sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Pirelli já está testando os novos pneus para 2012...

A fabricante italiana Pirelli, começou esta semana a fazer os primeiros testes com os novos compostos de pneus que serão utilizados na temporada 2012 da Fórmula 1, o piloto brasileiro Lucas di Grassi chegou a postar em sua conta no twitter - “Então, como são os pneus de 2012 ? Desculpe, não posso dizer”... Os testes oficiais estão sendo realizados no circuito da Catalunha, na Espanha.

As equipes poderão utilizar os novos compostos nos testes para jovens pilotos no circuito de Yas Marina, em Abu Dhabi, antes da última etapa da temporada no Brasil. O diretor técnico da Pirelli, Paul Hembery disse “vamos usar o pneu de 2012 se as equipes quiserem”. Segundo a publicação alemã Auto Motor und Sport, Jean-Eric Vergne pilotará pela RBR e a Toro Rosso estaria vendendo suas duas vagas no teste por U$ 200 mil dólares.

Na equipe Mercedes, o piloto de teste será Sam Bird, McLaren, deverá colocar Gary Paffett, Williams, com Valtteri Bottas, Ferrari, com Jules Bianchi e pela Sauber o mexicano Esteban Gutierrez.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O novo Mini Cooper...

A BMW Corporation, começou a aceitar pedidos para os novos modelos do Mini Cooper a partir do dia (27) de Setembro em todas as concessionárias do território japonês, as entregas deste carro que é o “queridinho” das celebridades será a partir de Dezembro.

O novo Mini Cooper foi otimizado para um desempenho aerodinâmico onde o condutor fica em uma posição mais elevada, o carro tem capacidade para 2 pessoas e foi muito elogiado pela crítica internacional, dentre os modelos, destaque para a versão Mini Cooper S, turbo 1.6, AT, que terá a maior aceleração da história do modelo atingindo de 0 a 100 km/h em apenas 7 segundos.

O carro passou em todos os testes no Japão, e o conceito eco-car estará presente em alguns modelos, estima-se que o novo Mini Cooper será mais econômico e o sistema de regeneração de energia dos freios impressionou. Acho este carro muito charmoso e com os detalhes bem no estilo retrô o Cooper fica ainda mais interessante, como a concessionária fica ao lado de casa, quando o modelo estiver na loja poderei  fazer um test-drive...

Os preços no varejo (incluindo impostos) serão a partir de ¥ 2.970.000 à ¥ 4.260.000.

Fonte : Mini Cooper Toyokawa - Aichi-ken 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Kamui Kobayashi ansioso para o GP do Japão...

Após um final de semana com vários problemas em seu carro e um acidente no sábado que comprometeu seu treino de classificação, Kobayashi chega ao Japão para disputar sua segunda corrida em casa, no ano passado o japonês foi o destaque da prova em Suzuka. No último final de semana no GP de Cingapura, o piloto da Sauber chegou apenas na 14ª posição, 2 voltas atrás do líder, ficando frustrado com o resultado e reclamando muito da punição (drive-through) que sofreu por não respeitar as bandeiras azuis. Kamui disse que não viu as sinalizações.

A corrida em Suzuka será realizada no dia 9 de Outubro, quase sete meses após o grande terremoto e tsunami que atingiu a região Tohoku no dia 11 de Março, o circuito que fica muito longe do epicentro do tremor não sofreu nenhum dano e está pronto para sediar mais um GP, os ingressos estão praticamente esgotados e o público irá lotar as dependências do Mobilitylandy Suzuka.

Na 12ª colocação no campeonato com 27 pontos, Kamui faz sua melhor temporada na F1 e espera comemorar mais um bom resultado correndo em casa e disse : “depois do que aconteceu em Março, a situação hoje é bem melhor, o país se recuperou rápido, isso é realmente impressionante. O Japão tem recebido muita ajuda internacional, mas o povo japonês também é muito forte, eles ajudam uns aos outros. Esta corrida é um evento muito importante e positivo para o país, atrai a atenção da mídia internacional e apesar da grande tragédia, o evento faz as pessoas felizes”.

Em 2011 a Sauber está bem mais competitiva que na temporada passada, marcando pontos em quase todas as provas, com destaques para a 5ª posição em Mônaco e a 7ª em Montreal. Para o GP do Japão a Sauber trará uma nova atualização no C30 e com isso espera garantir um bom resultado. Kobayashi disse ainda que a temporada tem sido de altos e baixos mas para a fase final do campeonato o carro deverá continuar evoluindo e a equipe lutando pelo sexto lugar no mundial de construtores. Só espero que este ano não venha mais nenhum tufão para a próxima semana, pois em 2010 a chuva que caiu em Suzuka acabou adiando os treinos de classificação do sábado e este ano já foram 15 tufões que trouxeram grandes prejuízos. 

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Charges sobre Felipe Massa...

Hoje eu estava lendo alguns blogs de amigos e encontrei entre os comentários do blog do Willian, dois links de charges sobre o piloto brasileiro Felipe Massa, referentes a sua "maré de azar" em 2009/2010 que permanece até ontem...Mas porque até ontem ? é que quem sabe hoje ele supera isso rs Imperdível e bem atual ...






segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Fórmula Nippon Sugo Rod 6 vitória de Lotterer...

A briga pelo título da temporada 2011 da Fórmula Nippon deverá ficar entre a dupla de pilotos da equipe Petronas Tom's, neste domingo (25) no circuito de Sugo Sportland foi realizada a etapa (Rod 6) e a vitória ficou com o piloto alemão Andre Lotterer, que conquistou sua 3ª vitória em 4 provas disputadas e agora segue líder do campeonato com 38 pontos. Lotterer não participou da etapa (Rod 2) pois foi convidado para correr as 24 Horas de Le Mans, prova onde ele também saiu com a vitória.

Lotterer após 68 voltas venceu a corrida com certa facilidade, o piloto alemão é um dos mais experientes do grid e corre pela melhor equipe da categoria. João Paulo de Oliveira, da equipe Team Impul chegou em segundo, o brasileiro largou na 12ª posição e fez uma de suas melhores prova em Sugo, mas após o final da corrida os comissários constataram que o carro de JP estava com irregularidades na asa traseira e o atual campeão da F-Nippon foi desclassificado e as chances de um bi-campeonato agora são mínimas.

Por causa da passagem do tufão de número 12 a etapa (Rod 5) que seria realizada em Suzuka no dia 4 de Setembro, foi cancelada e caso não seja remarcada uma nova data a temporada 2011 da F-Nippon será decidida no dia 6 de Novembro no circuito de Motegi Twin, valendo pela 7ª etapa e se tiver apenas mais uma corrida só Andre Lotterer ou o japonês Kazuki Nakajima poderão ser campeões.

Com a desclassificação do brasileiro, o japonês Hiroaki Ishiura, da equipe Kygnus Sunoco ficou com a 2ª posição, quase um ano se passou desde seu último pódio na categoria e o compatriota Kazuki Nakajima, da (Petronas Tom's) foi o terceiro pela 4ª vez no ano. Nakajima ex-piloto de F1 voltou a competir no Japão este ano e tem conseguido ficar entre os três primeiros colocados em todas as etapas, o vice-líder da F-Nippon está apenas 4 pontos atrás de Lotterer.


O título do campeonato de construtores já tem dono e é da equipe Petronas Tom's que soma 72 pontos é campeã por antecipação. As equipes Docomo Dandelion e Team Impul vão brigar pelo vice.

Segue o resultado final da etapa Sugo Sportland :

1 - Andre Lotterer (Petronas Tom's) 68 voltas
2 - Hiroaki Ishiura (Kygnus Sunoco) a 15s460
3 - Kazuki Nakajima (Petronas Tom's) a 31s952
4 - Koudai Tsukakoshi (Docomo Racing) a 35s498
5 - Yuji Kunimoto (Projeto μ/Cerumo) a 41s910
6 - Kazuya Oshima (Team LeMans) a 43s789
7 - Takashi Kogure (Nakajima Racing) a 48s057
8 - Kohei Hirate (Team Impul) a 1:01s866
9 - Andrea Cardarelli (Kondo Racing) a 1:06s406
10 Daisuke Nakajima (Nakajima Racing) a 1 volta
11 Naoki Yamamoto (Infinite Team) a 1 volta
12 Alexandre Imperatori (SGC/KCMG) a 1 volta
13 Koki Saga (Le Beausset Motorsports) a 2 voltas

Abaixo um vídeo com os melhores momentos da prova : 


domingo, 25 de setembro de 2011

Vettel vence o GP de Cingapura...

Agora ficou ainda mais fácil, Sebastian Vettel dominou o Grande Prêmio de Cingapura e conquistou sua nona vitória na temporada e agora ele precisa de apenas 2 pontos para ser o piloto mais jovem a conquistar um bi campeonato na F1, a decisão foi adiada e a próxima etapa que será realizada em Suzuka no GP do Japão poderá decidir a competição. Vettel fez uma corrida para sair de Cingapura com o título, mas o inglês Jenson Button, da McLaren, “estragou” a festa com a segunda posição.

O GP de Cingapura não foi uma corrida com grandes disputas por posições, o circuito de rua de Marina Bay que tem poucos pontos de ultrapassagens ofereceu aos pilotos uma prova sem emoções mas mostrou que a disputa pelo vice campeonato deverá ir até a última etapa que será realizada no Brasil. Jenson Button, sai na frente nessa briga, o campeão de 2009 vem superando o companheiro Hamilton na reta final da competição com sua tocada precisa.

Mark Webber, mesmo com um forte RBR não chega aos pés de Vettel, em mais uma largada onde perdeu posições e teve que fazer uma corrida de recuperação o australiano chegou “apenas” na 3ª posição, digo isso porque ele tem um carro igual do alemão e não consegue vencer. Alonso que sempre conquista bons resultados em Cingapura desta vez chegou em quarto e viu suas remotas chances no campeonato ir embora.

Lewis Hamilton, fez de tudo, acelerou quando deveria e errou por pura precipitação mas o inglês é assim e não mudará seu estilo de pilotagem que por causa dela lhe rendeu outra punição quando tentava ultrapassar Felipe Massa e acabou batendo em seu pneu traseiro. Hamilton, que chegou a ficar na 20ª posição terminou a corrida na 5ª dando o show de sempre. Caso tivesse um pouco mais de paciência poderia estar em uma posição melhor no campeonato mas sem dúvidas ele é o show-man da F1.

Como havia falado no post sobre a classificação, os dois carros da Force Índia foram a boa surpresa do final de semana e na corrida de hoje o desempenho foi excelente, o escocês Paul di Resta chegou na 6ª posição e o alemão Adrian Sutil na 8ª. O brasileiro Felipe Massa, que teve sua corrida prejudica pela batida com Hamilton foi apenas o nono, o piloto da Ferrari novamente tem ficado “preso” atrás de seus adversários por muitas voltas e não tem um ritmo igual aos pilotos de ponta.

A equipe Renault fez uma corrida para esquecer, os dois carros da equipe não conseguiram brigar por posição no pelotão intermediário e se arrastavam na pista, Bruno Senna chegou na 15ª posição e Vitaly Petrov na 17ª. A próxima etapa será o GP do Japão no dia 9 de Outubro que estarei por lá para conferir de perto essa decisão.

Confira o resultado final do GP de Cingapura :

1 - Sebastian Vettel (RBR) 61 voltas
2 - Jenson Button (McLaren) a 1s737
3 - Mark Webber (RBR) a 29s279
4 - Fernando Alonso (Ferrari) a 55s449
5 - Lewis Hamilton (McLaren) a 1:07s766
6 - Paul di Resta (Force Índia) a 1:51s067
7 - Nico Rosberg (Mercedes) a 1 volta
8 - Adrian Sutil (Force Índia) a 1 volta
9 - Felipe Massa (Ferrari) a 1 volta
10 Sergio Perez (Sauber) a 1 volta
11 Pastor Maldonado (Williams) a 1 volta
12 Sébastien Buemi (Toro Rosso) a 1 volta
13 Rubens Barrichello (Williams) a 1 volta
14 Kamui Kobayashi (Sauber) a 2 voltas
15 Bruno Senna (Renault) a 2 voltas
16 Heikki Kovalainen (Team-Lotus) a 2 voltas
17 Vitaly Petrov (Renault) a 2 voltas
18 Jérôme d'Ambrosio (Marussia Virgin) a 2 voltas
19 Daniel Ricciardo (Hispania) a 4 voltas
20 Vitantonio Liuzzi (Hispania) a 4 voltas

Sebastian Vettel é pole para o GP de Cingapura...

Quando todos pensam que outro carro que não seja da RBR tenha chances de conseguir largar na pole position, o alemão Sebastian Vettel joga água fria nas pretensões de seus adversários e pela 11ª vez em 14 GPs nesta temporada largará na frente. Vettel, tem todas as chances de sair de Cingapura com o título de bicampeão mundial de F1 antecipadamente, basta fazer o “arroz com feijão” e torcer para um tropeço de Alonso.

Vettel, faz uma temporada fantástica e não teve adversários à sua altura, bem que Alonso, Hamilton, Button e até mesmo o companheiro de equipe Webber tentaram, mas não tem jeito o alemão tem o melhor carro e guia como poucos, quase não tem cometido erros e é merecedor da posição. Caso Vettel, não saia com o título de Cingapura ainda terá mais 5 provas pra isto, fácil não ?

A RBR vem batendo recordes a cada GP e em treinos de classificação são 14 poles consecutivas para o time austríaco que está a “léguas” de distância da concorrência, mérito dos pilotos e do projetista Adrian Newey. Já McLaren e Ferrari vão brigar até a última corrida para decidir quem será o vice-campeão ou até mesmo Webber com a outra RBR poderá se recuperar e terminar o campeonato ao lado do bicampeão Vettel.

O grid de largada ficou interessante, entre as dez primeiras posições 5 equipes com suas duplas de pilotos, Webber largará na segunda posição atrás dele Jenson Button, da (McLaren) e o companheiro Hamilton que andou bem no circuito Marina Bay, mas um furo no pneu ainda no (Q2) e problemas de reabastecimento no (Q3) tirou as chances do inglês.

Fernando Alonso, colocou a Ferrari em quinto e terá uma missão quase que impossível, vencer a corrida e torcer para que Vettel tenha problemas, um vitória de Alonso não seria algo impossível mas o alemão ter complicações na corrida isso sim é improvável. Felipe Massa, foi o melhor brasileiro no grid e largará em sexto. Rubens Barrichello, com a Williams na 12ª posição e Bruno Senna, da (Lotus-Renault), na 15ª. A boa surpresa do treino em Cingapura foi os dois carros da Force Índia passando para o (Q3).


Confira o grid de largada para o GP de Cingapura :

1 - Sebastian Vettel (RBR) 1:44s381
2 - Mark Webber (RBR) 1:44s732
3 - Jenson Button (McLaren) 1:44s804
4 - Lewis Hamilton (McLaren) 1:44s809
5 - Fernando Alonso (Ferrari) 1:44s874
6 - Felipe Massa (Ferrari) 1:45s800
7 - Nico Rosberg (Mercedes) 1:46s013
8 - Michael Schumacher (Mercedes) 1:46s043
9 - Adrian Sutil (Force Índia) 1:47s093
10 Paul di Resta (Force Índia) 1:47s486

Eliminados na segunda parte do treino : (Q2)

11 Sergio Perez (Sauber) 1:47s616
12 Rubens Barrichello (Williams) 1:48s082
13 Pastor Maldonado (Williams) 1:48s270
14 Sébastien Buemi (Toro Rosso) 1:48s634
15 Bruno Senna (Renault) 1:48s662
16 Jaime Alguersuari (Toro Rosso) 1:49s862
17 Kamui Kobayashi (Sauber) sem tempo

Eliminados na primeira parte do treino : (Q1)

18 Vitaly Petrov (Renault) 1:49s835
19 Heikki Kovalainen (Team-Lotus) 1:50s948
20 Jarno Trulli (Team-Lotus) 1:51s012
21 Timo Glock (Marussia Virgin) 1:52s154
22 Jérôme d'Ambrosio (Marussia Virgin) 1:52s363
23 Daniel Ricciardo (Hispania) 1:52s404
24 Vitantonio Liuzzi (Hispania) 1:52s810

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Rubens Barrichello ainda sem contrato para 2012...

Próximo de completar 20 temporadas na Fórmula 1, o brasileiro Rubens Barrichello ainda não tem contrato para disputar a temporada de 2012 e surgem “rumores” a cada dia de que seu lugar está em risco na Williams, 1º por causa de um alto salário e depois a ida do ex-piloto Kimi Raikkonen para o time de Grove, o finlandês fez uma visita à fábrica recentemente e com isso alimentou mais boatos.

A maioria dos especialista dizem que a ida de Kimi pra Williams não passa de mais um boato e acredito também nisto, até porque o campeão de 2007 saiu da F1 por falta de motivação e quando deixou a categoria era o piloto mais bem pago do grid, voltar a competir depois de alguns anos fora da categoria para ganhar igual ou menos que Barrichello seria estranho.

No entanto a TV inglesa BBC disse que a Williams estaria interessada em Kimi Raikkonen para a próxima temporada, informação não confirmada pela equipe que ainda não definiu sua dupla de pilotos para o próximo ano, uma das vagas está praticamente assegurada para o venezuelano Pastor Maldonado por causa do forte apoio financeiro da petrolífera estatal PDVSA.

Outros nomes surgem como possíveis candidatos a vaga entre eles : Bruno Senna, Adrian Sutil e Giedo Van der Garde. A equipe faz uma de suas piores temporadas da história, amargando posições fora da zona de classificação e tendo conquistado apenas 5 pontos, o FW33 carro deste ano é muito ruim, em 2012 a equipe terá motores Renault uma parceria campeã. Sob o comando de Mike Coughlan e Cia a equipe já trabalha no desenvolvimento do novo modelo.

Barrichello, não vai comentar sobre essa nova onda de “boatos”  ele acredita que deverá renovar seu contrato, até porque sua experiência conta muito nesta nova fase da Williams com motores Renault. A equipe inglesa estaria procurando um piloto pagante como já fez com Maldonado, Kimi não levaria dinheiro ao time de Grove mas segundo informações o finlandês seria um atrativo para novos patrocinadores. Acho que só após o fim da temporada é que saberemos o destino de Barrichello na F1.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Melhores momentos da Fórmula Indy no Japão...

Após uma corrida movimentada com a vitória do neozelandês Scott Dixon, da equipe Chip Ganassi, o campeonato vai chegando ao seu final, quem será o campeão ? Confira abaixo um vídeo com os melhores momentos da etapa The Indy Japan Final, disputada no circuito de Motegi Twin na província de Ibaraki.


Foto Roberto Martins

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Kamui Kobayashi espera voltar a pontuar na F1...

Neste final de semana será realizado a 4ª edição do Grande Prêmio de Cingapura, prova noturna da categoria e o japonês Kamui Kobayashi está confiante para voltar a pontuar, nas últimas três provas a equipe Sauber não conseguiu bons resultados. Para espantar a “má fase” o piloto acredita na estratégia dos pneus e que com os compostos macios e super macios o carro terá um melhor desempenho.

A equipe Sauber que vem caindo de produção corrida à corrida não fez uma boa prova no ano passado em Cingapura, Kobayashi que largou em décimo teve problemas com os pneus e bateu na volta 32. O piloto japonês acredita que este ano conseguirá terminar a corrida em um boa posição e com isso a motivação para o GP do Japão estará em alta.

O circuito de Marina Bay nos três últimos anos proporcionou grandes e movimentadas corridas e em 2008 a mais polêmica delas na vitória do espanhol Fernando Alonso que corria pela equipe Renault com a “ajuda” do brasileiro Nelson Piquet Jr. Kobayashi, disse que o clima de uma corrida noturna é especial e os fãs da F1 vibram muito com um GP único.  

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Alonso motivado para o GP de Cingapura...

Fernando Alonso, piloto da Ferrari irá para seu 4º GP em Cingapura de olho em um lugar no pódio, o espanhol bicampeão mundial de F1 tem um retrospecto fantástico no circuito Marina Bay, são duas vitórias e um terceiro lugar. Após entrar para o calendário da F1 como a primeira prova no período noturno, Cingapura tornou algo especial para o piloto da Ferrari que acredita em um bom resultado neste final de semana. 

Para Alonso em muitos aspectos a corrida no Marina Bay é bem parecida ao circuito de rua de Monte Carlo em Mônaco, uma das pistas favoritas do espanhol. Em Cingapura as equipes poderão usar apenas os compostos de pneus macios e super macios e, sem os pneus médios as chances da escuderia italiana serão maiores, pois essa combinação de compostos foi a mesma que rendeu um grande resultado em Mônaco

O campeonato tem tudo para ser decidido no GP de Cingapura, o alemão Sebastian Vettel, da (RBR), dependendo dos resultados poderá ser bicampeão mundial de F1 e igualar-se à Alonso já neste final de semana. Os "rumores" da semana indicam que o inglês Jenson Button, que hoje corre na McLaren, seria o novo companheiro de Alonso em 2013, dando certa a demissão do brasileiro Felipe Massa, mas o acordo de renovação do contrato de Button com a McLaren só não saiu por questões financeiras e nas próximas semanas as duas partes deverão entrar em acordo e essa possibilidade de Button na Ferrari é "quase" nula. 

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Fórmula Indy vitória de Scott Dixon em Motegi...

O piloto neozelandês Scott Dixon, da equipe Chip Ganassi, venceu sem muito trabalho a etapa japonesa da Fórmula Indy disputada no circuito misto de Motegi Twin, no último domingo (18) de Setembro. Com o forte calor que fez na região de Ibaraki, a prova foi bastante movimentada e com vários incidentes desde a largada, o piloto da Ganassi confirmou seu favoritismo após os treinos de sábado e superou o australiano Will Power, da (Penske) segundo colocado na prova.

Power, um especialista em circuitos mistos chegou ao Japão apontado como favorito absoluto à vitória mas não teve chances perante a uma bela apresentação de Dixon. Mesmo assim, com a soma dos resultados o piloto da Penske assumiu novamente a liderança da competição com 542 pontos, logo atrás vem o escocês Dario Franchitti com 531. 

Franchitti, fez uma corrida complicada onde foi o responsável pelo toque com Ryan Briscoe, da Penske e Charlie Kimball e Grahan Rahal, os dois pilotos da Ganassi, foram prejudicados pelas manobras. Para os pilotos brasileiros, a etapa Indy Japan The Final não foi uma corrida para se comemorar, o melhor resultado foi o 17º colocação de Tony Kanaan, da equipe (Lotus KV), Bia Figueiredo em 19º, Hélio Castroneves em 22º e Vitor Meira, da (AJ Foyt), em 25º, duas voltas atrás.

                     João Paulo de Oliveira - Conquest Racing
O brasileiro João Paulo de Oliveira, fez sua estreia na categoria pela equipe Conquest Racing, com bastante experiência no circuito misto de Motegi o piloto que é o atual campeão da F-Nippon tinha tudo para fazer uma boa corrida pois largava em 12º mas cometeu erros durante a prova e com problemas no carro abandonou a corrida. JP como é conhecido aqui no Japão se envolveu em um toque logo no início da prova com o japonês Takuma Sato, os dois pilotos foram parar fora da pista.  

Sato, piloto da (Lotus KV), teve sua corrida prejudicada pelo "incidente" mas mesmo assim conseguiu fazer uma corrida de recuperação e chegar em décimo, seu compatriota Hideki Mutoh, ex-piloto da Indy e que hoje corre na SuperGT foi convidado para correr em Motegi e terminou a prova em 18º. 

Confira o Resultado Final em Motegi :

1 - Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi) 63 voltas
2 - Will Power (AUS/Team Penske) a 3s4375
3 - Marco Andretti (EUA/Andretti Autosport) a 4s4782
4 - Alex Tagliani (CAN/Sam Schmidt) a 5s5913
5 - Oriol Servia (ESP/Newman-Haas) a 6s1621
6 - Sebastien Bourdais (FRA/Dale Coyne Racing) a 6s6399
7 - J.R. Hildebrand (EUA/Panther) a 8s7436
8 - Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi) a 9s0690
9 - Mike Conway (GBR/Andretti) a 9s3816
10 Takuma Sato (JAP/Lotus KV Racing) a 10s1187
11 Danica Patrick (EUA/Andretti) a 10s6995
12 Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi) a 11s4555
13 James Jakes (GRB/Dale Coyne Racing) a 11s6119
14 Simona de Silvestro (SUI/HVM) a 12s0651
15 James Hinchcliffe (CAN/Newman Hass) a 12s5498
16 Giorgio Pantano (ITA/Dreyer & Reinbold) a 14s4549
17 Tony Kanaan (BRA/Lotus KV Racing) a 15s8407
18 Hideki Mutoh (JAP/Sam Schmidt) a 16s3024
19 Bia Figueiredo (BRA/Dreyer & Reinbold) a 20s5159
20 Ryan Briscoe (AUS/Team Penske) a 78s5887
21 E.J.Viso (VEN/Lotus KV Racing) a 96s1254
22 Hélio Castroneves (BRA/Team Penske) a 99s0787
23 Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi) a 1 volta
24 Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Autosport) a 1 volta 
25 Vitor Meira (BRA/AJ Foyt) a 2 voltas
   

domingo, 18 de setembro de 2011

GP da Itália melhores momentos - vídeo oficial

O site oficial da Fórmula 1, sempre faz uma edição especial com os melhores momentos das provas, infelizmente quando o vídeo chega ao Youtube ele fica poucos dias pois a FOM não permite sua incorporação, mesmo assim algumas pessoas conseguem fazer as postagens lá e nem que seja por poucos dias vale a pena conferir... O GP da Itália teve a vitória do alemão Sebastian Vettel, com o fantástico RB7, confira o show de imagens...

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Sergio Perez e Jules Bianchi fazem teste na Ferrari...


Nesta quinta-feira (15) o piloto francês Jules Bianchi e o mexicano Sergio Perez, atualmente piloto da equipe (Sauber), participaram de um teste em Fiorano, na Itália, pela Ferrari. Os dois pilotos fazem parte de um programa de treinamento da escuderia italiana e de acordo com o diretor da Academia de Pilotos da Ferrai o resultado foi positivo. Perez, deu 46 voltas com o modelo F60 da temporada de 2009 e conseguiu sua melhor volta em 1:00s650, já Bianchi executou um programa diferente e deu 70 voltas, marcando o tempo em 1:00s213.


Perez, saiu feliz com sua primeira atuação pela equipe de Maranello, dizendo “Foi um dia realmente especial para mim, quero agradecer a Ferrari por me dar esta chance de melhorar e aprender, dados as oportunidades limitadas de testes durante o ano. Pilotar este carro era um sonho para mim e também importante para a minha carreira, aprendendo a lidar com um time com abordagem diferente. Acho que ainda tenho muito a crescer e este é meu objetivo atual. É impossível dizer como as coisas avançarão. Meu sonho é ser campeão e seria ótimo se acontecesse em uma equipe como essa” concluiu.


Para Luca Baldisserri, diretor da Academia de pilotos da Ferrari, Perez, impressionou mesmo em sua primeira vez com a Ferrari. Ele provou ser agressivo e rápido desde o início e se adaptou bem em um curto período de tempo. É muito maduro para sua idade, mostrando uma compreensão à frente de seu período de carreira. O mexicano Sergio Perez que renovou seu contrato com a equipe suíça Sauber até o final da temporada de 2012, é forte candidato a uma possível “vaga” na Ferrari em 2013, caso a equipe italiana resolva não renovar com o brasileiro Felipe Massa, que não tem conseguido bons resultados nos últimos 2 anos.  

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sauber uma equipe que “perdeu” o rumo...

É, parece que a Sauber “perdeu” completamente o rumo na temporada 2011 da Fórmula 1, após um início de ano com bons resultados a equipe suíça não tem repetido as boas atuações que fizeram chegar a ocupar o sexto lugar no mundial de construtores. Se algo não for feito daqui para frente certamente serão ultrapassados pela escuderia Toro Rosso.

Há exatos três GPs a equipe do japonês Kamui Kobayashi e do mexicano Sergio Perez não consegue chegar a zona de pontuação, no GP da Itália última prova disputada, os dois carros apresentaram problemas nas caixas de câmbio o que levou os dois a abandonar a prova. A equipe perdeu alguns patrocinadores no decorrer do ano, será esse o problema da Sauber ? está faltando dinheiro ou será que os problemas são os mesmos de 2010, falta de confiabilidade ?

O C30 parecia um tanque de guerra nas mãos de Kamui Kobayashi até poucas corridas atrás, o japonês colecionava belas atuações com seu estilo “abusado” e se aproximava de Michael Schumacher na tabela de classificação, agora com os problemas mecânicos das últimas corridas as chances de ficar entre os dez primeiros colocados do mundial são pequenas.

O mexicano Sergio Perez tem superado em treinos de classificação o companheiro Kobayashi corrida após corrida, mas quando chega no domingo a situação muda e Perez não consegue repetir o desempenho do sábado, aliás treino é treino e corrida é corrida. É difícil prever quais os rumos a Sauber vai tomar até o final da temporada, resta aos fãs de Kobayashi torcerem para o japonês voltar a ter aqueles dias iluminados como aconteceu no inicio do ano e quem sabe no GP do Japão sua estrela possa brilhar novamente.

Kobayashi que no GP da Itália largou apenas na 17ª posição disse que ficou frustrado com o problema na caixa de câmbio, logo na largada ele foi atingido por pedaços dos carros Rosberg e Petrov e teve que fazer uma parada nos boxes e mudar a estratégia para a prova, com um jogo de pneus a mais ele acreditava que conseguiria sair de Monza na zona de pontuação. Em entrevista a imprensa japonesa ele disse que espera que os problemas sejam resolvidos até o GP de Cingapura e que lá ele possa comemorar o fim dessa má fase.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Itaipava GT Brasil 7ª Etapa no Rio de Janeiro prova de domingo...

Final de semana perfeito para a nova dupla da Itaipava GT Brasil categoria GT4, os pilotos Valter Pinheiro e Leonardo Burti, pilotando um(a) Ginetta G50 conseguiram a segunda vitória na 7ª etapa disputada no Autódromo de Jacarepaguá, Rio de Janeiro. Na segunda posição chegaram a dupla Valter Rossete e Fábio Greco, com o Maserati Gran Turismo e em terceiro a dupla mais líder do que nunca, Cristiano Federico e Caio Lara, com a Ferrari.

Os líderes do campeonato apesar de não terem conseguido as vitórias na etapa do Rio de Janeiro, conseguiram manter-se nesta posição graças ao belo trabalho que vem apresentando durante as competições, aliados a um excelente carro, a dupla da Ferrari é franca favorita ao título. Por outro lado Carlos Burza que até a 6ª etapa fazia dupla com Leonardo Burti, chegou na sétima posição com seu novo parceiro Rodrigo Hanashiro, que andou pela primeira vez em um carro com direção do lado direito.

Já na GT3 : Valdeno Brito e Matheus Stumpf, foram os vencedores da corrida de domingo, os atuais campeões da GT3 abrem 16 pontos de vantagem no campeonato e seguem rumo ao “bi”. Com uma largada complicada onde quatro carros se envolveram, sobrou para o pole Wagner Ebrahim, terceiro colocado na prova de sábado que na ocasião fazia a estreia de seu Audi R8 LMS, a dupla vencedora não teve muito trabalho para conseguir mais este grande resultado, em segundo lugar terminaram a dupla, Xandy Negrão e Xandinho Negrão, com um Lamborghini Gallardo LP600.

Chico Longo e Daniel Serra, repetiram o resultado da 3ª etapa em Curitiba, onde conseguiram a terceira posição, na corrida do domingo (11) a dupla largou na décima posição. Bruno Garfinkel e Ricardo Maurício, pilotando um Lamborghini terminaram em quarto lugar, seguidos por Vanue Faria e Renan Guerra, com outro Lamborghini Gallardo.

A próxima etapa dupla será realizada nos dias 22 e 23 de Outubro, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, que pela primeira vez sediará uma etapa da Itaipava GT Brasil. O campeonato encerra-se em 18 de Dezembro, no circuito de Interlagos, em São Paulo.

Segue o Resultado Final da GT3 etapa de Domingo :

1 - Valdeno Brito/Matheus Stumpf (Ford GT)
2 - Xandy Negrão/Xandinho Negrão (Lamborghini LP600)
3 - Chico Longo/Daniel Serra (Ferrari)
4 - Bruno Garfinkel/R.Maurício (Lamborghini Gallardo LP560)
5 - Vanue Faria/Renan Guerra (Lamborghini Gallardo LP560)
6 - Cleber Faria (Lamborghini Gallardo LP560)
7 - Pedro Queirolo (Corvete)
8 - Sergio Jimenez/Paulo Bonifácio (Ford GT)

Segue o Resultado Final da GT4 etapa de Domingo :

1 - Valter Pinheiro/Leonardo Burti (Ginetta G50)
2 - Valter Rossete/Fábio Greco (Maserati Gran Turismo)
3 - Cristiano Federico/Caio Lara (Ferrari Challenge)
4 - Sérgio Laganá/Alan Hellmeister (Ferrari Challenge)
5 - Marcelo Sant'Anna/Cristiano De Rey (Ferrari Challenge)
6 - Otávio Mesquita (Ferrari Challenge)
7 - Carlos Burza/Rodrigo Hanashiro (Ginetta G50)
8 - Oswaldo Federico/Marcelo Losasso (Aston Martin)  

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Michael Schumacher feliz com a nova “fase” na F1...

Após duas belas apresentações nas últimas corridas, o heptacampeão mundial da Fórmula 1 Michael Schumacher disse que espera continuar a evoluir ainda nesta temporada, aos poucos o (W02) carro da Mercedes tem demonstrado que já se aproxima dos adversários e, está tentando diminuir a diferença para três grandes equipes : RBR, McLaren e Ferrari.

Em entrevista a imprensa francesa, o alemão disse que não foi advertido pelos comissários do GP da Itália por suas manobras quando defendia a posição na “briga” com Lewis Hamilton, da (McLaren), com isso considera normal a disputa que emocionou os espectadores. O “rei” das ultrapassagens Hamilton, ficou atrás do veterano piloto da Mercedes por 20 voltas e com isso perdeu contato com Button e acabou ficando fora do pódio, vale lembrar que os dois carros possuem motores semelhantes.

Schumacher, admitiu que seria um sonho conseguir um melhor resultado em Monza, apesar de ter segurado Hamilton por várias voltas, RBR, McLaren e Ferrari ainda tem um melhor conjunto. Mas considerou positivo o segundo quinto lugar consecutivo na temporada, na médias das voltas cronometradas em Monza, Schumacher marcou 1:29s518, ficando atrás apenas de Vettel, Button, Hamilton e Alonso.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Super GT Fuji Speedway GT500 Rod 6

Na temporada 2011 da Super GT esta cada vez mais imprevisível saber qual será a dupla campeã, em todas as etapas disputadas até aqui, as vitórias tem acontecido nas últimas voltas e nem sempre o piloto que vêm liderando uma corrida consegue vencer a prova. Neste último final de semana (11), foi realizada o (Rod 6) no circuito de Fuji Speedway, a vitória na categoria GT500 ficou com a dupla Yuji Tachikawa e Kohei Hirate pilotando um Toyota Lexus SC430 da equipe Zent Cerumo. 

Tachikawa conseguiu a ultrapassagem faltando 3 voltas pro final, depois de uma acirrada disputa com o Lexus SC430 do piloto japonês Takuto Iguchi que largou na pole e, com problemas mecânicos rodou na última volta quando estava na segunda posição terminando a corrida em oitavo. 


Na 14ª volta, um briga pelas primeiras posições envolvendo 6 carros na categoria GT500, foi um dos destaques da 6ª etapa, 3 Nissan GT-R, 2 Honda HSV-010 e 1 Toyota Lexus SC430 brigavam curva a curva pelas posições e faltando 9 voltas para o final o piloto japonês Tsugio Matsuda, companheiro de equipe do brasileiro João Paulo de Oliveira na equipe Calsonic Impul conseguiu uma bela ultrapassagem no final da reta dos boxes assumindo a terceira posição e com o incidente de Iguchi, o segundo lugar caiu no "colo" da dupla do Nissan GT-R que agora voltam a ter chances no campeonato. 

Kazuki Nakajima, da equipe Petronas Tom's brigava por uma posição no pódio, mas faltando 6 voltas para o final da prova ele perdeu o controle do carro e bateu da reta dos boxes, perdendo pontos importantes no campeonato. O pódio da 6ª etapa foi completado pelo Honda HSV-010 da dupla Toshihiro Kaneishi e Koudai Tsukakoshi, da equipe Keihin. 


A próxima etapa será disputada no dia 2 de outubro no circuito de Autopolis em Kyushu, serão 250 kms de prova. Com os resultados a dupla Masataka Yanagida e Ronnie Quintarelli mantém a liderança no campeonato com 60 pontos, 8 pontos atrás segue a dupla campeã de 2010 com o japonês Takashi Kogure e o francês Loic Duval em terceiro a dupla da Calsonic Impul com o brasileiro João Paulo de Oliveira e o japonês Tsugio Matsuda com 46 pontos. 


O piloto brasileiro João Paulo de Oliveira campeão da Fórmula Nippon em 2010 e terceiro colocado na Super GT em 2011 recebeu um convite para disputar a etapa Indy Japan Final no circuito de Motegi no próximo final de semana, será sua primeira corrida na categoria Indy Cars e com grande experiência no circuito misto de Motegi Twin onde venceu este ano na F-Nippon o brasileiro tem tudo para conseguir um bom resultado. 

Segue o Resultado Final da categoria GT500 :

1 - Yuji Tachikawa e Kohei Hirate 55 voltas
2 - João Paulo de Oliveira e Tsugio Matsuda a 25s468
3 - Toshihiro Kaneishi e Koudai Tsukakoshi a 25s573
4 - Takashi Kogure e Loic Duval a 31s496
5 - Takuya Izawa e Naoki Yamamoto a 50s303
6 - Satoshi Motoyama e Benoit Treluyer a 54s022
7 - Masataka Yanagida e Ronnie Quintarelli a 1:01s088
8 - Hiroaki Ishiura e Takuto Iguchi a 1:05s593
9 - Juichi Wakisaka e Andre Couto a 1:11s131
10  Daisuke Ito e Kazuya Oshima a 1:12s640
11  Hironobu Yasuda e Bjorn Wirdheim a 1:12s696
12  Ryo Michigami e Yuhki Nakayama a 1:14s997
13  Tatsuya Kataoka e Seiji Ara a 1:34s041
14  Hideki Mutoh e Takashi Kobayashi a 4 voltas

Itaipava GT Brasil 7ª Etapa no Rio de Janeiro prova de sábado...


A categoria de Gran Turismo com os carros dos "sonhos", chega até o Rio de Janeiro para disputar a 7ª etapa dupla da temporada 2011 da Itaipava GT Brasil, na corrida disputada no sábado (10) de Setembro no Autódromo de Jacarepaguá, a vitória na categoria GT4 ficou com a nova dupla : Valter Pinheiro e Leonardo Burti, pilotando um(a) Ginetta G50, em segundo lugar chegaram a dupla João Gonçalves e Caê Coelho com outro Ginetta e os líderes do campeonato Cristiano Federico e Caio Lara foram os terceiros colocados, com o modelo Ferrari.

Coincidentemente, a última vitória de Leonardo Burti na categoria também foi na 7ª etapa da Itaipava GT Brasil disputada no ano passado em Curitiba, na ocasião o piloto fazia dupla com Carlos Burza. O Ginetta G50 vem conquistando excelentes resultados perante seus "rivais" Ferrari e Aston Martin, o carro inglês está sempre entre os primeiros colocados no grid e tem dominado em alguns circuitos nesta temporada, apesar de ter potência inferior ao modelo Ferrari. 

Pela categoria GT3, o veterano piloto Xandy Negrão conquistou mais uma vitória na categoria de Gran Turismo, a terceira consecutiva no Rio de Janeiro e desta vez ao lado do filho e parceiro de pilotagem Xandinho Negrão, com o modelo Lamborghini Gallardo LP600. A dupla que começou a temporada em um modelo Audi R8 LMS, largou na pole e mesmo perdendo posições após a largada conseguiram manter um bom ritmo de corrida e recuperar as posições. 

A dupla Marcelo Hahn e Allan Khodair, chegaram em segundo pilotando outro Lamborghini Gallardo e em terceiro lugar Wagner Ebrahim estreando o Audi R8 LMS, um ótimo resultado já que com o modelo Dodge Viper, Ebrahim não tinha conseguido andar tão bem. O campeonato segue com os lideres, a dupla Valdeno Brito e Matheus Stumpt, com o Ford GT que na corrida deste sábado chegaram na oitava posição. 

Segue o Resultado Final da GT3 etapa de Sábado :

1 - Xandy Negrão/Xandinho Negrão (Lamborghini LP600)
2 - Marcelo Hahn/Allam Khodair (Lamborghini Gallardo LP600)
3 - Wagner Ebrahim (Audi R8 LMS)
4 - Bruno Garfinkel/R.Maurício (Lamborghini Gallardo LP560)
5 - Rafael Derani/Claudio Ricci (Ferrari F458
6 - Cleber Faria (Lamborghini Gallardo LP560)
7 - Chico Longo/Daniel Serra (Ferrari)
8 - Valdeno Brito/Matheus Stumpf (Ford GT)
9 - Vanue Faria/Renan Guerra (Lamborghini Gallardo LP560)
10  Pedro Queirolo (Corvete)

Segue o Resultado Final da GT4 etapa de Sábado :

1 - Valter Pinheiro/Leonardo Burti (Ginetta G50)
2 - João Gonçalves/Cae Coelho (Ginetta G50)
3 - Cristiano Federico/Caio Lara (Ferrari Challenge)
4 - Otávio Mesquita (Ferrari Challenge)
5 - Valter Rossete/Fábio Greco (Maserati Gran Turismo)
6 - Sérgio Laganá/Alan Hellmeister (Ferrari Challenge)
7 - Marçal Mello/William Freire (Ginetta G50)
8 - Oswaldo Federico/Marcelo Losasso (Aston Martin) 
9 - Marcelo Sant'Anna/Christian Pons (Ferrari Challenge)

Foto ItaipavaGT Brasil 

domingo, 11 de setembro de 2011

Sebastian Vettel vence o GP da Itália...

Em uma das corridas mais emocionante do ano, o alemão Sebastian Vettel venceu pela oitava vez na temporada e já pode ser considerado "virtualmente" bicampeão mundial de F1. Na prova disputada no famoso circuito de Monza, na Itália, o piloto da RBR que largou na pole não conseguiu manter a posição após a largada quando foi superado pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari,  que corria em casa, mas essa liderança não durou muito e Vettel após 3 voltas já estava na ponta da corrida para não sair mais.

O Grande Prêmio da Itália teve uma largada complicada e com vários acidentes, tirando da corrida pilotos que poderiam ter conseguido um bom resultado entre eles: Vitaly Petrov, da Lotus-Renault e Nico Rosberg, da Mercedes, o acidente foi causado por um erro do piloto da HRT, Vitantonio Liuzzi e acabou tirando vários pilotos da prova.


O safety car precisou entrar na pista e após sua saída a corrida foi muito movimentada, com destaques para a briga por posições entre Michael Schumacher e Lewis Hamilton que protagonizaram uma disputa história.

O piloto da McLaren bem que tentou ultrapassar o "velho" Schumacher, mas o heptacampeão que desde o GP da Bélgica parece que teve suas energias recarregadas não deu chances, Hamilton até conseguiu ficar à frente mas logo em seguida Schumacher recuperou a posição.

Jenson Button, foi perfeito e mais uma vez fez uma bela apresentação, o piloto da McLaren chegou na disputa por posições entre Schumacher e Hamilton e não perdeu tempo, ultrapassando os dois e no final da prova com um carro mais rápido ainda teve tempo de ultrapassar Alonso e garantir o segundo lugar na corrida. Fernando Alonso, para a alegria da multidão de fãs da Ferrari completou o pódio. Lewis Hamilton, após ficar 20 voltas atrás do alemão finalmente conseguiu a ultrapassagem na 28ª volta e terminou a corrida na quarta posição e Schumacher na 5ª posição.


Já o segundo piloto da Ferrari, Felipe Massa, foi apenas o sexto colocado e Bruno Senna, em sua segunda corrida pela equipe Lotus-Renault, chegou em nono e marcou seus primeiros pontos na F1, o brasileiro que aproveitou a entrada do safety car no início da prova para mudar a estratégia pra corrida, teve um bom desempenho e foi rápido o suficiente para ir ganhando posições durante o GP da Itália.

Vettel, abriu 112 pontos de vantagem para o vice-líder Fernando Alonso e o campeonato dependendo dos resultados poderá ser decidido no próximo GP que será em Cingapura no dia 25 de Setembro.

Confira o resultado final do GP da Itália :

1 - Sebastian Vettel (RBR) 53 voltas
2 - Jenson Button (McLaren) a 9s590
3 - Fernando Alonso (Ferrari) a 16s909
4 - Lewis Hamilton (McLaren) a 17s471
5 - Michael Schumacher (Mercedes) a 32s677
6 - Felipe Massa (Ferrari) a 42s993
7 - Jaime Alguersuari (Toro Rosso) a 1 volta
8 - Adrian Sutil (Force Índia) a 1 volta
9 - Bruno Senna (Renault) a 1 volta
10 Sébastien Buemi (Toro Rosso) a 1 volta
11 Pastor Maldonado (Williams) a 1 volta
12 Rubens Barrichello (Williams) a 1 volta 
13 Heikki Kovalainen (Team-Lotus) a 1 volta
14 Jarno Trulli (Team Lotus) a 2 voltas
15 Timo Glock (Marussia Virgin) a 2 voltas

sábado, 10 de setembro de 2011

Sebastian Vettel é pole para o GP da Itália...

Vettel mais uma vez dominou com facilidades o treino de classificação para o GP da Itália, o alemão sobrou hoje em Monza e é franco favorito a vitória na corrida de amanhã. Não tem jeito, quando Vettel entra na pista parece que ele não tem adversários, pelo menos em treinos de classificação onde dificilmente o piloto da RBR comete erros, e pela 10ª vez no ano ele consegue a pole.

Já o inglês Lewis Hamilton, andou forte mas não o suficiente para tirar a liderança do jovem campeão. A dupla da McLaren, que foi a mais rápida na 1ª sessão de ontem em Monza, hoje voltou a conseguir bons tempos e vai largar na 2ª posição com Hamilton e na 3ª com Jenson Button. A largada promete ser bastante disputada com os dois carros da McLaren dividindo a primeira curva com a RBR de Vettel.

Fernando Alonso, conseguiu colocar a Ferrari apenas na quarta posição, o espanhol tirou talvez o "máximo" que o carro poderia fazer e vai brigar pelo pódio, no entanto Felipe Massa, com a outra Ferrari foi apenas o sexto, como venho falando, isso já não chega a ser novidade. O russo Vitaly Petrov, foi o sétimo, seguido pela dupla alemã da Mercedes, Michael Schumacher e Nico Rosberg. O brasileiro Bruno Senna, conseguiu pela segunda vez consecutiva passar para o (Q3) e vai largar em décimo.

Rubens Barrichello, vai largar na 13ª posição com a Williams, ficando à frente do companheiro de equipe Pastor Maldonado. O japonês Kamui Kobayashi, foi apenas o décimo sétimo, a equipe Sauber vem perdendo rendimento a cada corrida, o C30 tem apresentado vários problemas com os pneus macios.

Para a corrida de amanhã, existe há previsão de chuva e, se ela realmente vir será interessante ver como a RBR vai estar. McLaren, que em "tese" tem um carro melhor em condições de pista molhada poderá surpreender como já aconteceu este ano. Bruno Senna, que vai largar em décimo não disputou a parte final do Q3 e com isso economizou pneus.

Confira o grid de largada para o GP da Itália :

1 - Sebastian Vettel (RBR) 1:22s275
2 - Lewis Hamilton (McLaren) 1:22s725
3 - Jenson Button (McLaren) 1:22s777
4 - Fernando Alonso (Ferrari) 1:22s841
5 - Mark Webber (RBR) 1:22s972
6 - Felipe Massa (Ferrari) 1:23s188
7 - Vitaly Petrov (Renault) 1:23s530
8 - Michael Schumacher (Mercedes) 1:23s577
9 - Nico Rosberg (Mercedes) 1:24s477
10 Bruno Senna (Renault) sem tempo

Eliminados na segunda parte do treino : (Q2)

11 Paul di Resta (Force Índia) 1:24s163
12 Adrian Sutil (Force Índia) 1:24s209
13 Rubens Barrichello (Williams) 1:24s648
14 Pastor Maldonado (Williams) 1:24s726
15 Sergio Perez (Sauber) 1:24s845
16 Sébastien Buemi (Toro Rosso) 1:24s932
17 Kamui Kobayashi (Sauber) 1:25s065

Eliminados na primeira parte do treino : (Q1)

18 Jaime Alguersuari (Toro Rosso) 1:25s334
19 Jarno Trulli (Team Lotus) 1:26s647
20 Heikki Kovalainen (Team-Lotus) 1:27s184
21 Timo Glock (Marussia Virgin) 1:27s591
22 Jérôme d'Ambrosio (Marussia Virgin) 1:27s609
23 Daniel Ricciardo (Hispania) 1:28s054
24 Vitantonio Liuzzi (Hispania) 1:28s231

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Vettel é o mais rápido no 2º treino livre em Monza...

É, o campeão Vettel mostrou porque tem dominado a temporada 2011 da Fórmula 1 com extrema facilidade, no 2º treino livre para o GP da Itália, disputado no circuito de Monza, o piloto da RBR foi o mais rápido da sessão, superando o inglês Lewis Hamilton, da (McLaren), que havia conquistado o melhor tempo no 1º treino. Vettel, marcou 1:24s010, apesar de ter baixado o tempo em relação ao treino da manhã, sua marca ainda ficou acima de Hamilton nesta sexta-feira.

Na segunda sessão os pilotos treinaram com os pneus macios e diferentes configurações em seus carros, já Michael Schumacher, da (Mercedes), parece que voltou aos velhos tempos, o heptacampeão mundial após uma excelente corrida no GP da Bélgica, novamente teve um bom desempenho em Monza, terminando o dia na terceira posição.

Embora a Ferrari tenha melhorado seus tempos, não foi o suficiente para brigar pelos primeiros tempos, o brasileiro Felipe Massa, superou o companheiro de equipe Fernando Alonso, ficando com o quinto e sexto tempo respectivamente.

A dupla da Sauber, com o mexicano Sergio Perez em 8° e o japonês Kamui Kobayashi, em 9° foram a boa surpresa da sessão. Bruno Senna, mais uma vez em treinos livres superou o russo Vitaly Petrov, companheiro de equipe na Lotus-Renault, o jovem piloto brasileiro aos poucos vai encontrando o acerto ideal do R31.


Rubens Barrichello, sofrendo com uma fraca Williams, não tem condições de conseguir sair do pelotão intermediário e ficou apenas em 15º. O alemão Nico Rosberg, ficou em 22º com a outra Mercedes, mas treinou apenas com os pneus duros e fez um treino onde ficou por 30 voltas na pista, já visando uma estratégia para a corrida de domingo.  

Neste sábado a partir das 18:00 horas horário do Japão, será realizado o último treino livre antes da classificação que está programada para as 21:00 horas.

Confira os melhores tempos da 2ª sessão em Monza :

1 - Sebastian Vettel (RBR) 1:24s010
2 - Lewis Hamilton (McLaren) 1:24s046
3 - Michael Schumacher (Mercedes) 1:24s347
4 - Felipe Massa (Ferrari) 1:24s366
5 - Fernando Alonso (Ferrari) 1:24s433
6 - Mark Webber (RBR) 1:24s468
7 - Jenson Button (McLaren) 1:24s508
8 - Sergio Perez (Sauber) 1:25s097
9 - Kamui Kobayashi (Sauber) 1:25s182
10 Bruno Senna (Renault) 1:25s325
11 Vitaly Petrov (Renault) 1:25s450
12 Adrian Sutil (Force Índia) 1:25s496
13 Paul di Resta (Force Índia) 1:25s683
14 Jaime Alguersuari (Toro Rosso) 1:25s758
15 Rubens Barrichello (Williams) 1:26s202
16 Pastor Maldonado (Williams) 1:26s353
17 Sébastien Buemi (Toro Rosso) 1:28s347
18 Jarno Trulli (Team Lotus) 1:28s559
19 Heikki Kovalainen (Team-Lotus) 1:28s605
20 Timo Glock (Marussia Virgin) 1:28s804
21 Vitantonio Liuzzi (Hispania) 1:29s162
22 Nico Rosberg (Mercedes) 1:29s184
23 Jérôme d'Ambrosio (Marussia Virgin) 1:29s622
24 Daniel Ricciardo (Hispania) 1:29s841