta pelo vice em Goiânia.


Matheus Iorio completa neste fim de semana (22 e 23 de novembro), em Goiânia, sua primeira temporada correndo nos fórmulas. O Autódromo Internacional Ayrton Senna recebe a oitava e última etapa da temporada 2014 da F3 Brasil, a principal categoria de base do automobilismo nacional. Matheus teve a oportunidade de guiar nos principais circuitos do Brasil no campeonato que começou em abril, em Tarumã, e se encerra agora em Goiânia. Do início ao fim da competição, o paulista de 17 anos obteve notável evolução e aprendizado, e prova disso são seus resultados: três pódios e, após 14 corridas, aparece em terceiro lugar, ainda com chances de conquistar o vice-campeonato da categoria que disputa, a Light, equipada com os chassis Dallara F301.

O piloto da Hitech Racing guiará seu carro #34 neste fim de semana disposto a fechar de forma positiva um campeonato muito importante para seu desenvolvimento. Como preparação para a disputa deste fim de semana, Iorio testou no mês passado em Goiânia e aprovou o circuito. Por fim, na semana passada, Matheus teve a chance de realizar mais testes, desta vez no Autódromo de Londrina, mas com o carro da categoria A, o F309, já de olho na temporada 2015.


Na disputa pelo vice-campeonato da categoria Light da F3 Brasil, Matheus aparece empatado com Victor Miranda na classificação, ambos com 84 pontos. Atualmente na segunda colocação está o gaúcho Matheus Leist, com 100. Ciente das suas chances, Iorio se dedicou também a treinos físicos para suportar o exigente traçado de Goiânia, considerado por muitos pilotos um dos mais técnicos do Brasil.

A programação da F3 Brasil neste fim de semana se resume a dois dias. No sábado, os pilotos disputarão dois treinos livres, a sessão classificatória e a primeira corrida em Goiânia, já na parte da tarde. No domingo pela manhã, os competidores retornam à pista para mais uma corrida, com duração de 30 minutos mais uma volta.


Matheus Iorio:

“Estou bem animado para esta última etapa da temporada. Tivemos um ano de muito aprendizado e alcançamos um desenvolvimento muito grande, evoluindo desde a primeira corrida, lá em Tarumã. Ainda temos alguma chance de chegar ao vice-campeonato da Light. Goiânia é uma pista sensacional e de alto nível, que exige muita técnica e preparo físico dos pilotos. Fiz uma preparação bem intensa para buscar o melhor resultado possível no fim de semana e fechar este meu primeiro ano correndo de fórmula de forma positiva”.

Fotos: Luca Bassani - Fonte: Eversports

Lukas Moraes vai a Goiânia em busca do vice-campeonato para fechar temporada 2014 da F3 Brasil.


Nascida para ser a principal categoria de base do país e formadora de novos talentos para o automobilismo mundial, a F3 Brasil encerra a temporada 2014 neste fim de semana (22 e 23 de novembro) com a realização da oitava rodada dupla do campeonato, que será realizada no Autódromo Internacional de Goiânia. Será uma etapa especial para Lukas Moraes. O piloto de 18 anos chega à capital de Goiás muito perto de conquistar o vice-campeonato na categoria principal representando a equipe PropCar Racing, chefiada por Darcio dos Santos.

Moraes foi um dos pilotos que mais subiu ao pódio nesta temporada de revitalização da F3 no Brasil. Depois de correr na F-Abarth Italiana e Europeia em 2013, Lukas optou por voltar ao país e por aqui dar sequência à sua carreira. Desde então, o piloto mostrou evolução constante em cada uma das sete etapas realizadas até agora. Assistido pelo coach Rafael Suzuki, piloto da Stock Car, o paulista alcançou resultados bastante expressivos: foram nove pódios ao longo do ano, sendo uma vitória, além de uma pole-position, conquistadas em Interlagos no meio do ano, sob muita chuva.


A pontuação alta e constante de Lukas o coloca na vice-liderança do campeonato, com 107 pontos somados, contra 96 do terceiro lugar, o experiente argentino Bruno Etman. Com grandes chances de fechar o campeonato em segundo, Moraes intensificou os preparativos para a etapa, trabalhando fisicamente no kart. Além disso, no mês passado, o piloto teve uma rara oportunidade ao participar de treinos coletivos em Goiânia, onde foi muito bem e ainda ficou bastante impressionado positivamente com o circuito.

Para o fim de semana, a programação prevê atividades de pista no sábado, quando serão realizados dois treinos livres, o treino classificatório e, por fim, a primeira corrida, com duração de 30 minutos mais uma volta. A temporada 2014 da F3 Brasil se encerra no domingo, com mais uma prova, de igual duração.


Lukas Moraes:

“Vou para Goiânia com uma expectativa muito boa para fechar a temporada da melhor forma. Nosso ano foi muito difícil devido à falta de orçamento que muitas vezes nos impediu de testar na mesma quantidade dos outros pilotos do grid. Desta forma, chegar ao fim do campeonato já é uma grande vitória, e chegar à última etapa do ano com chances de ser vice-campeão é um cenário quase perfeito, apenas o título seria perfeito. Acredito que temos tudo para ter um grande fim de semana”.

Fotos: Marcus Cicarello e Carsten Horst/Hyset. Fonte: Eversports

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Gianluca Petecof fecha 2014 com disputa do Skusa Supernationals em Las Vegas em nova categoria.


Campeão do Super Kart Brasil 14, do Florida Winter Tour e da Rok Cup USA, Gianluca Petecof encerra a vencedora temporada 2014 nesta semana (19 a 23 de novembro) com a disputa do Skusa Supernationals, um dos principais campeonatos de kart do mundo, em Las Vegas, nos Estados Unidos. A competição no estado de Nevada, que reúne cerca de 600 pilotos de diversos países, servirá como um novo passo na carreira do piloto brasileiro que completou 12 anos no último sábado. Isso porque uma decisão polêmica por parte da direção de prova o colocou no grid da categoria TaG Junior e não mais da TaG Cadet, onde ele estava previamente inscrito. Desta forma, o jovem paulista terá pela frente um grid com pilotos muito mais velhos e experientes, de até 15 anos.

Nos últimos dias, alguns pilotos se juntaram para protestar contra a participação de Petecof no grid da TaG Cadet em Las Vegas, considerando que o brasileiro está num nível muito acima dos adversários, que tomaram como base uma corrida-treino que Gianluca disputou em Homestead na semana passada na categoria Junior - na qual teve desempenho competitivo. Porém, apesar disso, o regulamento do Skusa Supernationals prevê a inscrição do paulista na TaG Cadet por ele estar na faixa entre 8 e 12 anos.


Gianluca lamentou o polêmico episódio, uma vez que o piloto terá de pular uma etapa importante no seu desenvolvimento no kartismo norte-americano. Mas apesar da dificuldade imposta de forma imprevista, Petecof encara o novo desafio com muita motivação. Mesmo reconhecendo que entrará no kartódromo de 1,37 km instalado no estacionamento do Rio All-Suite Hotel and Casino, tendo pela frente campeões mundiais, europeus e competidores muito mais velhos, o paulista quer fazer disso mais uma oportunidade para aprender e crescer como atleta. Essa será a quarta participação de Gianluca no campeonato. Em 2013, o brasileiro foi um dos destaques da categoria TaG Cadet, ficando com o 7o lugar entre 85 competidores.

A programação da 18ª edição do Skusa Supernationals começa com a realização dos primeiros treinos livres na quarta e na quinta-feira, tomada de tempo e as três baterias classificatórias na sexta e sábado, e a finalíssima no domingo. Diferente dos campeonatos nacionais, as baterias classificatórias têm caráter eliminatório e também ajudarão a formar o grid de largada com os 40 pilotos que buscarão o título em Las Vegas no ‘Super Sunday’. A competição distribuirá, ao todo, US$ 100 mil em prêmios.


Gianluca Petecof:

“Vou fazer minha estreia na categoria TaG Junior agora no Skusa. Não foi algo que planejamos, e sei que vou enfrentar grandes desafios, mas vou me esforçar muito, junto com toda a equipe da AM Engines, para tirar o melhor dessa nova experiência, que com certeza vai me ajudar muito para a próxima temporada. O Skusa é sempre um campeonato especial, já conheço a pista e todo o ambiente, então vamos em busca do melhor resultado possível”.

Fotos: Frederico Baggio/Adam Parker e Jackson de Souza - Fonte: Eversports